quarta-feira, 29 de junho de 2011

Transferência do Pronto-Socorro Municipal

Abre aspas para o Gazeta do Triângulo, edição de hoje:
"Transferência do Pronto-Socorro gera expectativa na população

Escrito por Talita Gonçalves
Qua, 29 de Junho de 2011 00:42


Uma das principais reivindicações da população araguarina é a melhoria urgente do atendimento na área de Saúde. Todos os dias, centenas de pessoas passam pelo Pronto Socorro Municipal, e a maioria tem motivos para se queixar. Os funcionários e médicos precisam lidar com dificuldades internas e ainda socorrer os pacientes.

Para amenizar o problema, a prefeitura pretende transferir no dia 1º de agosto o Pronto-Socorro Municipal provisoriamente para as instalações do Hospital Municipal Nephtali Guimarães Ferreira, para que o antigo prédio situado à praça da Constituição dê lugar a UPA - Unidade de Pronto Atendimento.
Devido às inúmeras irregularidades apontadas no prédio do Hospital, obra entregue em 2003 pelo então prefeito Marcos Antônio Alvim, a prefeitura contratou engenheiros da Universidade Federal de Uberlândia para elaborarem um laudo com as medidas necessárias para possibilitar a transferência.
Sensibilizado com a situação, o engenheiro José Radi elaborou um laudo sobre a estrutura do prédio e entregou à prefeitura. 'Ninguém me contratou. Fiz esse serviço como cidadão araguarino para agilizar o processo de abertura do Pronto Socorro. A estrutura não tem problemas, asseguro isso com meus 30 anos de profissão. Minha intenção é justamente que isso sirva de referência para a prefeitura,' disse.
Apesar de não ser especialista em arquitetura, o engenheiro afirma que também do ponto de vista arquitetônico, não há problemas com o Hospital Municipal. 'A Santa Casa funciona num prédio antigo, e foi adequada para isso. Uma vantagem muito grande que vejo no Hospital é uma área espaçosa que futuramente pode ser utilizada para expandi-lo,' ressaltou.
Segundo ele, é preciso colocar grelhas entre o pátio e o hospital para receber a água pluvial, calhas para diminuir a intensidade da água e adequação na caixa d’água. 'Assumo esse laudo com todas as penas da lei. Não seria justo com a profissão que tenho permitir e admitir uma coisa dessas. Quantas pessoas morreram e quantas passam dificuldade com esse atendimento,' declarou.
A reportagem procurou a secretária de Planejamento Thereza Christina Griep. Segundo ela, existiu uma liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária em 2006, mas não houve vontade da administração em colocar o Hospital para funcionar. 'A edificação não condiz com o que foi apresentado no projeto. Estamos trabalhando para que a transferência aconteça no tempo previsto,' expôs.
Quanto ao laudo da UFU, que ainda não foi entregue, a secretária ressaltou que não há atraso, e sim o processo de contratação que foi demorado. 'São necessários diversos documentos para a conclusão, como a topografia do terreno, das ruas próximas, sondagem do terreno para avaliar inclinação, entre outros,' finalizou."

Pitaco do Blog
Há algumas informações contraditórias nessa história. Não está, ainda, bem esclarecida a questão da emissão do laudo técnico para embasar a utilização do prédio. Basta o laudo emitido por um engenheiro? Será necessária a atuação da UFU? O uso do prédio está liberado pela ANVISA desde 2006? Por que, então, nada foi feito pela administração anterior e pela atual? Assunto nebuloso... Vamos aguardar o desfecho do caso.

21 comentários:

Anônimo disse...

Meu caro Antônio Marcos,

postei o mesmo assunto em meu blog, com minhas considerações (de sempre) a respeito.

http://saudenatela.blogspot.com/2011/06/hospital-municipal-de-araguari-em.html

Pena que o GOVERNO deixe exclusivamente a secretária de Planejamento à mercê do assunto. Os demais setores (e titulares) permanecem em silêncio, em meio a tanta contradição.

Salário demais pra ação de menos.

EDILVO MOTA

Anônimo disse...

Muito pertinentes os esclarecimentos prestados pelo Edilvo no Saúde na tela (http://saudenatela.blogspot.com).
Alguns dos agentes que impediram a entrada do funcionamento do Hospital naquela época ainda estão presentes (vereadores, pré-candidato a prefeito). Vamos ver no que vai dar.
Quanto à secretária, louvo a atitude dela em se expôr e tentar explicar os fatos. Critico a omissão dos demais. Ficar escondido ou somente dar entrevistas com perguntas previamente combinadas é fácil.

garliene arts disse...

Um fato: 99% falta de transparências nos atos .Só 1% ?? Esta pouco demais =S

Iconoclasta disse...

Quero ver como o "Novo Modelo" vai fazer para driblar a Secretaria de Saúde do Estado que já mostrou por meio de estudos da inviabilidade do uso daquele espaço, sem falar que o municipio é obrigado a depositar uma grande quantia de dinheiro para que o hospital seja utilizado para outra finalidade. Mas como esse governo é recheado de incompetência, e de ausência de habilidade política, o senhor prefeito disse na radio hoje que vai transferir o Pronto-Socorro para o Hospital mesmo que a Secretaria de Saúde do Estado seja desfavorável ao lado do engenheiro.
Essa é a realidade de um governo incapaz, de uma pessoa sem vocação para os assuntos públicos, e que vai tentar resolver a situação na truculência, desrepeitando normas técnicas e orgãos superiores. Dessa premissa vcs tiram a conclusão como os funcionários e toda a população sofre nas mãos desse coronealismo selvagem que se instalou na administração pública de Araguari. Vergonha! FORA 15!

Iconoclasta disse...

Vejam outras contradições nesse assunto:

No tópico "Trasferência do Pronto-Socorro para o Hospital Municipal tem data marcada" a secretária do planejamento disse assim sobre o engenheiro:

"Sobre o Engenheiro José Radi, sim foi solicitado um laudo dele, visto que o mesmo é engenheiro especialista em estruturas, pois não poderiamos nem iniciar a conversa sobre o hospital municipal se em uma constataçao previa de um engenheiro especializado..."

Mostra claramente que foi a própria prefeitura que solicitou um laudo técnico do engenheiro.

Já na matéria do jornal Gazeta do Triângulo o Jose Radi sustenta a seguinte posição:

'Ninguém me contratou. Fiz esse serviço como cidadão araguarino para agilizar o processo de abertura do Pronto Socorro. A estrutura não tem problemas, asseguro isso com meus 30 anos de profissão. Minha intenção é justamente que isso sirva de referência para a prefeitura,' disse.

NÃO TENHO NENHUMA CREDIBILIDADE NESSE GOVERNO!

Colenghi disse...

O Novo Modelo mente que nem sente!

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 29 de junho de 2011.

Prezados Neófitos da construção civil,

Agora estou realmente com receio de adentrar este IMÓVEL-INÚTIL...

Alguém saberia responder-me se entre o telhado e o piso, existe gesso, forro-paulista, forro-pvc, estuque ou laje ?!

Se for "lage"... poderemos adentrar portando capacete ?!

Hospital Municipal de Araguari - Um MARCO na história da Saúde Pública.

Ou ... dois !!!

( sic )

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Anônimo disse...

o mitômano vive no universo proprio, faz da mentira sua verdade

Anônimo disse...

"Hospital Municipal de Araguari - Um MARCO na história da Saúde Pública."

de verdade são 2 MARCOS

Aristeu disse...

Eu não sei se existe algum parentesco entre o engenheiro José Radi e o falecido Dr Domingos Rady. Caso exista é de uma linhagem de amor ao próximo sem medida.

Anônimo disse...

Dra. Melissa Coelho é médica, é filha do prefeito Marcos Coelho, dra. Melissa é sócia do Hospital Santo Antônio de Araguari, se o hospital municipal funcionar, a prefeitura de Araguari tem que tirar guia de internação do Hospital Santo Antônio pra internar no Hospital Municipal. Então, a cunhada da dra. Melissa mente pra convencer que o Hospital Municipal nao pode funcionar, mesmo com laudo do engenheiro José Radi.

história meio complicada, mais deu pra entender? ô família!

EFGoyaz disse...

Eu acho que o Engº José Rade Neto é filho do Michel Rade. Entre as declarações da prefeitura e as dele, fico com as dele. Me pareceu uma pessoa muitíssimo interessada na melhoria da cidade. Tanto que restaurou há pouco tempo o projetor de filme do Cine Ritz, voluntariamente. Comprou ou fez as peças que faltavam com seu próprio dinheiro. Teve toda paciência do mundo pra me explicar como funciona aquele projetor, que não é simples como a gente pensa. Ele é uma das poucas pessoas que gostam mesmo de Araguari, sem ter outros interesses.

Iconoclasta disse...

No Gazeta de hoje tem uma matéria sobre o asfalto no conjunto Morada de Fátima que revela outra mentira do "Novo Modelo"

"Segundo os moradores, o município alega ter liberado ordem de serviço, entretanto, empreiteira diz não ter recebido autorização para executar o trabalho"

Como a atual gestão não assume suas responsabilidades, o que já é tido como uma caratecristica inata do novomodelismo, coube jogar a culpa na empresa.

E por falar em asfalto na Morada de Fátima, o que aconteceu no bairro Vieno? Pois a administração jurou com todas as palavras já quase um mês que as maquinas já estavam em direção ao bairro Vieno para o asfalto e até agora nada!!! 1ª arrumaram a desculpa que estavam ocupados com a estrada de Piracaíba, que aliás ficou um serviço porco, e que assim que findasse a obra em Piracaíba já sairiam em destino ao bairro Vieno.
Mas como estão demorando muito creio que devem estar perdidos no meio do caminho, assim vou procurar ajuda-los a encontrar o destino.
Clique no link disponivel e abaixe os programas,
Google Earth e Google Maps.

http://www.baixaki.com.br/download/google-earth.htm

Iconoclasta disse...

Ah! E o ano que vem vou indicar pra os integrantes do "Novo Modelo" o Google moon, com destino a lua!

antonia disse...

tudo isso ja deu muito o que falar!!!!!!!!!!!!!!!!!!! triste Araguari

garliene arts disse...

Mas tem uma parte no CINE RITZ , hoje espaço cultural, que não foi ainda conpletadas as obras , mas com o dinheiro gasto , pensei que teria poltronas novas.Muito me preocupa pois o predio estava interditado devido o piso superior não suportar pesos, será que esta seguro mesmo??? tenho duvidas .=S Tinha muito eventos na parte de cima, hoje não existe mais devido este alerta. =S .Desculpe abordar este assunto aqui nest post, mas como foi colocado por nosso colega Iconoclasta ,so complementando. =S

Thereza Christina Griep disse...

Prezado Iconoclasta:

Se a administraçao passada, do Sr. Marcos Alwin tivesse construido um hospital em conformidade com o projeto. Não precisariamos estar tentando corrigir os problemas dele hoje, e eles já estaria disponivel para a populaçao desde 2006.

Anonimo 29/06 as 13:00h
Talvez você não tenha entendido o que estamos trabalhando para realizar. O municipio não tem medido esforços para colocar o Pronto Socorro em funcionamento, e posteriormente adequar as necessidades do mesmo para que ele venha a funcionar como Hospital. Se ele não funciona até hoje é por problemas de ordem construtiva, tanto é que o mesmo foi inaugurado duas vezes e nunca atendeu um paciente.

Quem tiver qualquer dúvida quando aos problemas do Hospital, existe alem de um laudo do ministério da Saúde, um processo contra o ex prefeito que é o responsavel pela obra.

Iconoclasta disse...

O fato da ex-administração ter responsabilidade direta pelo não funcionamento do Hospital Municipal, isso não elimina de forma alguma a incapacidade do "Novo Modelo" frente a situação.
O "Novo Modelo" é desorganizado, sem planejamento consistente, irresponsáveis e ditatoriais!

Anônimo disse...

nao entendi essa dona Tereza Griep. antes o predio do hospital tava condenado, agora já pode funcionar. que diabo de planejamento e organização é esse? uma hora nao pode outra hora pode, quem vai entender esse pessoal?

deixa a justiça cuidar do Marcos Alvim e o novo modelo precisa assumir o governo e cuidar da cidade, começando dispensando gente incompententte q nem joaquim militao, aloisio nunes, iara borges, eupenides, natalzinho e um montao de outros parasita

Colenghi disse...

Duas palavras definem o Novo Modelo: Desgraça e mentira.

Anônimo disse...

EXISTE UMA POLÍTICAGEM ENBASANDO O ANDAMENTO DE UM DESFÊCHO FELIZ E ESTA É ORIUNDA DA APROVAÇÃO
DE FISCALIZADORES DA CHAMADA {UFU} DE UBERLÃNDIA
TÔ CERTO OU TÔ ERRADO PORQUE LÁ TUDO ANDA SEM OBSTÁCULO NENHUM ;PORQUE HEM NÃO GOSTO NENHUM POUCO DA PARTICIPAÇÃO DESTE PESSOAL NESTE PROCESSO,NÃO GOSTO MESMO.