sexta-feira, 17 de junho de 2011

Transferência do Pronto Socorro para Hospital Municipal tem data marcada

Escrito por Talita Gonçalves 
Um dos maiores anseios da população araguarina e consequentemente, prioridade para a administração atual, a transferência do Pronto Socorro Municipal para o prédio do Hospital Municipal Nephtali Guimarães Vieira está prestes a acontecer: o prefeito Marcos Coelho de Carvalho (PMDB) garantiu o funcionamento nas novas instalações a partir do dia 1º de agosto.


O Pronto-Socorro Municipal será demolido para dar lugar
a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA)


De acordo com o prefeito, além do laudo preparado por engenheiros da Universidade Federal de Uberlândia, outro foi realizado pelo engenheiro civil José Rady. “Estamos aguardando o posicionamento da UFU quanto à entrega do que eles averiguaram nas instalações. Tomamos a precaução de ter dois laudos, para aumentar ainda mais a seriedade,” explicou.
O laudo feito pelo engenheiro civil será enviado juntamente com a documentação necessária para se obter a autorização de funcionamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa. “É uma diferença de atendimento enorme. A estrutura é bem melhor e mais nova. Possui dormitórios para médicos e outras vantagens que possibilitarão maior presteza e qualidade do serviço,” reforçou.
Após a transferência do Pronto-Socorro Municipal para as instalações do Hospital, o antigo prédio situado à praça da Constituição será demolido. No local, será construída uma UPA - Unidade de Pronto Atendimento, obra com duração prevista de um ano e orçada em R$ 1.400.000. O lançamento da pedra fundamental da UPA tem data prevista para 15 de agosto.

Transcrito do Gazeta do Triângulo. Clique aqui e leia a reportagem completa.

Pitaco do Blog
Sem dúvida, uma melhoria. Mas, ainda estamos longe de resolver os problemas da saúde pública em Araguari.
Continuaremos sem um hospital público. Permanecerá a dependência do município em relação à rede privada. As internações e a grande maioria dos exames continuarão sendo feitas em estabelecimentos particulares sem nenhum controle dos gastos.
Além disso, se não melhorar o atendimento nos Postos de Saúde, a tendência é a sobrecarga do novo PSM. É só uma questão de tempo.
Em suma, se não mudarmos a qualidade do atendimento, nada mudará. Não basta instalação física, são necessários profissionais de saúde e equipamentos básicos. De que adianta um prédio novo sem médicos em número suficiente? De que adiantam médicos, se eles não cumprem as jornadas de trabalho ou se não podem ou não querem solicitar a realização de exames básicos e necessários?

76 comentários:

Iconoclasta disse...

Transferência apenas do espaço físico não é solução para os grandes problemas enfrentados na saúde.

Aristeu disse...

Viva! Qualquer socorro à saúde é bem vindo!

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 17 de junho de 2011.

Prezados Analistas,

Uma vez consumada a tal da transferência, cobrem-se as artes de um santo, descobrindo-se as de outro...

Em síntese, não se "descobrirá" nada, e nada se cobrará de ninguém.

Viu?! Viu?! Viu?!

Estava tudo certinho, lícito, regular, o tempo todo.

Caso contrário, nossas intrépidas Autoridades teriam agido energicamente. Eu tenho certeza!

Ora pois... Aí, todo tiú deveria ter um tio. A vida iria miorá para todos. (sic)

Depois do SIGILO com as DESPESAS da COPA, tudo ( que já era ) será lícito.

Dura Lex, Sed Lex. E o POVO?!

O povo que se phudex !!!

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Anônimo disse...

A questão fundamental restará sem solução: descumprido o objetivo do Convênio firmado entre Município e União (construção e funcionamento de um HOSPITAL) quem se responsabilizará pelo ressarcimento aos cofres do tesouro federal?

Provavelmente o próprio Município (leia-se, os contribuintes). E na campanha de 2012, dependendo das "alianças" e "apoios" tudo será esquecido. Nada que uma boa compra de votos não consiga resolver.

A questão da Saúde Pública depende muito mais da mudança de prioridades, focando a promoção e prevenção, que propriamente de espaço físico.

Todavia, caso efetivada a mundança, que ela se preste a oferecer melhores condições de acolhimento e atenção aos pacientes do SUS.

Edilvo Mota

Thereza Christina Griep disse...

Esclarecendo um pouco mais.

O Contrato realizado entre municipio e governo federal em 2006 não foi cumprido, isto já foi detectado e está sendo apurado pelo Ministerio Publico Federal, provavelmente ou o Ex. Prefeito Sr. Marcos Alvim terá de reembolsar o governo federal, ou os cofres da prefeitura municipal terão de arcar pelo mal uso do dinheiro publico.

Quanto a transferencia do Pronto Socorro para o Hospital Municipal tenho a lembra-los que infelizmente os problemas relativos a saúde não são privilegios somente de Araguari, e sim do Brasil que vive um caus em todo o país quando o tema é saúde. Porem uma coisa é fato, o antigo prédio do pronto socorro não atende as necessidades da nossa população. Isto é uma realidade.

Não existe banheiro adaptado para cadeirantes no Pronto Socorro e as dependencias do mesmo já não atendem mais a uma população de 110 mil habitantes. Em contra partida a isto temos um prédio de quase 2 mil metros quadrados pronto porem sem utilidade nenhuma e a populaçao tendo de ser atendida em um local sem um minimo de estrutura fisica.

Os problemas referentes a estrutura do hospital, caso seja de curiosidade de alguem posso pontualos posteriormente, mas a mesma atenderá com melhores condiçoes a população.

Com certeza esta transferencia trará beneficios a toda populaçao e tambem ao setor de saúde que encontra-se tão deficitário.

A transferencia do Pronto Socorro está programa para dia 01/08, e não 01/07 como foi divulgado no jornal Gazeta.

Anônimo disse...

O CAOS na saúde decorre de décadas (desde os anos 70) de descaso, da submissão ao setor privado, da inadequação orçamentária no nível federal, da não regulamentação da Emenda Constitucional 29 (aguardada desde 2000), da falta de priorização da Atenção Primária, do descuido com a humanização do sistema (dentro e fora da estrutura funcional).

A mudança de prédio, sem dúvida, trará melhor condição física de recepção aos pacientes.

Mas a falta de compromisso com os princípios norteadores do SUS, que grassa há décadas entre agentes políticos, continuará subjugando a (enorme) parcela da população que não pode pagar plano privado de saúde e submetendo-a, como sempre, à canastrice e aos favores prestados com o chapéu alheio (o dinheiro do contribuinte).

Quanto à responsabilização do ex-prefeito Marcos Alvim, certamente virá, cedo ou tarde. Exclusivamente, lembremos, pela ação da CGU e do Ministério Público Federal. Acaso o Município tenha que arcar com o ônus, certamente tomará providências para ressarcir o Erário.

Porém, certamente toda essa lambança teria sido evitada, se a sociedade (sempre babando ovo para o prefeito de plantão) e, principalmente, a Câmara Municipal (incluindo alguns atuais vereadores, veradora/secretária e vice-prefeito) tivessem cumprido sua obrigação de FISCALIZAR os atos do Executivo, acompanhando cada etapa da obra.

E a omissão se consumou no "rastro de onça" da tal CLI do Hospital Municipal (cantada e não instalada), com a qual me prontifiquei a contribuir, caso fosse de interesse do Legislativo. Parece que interesse não houve.

Que venham as novas instalações do Pronto Socorro e que tenhamos melhores dias na Saúde Pública, da qual sou usuário.

Quanto aos esclarecimentos, os cidadãos de forma geral sempre os terão como bem vindos.

Pena que o SUS não tenha na cidade um representante à altura, para prestar contas à sociedade, assumindo o papel de autoridade sanitária delegado por lei.

De minha parte, como conhecedor do assunto, continuarei opinando (gostem ou não). Sempre cuidando para restringir o foco nos fatos e nos atos públicos, preservando a honra das pessoas.

Edilvo Mota
* Especialista em Gestão de Saúde
* Gestor do SUS em Araguari (jan 2005 a março 2008)
* Cidadão araguarino (sem título honorífico) por opção, desde 1995

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 17 de junho de 2011.

Prezados Srs.,

RESPEITOSAMENTE...

Está aberta a Bolsa de Apostas:

(...)
provavelmente

ou o Ex. Prefeito Sr. Marcos Alvim terá de reembolsar o governo federal,

ou os cofres da prefeitura municipal terão de arcar pelo mal uso do dinheiro publico.
(...)

Eu aposto na coluna dois !!!
( Não tem coluna do meio mesmo. A da PIZZA à la Modus operandi. )

SINCERAMENTE ?!

Estou satisfeito com as participações da Ilustre Sra.Thereza Christina Griep.

Creio que o hábito de discutirmos os problemas TAMBÉM em Fóruns e Blogs na Internet demonstra um grande passo na comunicação entre Gestores e Eleitores.

É inacreditável a extensão da formação de opinião que isso acarreta. Engana-se quem aposta todas as cartas ( inclusive as escondidas nas mangas ) apenas na difusão em ondas de AM ou FM...

A total falta de informação e/ou ABSOLUTA PARCIALIDADE nos esclarecimentos dos fatos por parte da nossa Imprensa, certamente nos leva à conclusões indevidas. E não é pelo fato de estarmos distantes ( eu nem tanto ) do nosso Município, que deixamos de nos interessar por tudo que ocorre aí...

Transparência é fundamental. No mundo real, e no virtual.

Afinal, o que acontece nos bastidores acabará vindo à tona, cedo ou tarde.

E se não vier, nós buscaremos. Somos dedicados.

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Iconoclasta disse...

"Pena que o SUS não tenha na cidade um representante à altura, para prestar contas à sociedade"

Ledo engano seu Edilvo, pois com um currículo desses vc ainda tem dúvidas quanto a capacidade da gestora do SUS em Araguari:

*Perseguição à funcionários;
*Sumiço do mamógrafo;
*Agravamento na prestação de serviços nas UB'S e Pronto-Socorro;
*CLI na saúde;
*Má prestação de contas;
*Descredenciamento do PSF;
*Perda de recursos do Estado;
*Superfaturamento na aquisição de medicamentos;
*Incrivelmente falta de medicamentos;
*Falta de projetos;
*Falta de organização e planejamento na saúde

Edilvo vou respeitá-lo apenas quando vc agregar todo o conhecimento técnico acima.

Anônimo disse...

Janis, você tem toda razão.

Reitero que a atitude da secretária Thereza Griep é republicana e digna de reconhecimento.

Eis que, enfim, alguém na gestão pública municipal se apresenta com espírito desarmado e se comunica com os cidadãos (mesmo com aqueles detestados por meia dúzia de novomodelistas emburrados).

Ô, Iconoclasta... é ruim, hein!?!? Como diria o profeta "me inclua fora desta"... kkkk

Edilvo

Maria Tereza disse...

Pena Tereza que vc é nora do prefeito...não é nepotismo? Tereza responda cadê a CLI da atual administração?é parece que não é só alvim que vai responder depois MP não é?

Maria Teeza disse...

Agora o prefeito vai começar as obras...cadê o soma,projetos errados e mal feito,tá aí verba nem aí... agora o prefeito fica na rádio tentando justificar o injustificável cadê o IPTU? sem planejamento tudo errado bom vamos aguardar para não pagar.beijin

Anônimo disse...

Sabe o que fico pensando...mãe preta falam que roubou o Alvim também... mas o povo ainda gosta agora Marcão falam que é honesto mas o povo não gosta... sua rejeição é altíssima alguém explica?vamos descobrir depois por que?

garliene arts disse...

Todas as explicações inexplicáveis , ainda querem se justificar??? Controle gente controle .

Iconoclasta disse...

Acima de tudo um dever moral a luta contra esse governo do Marcão e toda a sua corja! Repito, um dever moral denunciar todos os seus atos ílicitos, as perseguições sofridas, as promessas não cumpridas, enfim toda sua anomalia política e o seu grande despreparo para a atividade pública, não podemos deixar que o "Novo Modelo" se reeleja ou faça sucessor, entende-se escondendo em outra pele.
Vou dar o sanguee, a vida se necessário para que essa porcaria de administração não consiga vencer nem para presidência de bairro. Odeio esse governo com alma, cada segundo dessa administração parece ser uma eternidade, prefiro a morte que vê-lo reeleito!!! Se algum membro da minha família votar nesse governo não considero mais parte da minha família, se algum amigo votar nesse governo vai ter o meu desprezo, não posso compactuar com selvagerias!

Perseguido Sem Motivo disse...

Iconoclasta, Permita que eu faça de suas palavras acima como se fossem minhas. Tenho o mesmo sentimento por esse governo. Antes das eleições era tudo diferente, promessas foram feitas, muitas palavras foram ditas, acordos foram fechados. Tudo de boca pra fora, em vão e eu acreditei que nós poderíamos realmente ter nesse governo um governo finalmente justo, sem perseguição, verdadeiro, com compromisso real com a cidade e com os funcionários. Vergonha, é isso que eu sinto quando penso nas reuniões que participei com esse governo. Raiva, é o que eu sinto quando penso que fui e estou sendo perseguido injustamente por essa administração, mais especificamente pela administração da saúde. Ansiedade e esperança, é o que eu sinto quando penso que só falta 1 ano e meio pra isso acabar. Esse governo deveria se lembrar disso.

Colenghi disse...

Nenhuma explicação por parte de qualquer membro desse governo é digna de créditos.
Esse governo é um lixo e ano que vem, estaremos lutando corpo à corpo pela não reeleição. Panfletaremos no centro, usaremos a net, falaremos com vizinhos. Esclarecerei a todos o quanto fui perseguido por esse governo, coisa que nunca havia acontecido comigo antes.
Não me convencem. Lógico que a secretária entrar aqui e tentar convencer é direito dela, porém, não espere que seja fácil convencer-nos. Os que ela convence sãos de outro meio de comunicação, os radialistas da Vitoriosa.

Iconoclasta disse...

Não explicou nada! Não existe nada de novo no argumento da Thereza. Apenas esbarra naquilo que já estamos cansados de saber, da falta de estrutura fisíca adequada do Pronto-Socorro e com a transferência do atual PS para o Hostpita Municipal pode comportar um numero maior de usuarios do SUS. Mas ela não dá conta da qualidade do serviço, mas justifica usando o caos na saúde do país. Isso é pensar pequeno! Pois podemos citar exemplos de cidades onde a saúde é bem melhor assistida.
No outro tópico ela disse que as casas populares tiveram também problemas com um novo programa.
Esse pessoal do "Novo Modelo" é uma graça, quando não conseguem jogar toda a culpa sobre os funcionários -o que ocorre comumente - joga sobre o programa -nada novo também, pois outras secretarias já usaram do mesmo artificio - mas nunca assumem a própria responsabilidade. Isso é fato!
No entanto, na minha concepção qualquer pessoa com ligações intimas com o "Novo Modelo" deveria ser proibida de postar aqui, uma vez que somos censurados e perseguidos na administração.

Leandro Cezar Maniezo disse...

Faço minhas as palavras do Colenghi. Esse governo é um lixo. É uma mentalidade tão atrasada, tão arcaica que é impensável uma reeleição ou um sucessor. Depois de concordarem com a proposta da Dra.(?) Leila sobre a construção de um viaduto gitantesco em toda a extensão da Av. Mato Grosso dá mais medo do que vem pela frante.

Se demolirem o Pronto Socorro deveriam construir uma praça no lugar, invés de uma UPA. Assim compensaria a parte da praça que foi destruída para a construção do conservatório. Que arrumem outro lugar pra construir a UPA, que nao seja uma praça...

garliene arts disse...

FATO: Se não acabar com corrupção LOCAL , jamais teremos um HOSPITAL digno.Pois as nescessidades do cidadão jamais será atendido. O certo é construir hospital público digno dos cidadãos desta cidade.E aquele espaço pra outra finalidade na SAÚDE. CONTROLAR O QUE??? Ai fica a dança das receitas e exames, minoria engordando seus bolsos ,ninguém fiscaliza??,O CIDADÃO que se lixe COM SAÚDE.

Anônimo disse...

Internautas
Nota-se aqui um encrusdecimento com o tratamento dado ao governo. A oportunidade da secretária postar esclarecimentos aqui, deveria ser considerado como uma abertura ao diálogo, afinal, ela não tem obrigação de esclarecer os ataques, e somente ataques, que o governo municipal sofre por parte do blog.
Ataques, feitos sempre por funcionários descontentes, que acusam o governo de perseguição, se é que houve o fato. Mas subjetivamente, podem sentir-se prejudicados pela atrapalhada gestão de Iara Borges, que nunca foi unanimidade entre o governo e teve sua entrada mais por um capricho de uma certa personalidade do PMDB do que por capacidade técnica, como querem fazer acreditar.
Olha que o prefeito foi avisado e se notarmos, veremos que o desgaste passou a ser maior depois do episódio com os supervisores da dengue( o Sebastião Vieira à partir de então levou para o lado pessoal)ano passado. O próprio prefeito não a quer no cargo, mas há imposições.
A Secretária Griep está tentando abrir um canal aqui, não a culpem pelos erros de outra secretária. Senhor Leandro e senhor Colenghi: Se a administração é um lixo, peçam demissão.

Iconoclasta disse...

"Senhor Leandro e senhor Colenghi: Se a administração é um lixo, peçam demissão."

Como vc é idiota, a administração do "Novo Modelo" tem que melhorar muito para chegar na condição de lixo!!! E quanto a pedida de demissão, basta lembrá-lo que a prefeitura é um aparato público eletivo, assim há esperanças de melhora no futuro, e sempre mantendo o espirito crítico. Agora se fosse uma empresa PARTICULAR do Marcão não ficaria uma semana!!! Mas a PREFEITURA NÃO É DELE!!! São conjugações efêmeras, caso o poder que ele ocupa fosse nos moldes absolutistas -erroneamente julga ser - eu já tinha até mudado de cidade. Lembrando, essa administração é tão caótica e deformada que a expressão lixo ainda é um agrado.
No próximo ano vamos organizar nossas forças para se opor a qualquer chance de reeleição dessa cambada! PROPAGANDA! PROPAGANDA! PROPAGANDA! Vamos criar uma "caixa de resistência" para criação de panfletos, videos etc, acusando o governo de estupro da democracia.

Leandro Cezar Maniezo disse...

Prezado anônimo das 18:21: Pedir demissão??? Que piada! Vc q escreveu isso só pode ser cargo de desconfiança e está com medo de não arrumar outra boquinha, vai, portanto, ficar desempregado no ano que vem! Não se esconda no anomimato, coloque seu nome aí!

É isso mesmo que esse governo quer, desde o início com esse discurso de que quem não está satisfeito que peça demissão e vá fazer outra coisa.

Nosso direito está garantido e não precisamos puxar saco de ninguém pra continuarmos empregados! Estamos lá por mérico, conquistamos o nosso lugar! E vamos lutar por melhorias sempre!

Thereza Christina Griep disse...

Esclarecendo mais alguns questionamentos,
1. Curriculum: Primeiramente eu ocupo o cargo de secretaria de planejamento por ser engenharia formada, com diversos cursos de aperfeiçoamente em planejamento, gerencia de projetos e controle de qualidade, isso sem contar os 10 anos de experiencia em grande empreendimentos. Caso haja alguma dúvida da minha qualificaçao, peço o favor de todos que verifiquem a minha personalidade junto aos colaboradores das secretarias nas quais eu detenho a pasta que eles poderao certamente lhes oferecer maiores detalhes sobre a minha pessoa.
2. Area da UPA : A área onde foi construido o conservatório e a área onde hoje o pronto socorro encontra-se localizado não é praça, é area institucional, ou seja area destinada a equipamentos urbanos. Outro dado importante de se constar é que o Corpo de Bombeiro fez um estudo dos melhores locais para a instalação de uma unidade deste porte no municipio e o local onde encontra-se o pronto socorro atual foi escolhida a melhor entre as áreas que o municipio tem disponivel.

Camelo disse...

uma coisa eu sei: se o atual prefeito for candidato (ou qualquer pessoa que ele venha apoiar) terá minha irrestrita campanha!!!!!!!
Campanha negativa lógico, farei também de tudo para tirar cada voto que puder dele. e garanto que não serão poucos... entre família e amigos, farei uma corrente para esse Novo modelo de administração seja aposentado!!!!!!!

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 20 de junho de 2011.

Prezados Eleitores,

Pensar, livre pensar...

Dois extremos:

- De um lado, a Psicologia do Ilícito - pura e aplicada, e do outro, a truculência do Empreendedorismo Privado bem sucedido, na tentativa de Gestão da Coisa Pública...

E na Teoria do Confronto, o Eleitor e sua Consciência - que se torna o seu maior campo de batalha, quando passa a sentir pessoalmente ou na esfera familiar, os resultados de seu ato... digo, voto, por quatro anos ou mais!

Democracia é assim mesmo. Aprender com os próprios erros.

Erar uma vez? Tudo bem.
Errar duas vezes? Paciência.
Errrar três vezes? Ei... o que está acontecendo?
Errrrar quatro vezes? - Isso é ser BURRO COM FORÇA.

( sic )

Ou tem algo errado no Sistema.

E como nunca existiu a compra de votos, certamente poderemos focar outras áreas, nos próximos Pleitos.

Ainda bem que temos o direito de tentar acertar. E errando, um dia, acertaremos. [2]

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

garliene arts disse...

A corrupção é FATO e isto basta.
Nos somos sangue puro e qualificados pra cobrar seje de quem for .Se não concorda??Passe a cadeira e vamos ver o que acontece.BOM DIA .=)

Iconoclasta disse...

1ª Qualquer pessoa com ligações intimas com o atual governo municipal não tem o meu respeito;

2ª Uma vida baseada em princípios ÉTICOS e MORAIS não se constroi em banco de faculdade e nem com a garantia do diploma.

Colenghi disse...

Lamento informar e me perdoem alguns mas;
Diploma em áreas de ciências exatas como engenharia não conduzem ninguém à humanização do tratamento humano necessário no setor público. Pessoas não são simplesmente estatísticas e fórmulas não se enquandram na realidade.
À meu ver o administrador público deve estar embasado nas ciências humanas. Do contrário voltamos à época do positivismo ilustrado.

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 20 de junho de 2011.

Prezado Leandro,

JURO que pensei que fosse um excesso de sua parte...

Fonte da "MG-171 - Araguari Express Highway is True":
http://www.correiodearaguari.com/correio/index.php?option=com_content&task=view&id=4227&Itemid=29

Neófitos desocupados e colecionadores da Revista 4Rodas, alguém possue o exemplar onde a matéria se referia à nossa cidade como "... o pior trecho de São Paulo-SP a Caldas Novas-GO ... " ???

Poderíamos agraciar a Revista com esta nababesca solução...

- Os incômodos-viajantes seriam retirados dos nossos olhos;
- Nossa realidade seria retirada dos olhos deles;
- Os comerciantes locais se reuniriam para ratear os custos de cada Placa Comemorativa a ser afixada em cada coluna homenageando a astúcia e empreendedorismo dos idealizadores e

- Resolveríamos definitivamente o problema dos sem-teto nas nossas Praças...

E o POVO só queria um Pronto Socorrozinho para levar umas injerções nas nádegas na bunda - aplicada por profissional especializado - quando a febre apertasse ! E que ao menos, tivessem acesso por asfalto. Buzanfa de Eleitor sofre.

( sic )

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Flavio disse...

Quem sabe Galiene e Iconoclasta, voces dois imbecis por completo, sem formaçao nenhuma e sem conhecimento pratico nenhum saberiam governar melhor que todos os atuais gestores, quem sabe o Alvim fosse melhor, roubando descaradamente do povo igual ele fez, ele era psicologo, e grande porcaria o que ele fez foi roubar...

Quem sabe voces queiram outro ladrao ao inves de alguem que vem tentando recuperar os cofres publicos.

Iconoclasta disse...

O Flávio certamente é mais um agraciado por algum cargo de confiança do "Novo Modelo". Aproveite bem, pois essa mordomia está chegando ao fim!
Vc me chamou de carinhosamente de imbecil, pois vou mostrar o quanto vc é burro e contraditório nas suas argumentações. 1º vc sustentou a tese que eu não tenho formação alguma, extraiu dessa proposição o fato que sem formação não poderia governar bem, logo depois vc sugere o contrário ao citar o ex-prefeito Marcos Alvim, dizendo que ele era psicológo, isto é, alguém com formação, mas que no entanto soube apenas roubar.
Veja o quanto vc é burro! Estude mais um pouco, aproveite as duas oportunidades que o governo está lhe oferecendo: um alto salário para puxar o saco e a ociosidade da sua função para tentar absorver algum aprendizado interessante. Detalhe: quando vc unir conhecimento plausível estarei aqui esperando para discutir o que vc quiser, até deixo aberto a proposta para o debate.
Certeza da humilhação, deixo aqui meus votos de sincero foda-se e desconsideração pela sua pessoa.

Iconoclasta disse...

"...alguem que vem tentando recuperar os cofres publicos."

As vezes eu leio certas coisas e tenho que voltar por tão descabido é a idéia.
Vejam, recuperar os cofres públicos. Só se for a sua dimensão física né? Fazer um redimensionamento no espaço físico do cofre, pois assim caberia mais dinheiro. Tenho pena é do funcionário que vai trabalhar nessa recuperação física do cofre, o coitado não vai receber nem umas horinhas extras, pois ao contrário não teria motivo para redimensioná-lo.
Se é que me entendem.

garliene arts disse...

Iconoclasta faço suas palavras minhas palavras.BOA NOITE. =)) rindo muito .

Camelo disse...

O Flávio com certeza tah mamando muito nesse governo... para defender o Indefensável, só ganhando muito, rsrrsrsr

e Garliene e Iconoclasta é muito melhor ser imbecil que fazer parte de um governo como esse, sejamos todos imbecis, pois de parasitas metidos a espertos a cidade está repleta!!!!!!!!

Alessandre Campos disse...

Se a Gerência Regional de Saúde negou Alvará há mais de um ano atrás, tendo em vista que o prédio não atendia as normas, leis, resoluções, etc. da Vigilância Sanitária, como este mesmo órgão irá emitir o Alvará agora, sendo que as obras de recuperação não foram realizadas?

Só um "milagre politico" faz aquele Hospital funcionar, inclusive como pronto-socorro.

Quando foi assinado e qual a vigência do Contrato entre a Prefeitura e a UFU para a emissão do laudo técnico do HM?

Thereza Christina Griep disse...

Alessandre,

Como é de conhecimento de todos os problemas do Hospital Municipal possui diversos problemas com diversos orgaos: GRS, Tribunal de Contas, Ministerio da Saúde, Etc.

Outro fato é que se ninguem der a cara a tapa e puxar o problema para si, o Hospital Municipal de Araguari continuará sendo um elefante branco, e continuaremos sendo piada para região pela má utilizaçao do dinheiro publico.

Desta forma optamos por resolver um dos problemas do municipio a fim de melhorar a estrutura fisica que é disponibilizada a população, sem ficar caçando os culpados do problema Hospital Municipal, pois a apuração do que ocorreu com a verba do Hospital já esta sendo realizada pelo tribunal de contas da união e pelo MP.

Lembro que o maior problema detectado pelo Ministério da Saúde foi a instabilidade estrutural do prédio, alem do não cumprimento do contrato, os outros problemas, como:divergencia de materiais aplicados, portas, piso, etc são menos dificeis de se resolver.

Desta forma, contratamos a UFU (departamento de engenharia civil) para que fosse realizada a vistoria completa e um laudo da estabilidade estrutural do prédio. Alem disto o laudo preve as sugestoes de melhorias para o funcionamento completo do Hospital.

Quanto ao alvará de funcionamento já estamos em contato com a GRS e a Procuradoria Geral da União para o mesmo seja emitido ainda no proximo mes. Já sabemos que este será emitido com ressalvas para adequaçao dos demais itens, como piso, portas, etc.

Não sei se consegui responder todas suas dúvidas, espero que sim, mesmo assim estou a disposiçao para qualquer esclarecimento necessário.

Atenciosamente

Anônimo disse...

Ué...
mas o engenheiro José Acabou de dar entrevista na Rádio de Vocês(A Vitoriosa), explanando que a pedido do Governo municipal emitirá laudo atestando que a estrutura di prédio está perfeita. Até elogiou o arquiteto.
Perdoe-me o ceticismo, mas isso está mal contado. Me cheira à propaganda política pura e simples por parte de vocês, novos modelistas. Seu atual governo é contraditório até pra azer propaganda. Fazer propaganda, pois explicações sérias vocês não o fazem.

Anônimo disse...

Desculpem:
O Nome do Engenheiro é José Rady.

Marcos disse...

Tecnicamente, é difícil colocar o Hospital em funcionamento. Politicamente, também não será tarefa fácil, sobretudo porque envolve a garantia de recursos necessários à manutenção do órgão. Aliás, essa foi uma das falhas graves cometidas pelo ex-prefeito, com a conivência da Câmara. "Tocou" uma obra sem garantia dos recursos para funcionamento do futuro hospital. Isso contraria a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei de Licitações.
O que o governo atual pretende é utilizar parte do prédio como Pronto Socorro. Isso me parece possível. Claro, terão que ser removidos alguns obstáculos técnicos. Ao que tudo indica, o governo está agindo nesse sentido.
Vai solucionar o problema da saúde pública? Óbvio que não. Mas, sem dúvida, é benéfico para a sociedade. O simples fato de se utilizaram instalações novas e mais apropriadas já é uma melhoria considerável.
Quero discordar da Secretária quando ela diz que, em vez de buscar culpados, o governo preferiu resolver o problema. Acredito que a resolução do problema passa, necessariamente, pela responsabilização dos culpados. Assim, o município deveria ter adotado todas as medidas necessárias à mais rápida reparação do prejuízo causado aos cofres públicos. Poderia, por exemplo, instaurar processos administrativos e atuar ao lado do Ministério Público no processo judicial que busca recuperar o dinheiro sabidamente mal gasto na construção. Poderia, por exemplo, elaborar um projeto de lei prevendo que os executores (fiscais) de contrato sejam funcionários de carreira. Isso poderia evitar certas irregularidades e, agora, facilitaria a recuperação dos valores. Cobrar valores de ex-comissionado é tarefa quase impossível.
Infelizmente, essa é uma prática comum nos governos. Usam o argumento de que receberam a tera arrasada, mas não tomam todas medidas para apurar responsabilidades. Parece um código de ética às avessas.

Alessandre Campos disse...

Espero aguardar os próximos capítulos desta estória.

O alvará sendo provisório e por tempo determinado, creio que seja apenas o prazo necessário para a construção da UPA, depois disso, o HM voltará a ser um elefante branco.

Thereza Christina Griep disse...

Sobre o Engenheiro José Radi, sim foi solicitado um laudo dele, visto que o mesmo é engenheiro especialista em estruturas, pois não poderiamos nem iniciar a conversa sobre o hospital municipal se em uma constataçao previa de um engenheiro especializado a visão fosse de um prédio condenado, o que não ocorreu, o mesmo atestou que o prédio não tem graves problemas estruturais e que a movimentaçao que ocorreu no solo já está estabilizada.

Alessandre,

O Laudo provisório, preve o início do funcionamento pelo Hospital Municipal e designa prazos para as adequaçoes necessárias para a colocaçao do hospital em funcionamento. Como por exemplo, dentro das salas de cirurgias foram deixadas todas as tubulaçoes aparentes, o que não é aceito pela Vigilancia, desta forma todas deverão ser embutidas na parede, e para isso precisamos de um tempo. Este é só um detalhe da lista de coisas que precisam ser corrigidas.

A ideia é colocar ele para funcionar pelo pronto socorro e depois ir arrumando aos poucos cada problema e entao ir colocando o Hospital para funcionar. Para isso precisaremos contar também com apoio politico para liberaçoes de verbas estaduais e federais, visto que o municipio não consegue arcar sozinho com as despesas de um Hospital Municipal sem repasse algum das demais esferas do governo.

Regina Santos disse...

Quem sabe alguem quer continuar com aquela porcaria de Pronto Socorro!

Espero que dê certo.

Alessandre Campos disse...

Quero deixar bem claro que não sou contra o funcionamento do HM ou do Pronto Socorro ser modernizado.

Apenas, como cidadão araguarino, espero a resolução do problema.

Como arquiteto e urbanista sei da burocracia que é a aprovação de projetos de estabelecimentos de assistência a saúde pela GRS/ANVISA.

Alessandre Campos disse...

Então o laudo técnico da UFU (engenharia civil) foi trocado pelo laudo de um engenheiro autônomo contratado pela Prefeitura?

Sendo assim, considera-se que a UFU não foi contratada para a prestação do serviço.

Iconoclasta disse...

Já bateu o desespero nessa moçada do "Novo Modelo", quando começa aparecer funcionários do 1ª escalão do governo tentando dar justificativas de um governo que mostrou todo confuso desde o inicio da gestão, isso revela claramente como estão preocupados com os rumos de seus próprios interesses, uma vez que falta um ano meio para que porcaria de administração chegue ao seu fim!

Iconoclasta disse...

O máximo que vão conseguir é transferir o Pronto-Socorro para o prédio do Hospital Municipal, o que não vai deixar de causar transtornos na comunidade.
Com a mudança o Pronto-Socorro deixa de ser um ponto central, e a falta de médicos somada com toda a desestruturação da saúde pelo "Novo Modelo" o espaço físico apenas não vai ser capaz de amenizar a revolta da população com má qualidade do serviço prestado.
Quem acredita em melhorias provindas desse governo só pode ser idiota!

Anônimo disse...

Um dos problemas constatados no hospital municipal (dentre tantos) foi com a rede de gases medicinais (oxigênio, etc) que foi construida embutida na parede, contrariando a lógica da moderna dinâmica hospitar.

Em 2005 determinei a execução de um laudo (teste de estanqueidade) que evidenciou inúmeros vazamentos da rede. A solução apontada foi a inutilização da rede e a instalação de outra, com tubulação livre para eventuais reparos (por exemplo, sobre a laje). O laudo foi entregue ao prefeito.

Porém, com tantos percalços decorrentes da falta de fiscalização da execução da obra (entre 2002 e 2003) de nada adiantaria resolver a questão da rede de gases, sem a certeza de que o hospital entraria de fato em operação.

Não entrarei no mérito técnico estrutural, pois não sou engenheiro, nem arquiteto; entretanto, ouvi de um conceituado profissional da área que a estrutura não estaria condenada. Necessitaria, claro, de várias adequações.

O projeto de gestão do hospital, que não foi pensado nem elaborado ANTES da obra, foi feito por um grupo de trabalho, do qual fiz parte, em 2007; além do plano de gestão, elaboramos um demonstrativo do custo de operação e da necessidade de recursos para funcionamento. O pacote (projeto/demonstrativo) também foi entregue ao prefeito, em 2007.

Mantenho arquivo eletrônico de toda documentação pertinente ao assunto. Posso assegurar que, afora meu esforço pessoal, do médico Eduardo Braga (então diretor médico da SMS), do controlador-geral Alírio Gama, do técnico Humberto e alguns outros colaboradores (incluindo coordenadores de cursos de saúde da Unipac) ninguém mais se interessou em unir esforços pelo funcionamento do hospital.

Houve, ao contrário, forte e insidioso movimento contrário, tanto dentro da prefeitura, na Câmara Municipal e em setores privados de saúde, no sentido de que a coisa não caminhasse.

Esse assunto (hospital municipal) com seus equívocos, erros, omissões, esforços de poucos e muito bla-bla-bla, me é caro. Não só pela experiência adquirida na gestão do setor, como também pela frustração de ter tentanto, por 39 meses ininterruptos, fazer acontecer uma realidade que tantos teimavam em transformar em pesadelo.

Esse assunto ainda vai render. Continuarei vigilante, como cidadão e entusiasta do Sistema Único de Saúde.

Sem qualquer teor de crítica à secretária Thereza Griep, que parece se esforçar em relação ao assunto, me estranha sobremaneira que a autoridade sanitária do município permaneça calada, inerte e alheia, abrindo mão das prerrogativas de seu cargo e fugindo ao compromisso de prestar contas aos usuários do SUS. O salário, incluindo secretário-adjunto, deve estar sendo pago regularmente.

EDILVO MOTA

Anônimo disse...

me inoja saber como a apuraçao dessas fraudes tarda e escreve nossa historia dessa maneira, espero que o fim nao seje a impunidade por que sem essa grana como comprar esses aparellos tao caros e modernos que muitas vezes vem de paizes onde esse nao é o objetivo dos politicos, uma lastima!!!!!!!!!

garliene arts disse...

É angustiante como cidadã ficar lendo os textos a palavra HOSPITAL MUNICIPAL, aquilo lá nunca foi e será um hospital digno pra nos cidadãos de Araguari, o muito um Posto de saúde ou Pronto Socorro, E agora ouvindo José Rady aqui na Rádio Vitóriosa sobre assinatura do Laudo,usar da credibilidade deste engenheiro é mera especulação, jesuissss e desumano chamar aquilo de HOSPITAL.

Anônimo disse...

Hoje pela manhã o repórter João Carlos, da Rádio Vitoriosa, me disse que o engenheiro José Rady teria afirmado que o prédio do hospital está em perfeitas condições de utilização.

João Carlos disse ainda que ia telefonar para o diretor regional de saúde, Daltro Catani Filho, para saber mais detalhes.

Vale lembrar que em meados de 2007 recebi o ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO do hospital e o repassei ao prefeito. Com 12 meses de prazo para as adequações e autorização para funcionamento imediato, nenhum esforço político foi feito nesse sentido.

Aguardemos os próximos capítulos...

EDILVO MOTA

Thereza Christina Griep disse...

Alessandre,

Não foi trocado o laudo, a UFU está realizando o serviço para o qual ela foi contratada, o que ocorreu foi uma verificaçao previa para sabermos se existe estabilidade estrutural no prédio ou não.

Caso esta verificação condenasse o prédio, não seria necessário mais nenhum tipo de serviço, visto que o mesmo nunca poderia ser habitado.

Anônimo disse...

Garliene, desculpe mas você está equivocada.

A estrutura é sim de hospital. Os equipamentos e mobiliário idem.

Faltou somente vontade política e empenho, inclusive da sociedade civil organizada, para o hospital funcionar efetivamente.

Eu sei quantas horas de trabalho esse assunto custou a mim e a outros poucos companheiros, comprometidos com a causa (Eduardo Braga, diretor médico da SMS, Humberto, técnico em projetos, Alírio Gama Filho, Controlador Geral, Marcelo Junqueira, assistente da Sec. Planejamento, PC, etc, etc)

Quanto às fraudes denunciadas, relativas à época da construção, recebi em 2007 relatório do engenheiro Oswaldo Silvestre, com minúcias sobre não-conformidades na obra. Enviei, com ofício, cópia para o prefeito e o então secretário de obras. Nenhuma resposta até hoje.

Essa novela do hospital municipal tem mais vilões do que se imagina. Difícil encontrar alguém que tenha tomado atitude quando poderia ou deveria.

HIPOCRISIA é o resumo da ópera.

Edilvo Mota

garliene arts disse...

Edilvo acabei de ouvir o Prefeito sendo entrevistado NA RÁDIO VITORIOSA, e o próprio reconheceu que não será um hospital , como ele é o maior interessado que isto se resolva já é um bom sinal. E complementando , quando foi construido pode sim ter esta conotação que você coloca Edilvo, só que com o tempo do desgaste isto não será possivel hoje, merecemos sim um Hospital Municipal digno de nos cidadãos , basta ir a cidade vizinha e fazer pesquisa de como é ter um Hospital Municipal , desculpe Edilvo mas hoje aquilo la é desumano chamar de HOSPITALnão desmerecendo seu empenho na epoca.

Iconoclasta disse...

Isso está muito estranho, vejam as contradições

"Desta forma, contratamos a UFU (departamento de engenharia civil) para que fosse realizada a vistoria completa e um laudo da estabilidade estrutural do prédio. Alem disto o laudo preve as sugestoes de melhorias para o funcionamento completo do Hospital."

Post de hj:

"Não foi trocado o laudo, a UFU está realizando o serviço para o qual ela foi contratada"

1ª Diz que a UFU iria emitir um laudo sobre a estabilidade da estrutura física do hospital.
Agora já sustenta que o engenheiro José Rady foi contratado para fazer uma verificação prévia da estabilidade do prédio, e a UFU ficou delegada apenas outras funções de reparo.
E outra coisa, primeiro vcs contratam a UFU para fazer um serviço e só depois vai verificar a estabilidade do prédio?

Anônimo disse...

Garliene...

a concepção de HUMANIZAÇÃO DA SAÚDE passa ao largo de estruturas físicas faraônicas, ou equipamentos de última geração.

Aliás, Saúde, lato sensu, é "um estado de completo bem estar físico, mental e social".

É possível, pois, ter "saúde" humanizada numa acanhada estrutura física, como ocorre em regiões longíquas, ou mesmo em unidades básicas da própria Araguari. A HUMANIZAÇÃO está na atitude e no compromisso do profissional de saúde com os pacientes.

Contrário senso, é possível (e ocorre bastante) "saúde" DESUMANIZADA em prédios suntuosos, onde predomina a ganância, em detrimento do acolhimento e do verdadeiro interesse pelo semelhante.

Quanto ao tempo decorrido desde a construção, basta lembrar que temos na própria cidade hospitais construídos há décadas, que continuam funcionando.

A problemática está no descaso, no desinteresse e no desconhecimento técnico sobre o assunto.

EDILVO MOTA

garliene arts disse...

oOOOK Edilvo e continuemos de olho. !!!

Alessandre Campos disse...

Saúde pública passa pelo crivo do planejamento urbano.

Uma vez uma cidade desordenada fisicamente, a saúde dos seus munícipes não terá qualidade.

Há vários pontos a serem observados para que a saúde das pessoas possa estar preservada, não necessariamente nesta sequência:

- Emprego (auto-estima);
- Educação (equilíbrio);
- Mobilidade e Acessibilidade (liberdade);
- Saneamento Básico (respeito);
- Lazer e Entretenimento (prazer);
- Praça e Área Verde (convivência);
- Segurança (felicidade);
- Cultura (amor-próprio);
ETC....

O conjunto de todos estes pontos BEM planejados, oferecidos e distribuídos proporcionalmente, com qualidade e nos índices previstos pela ONU, as pessoas terão SAÚDE.

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 22 de junho de 2011.

Prezados Conterrâneos,

Uai gente... seria tão bom se Araguari tivesse UAI, né uai ?!

( sic )

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Marcus Vinicius disse...

Já que a nobre secretária desceu ao mundo dos simples mortais, poderia gentilmente responder o motivo de o governo Marcos Coelho não fornecer gratuitamente transporte para os universitários que estudam em Uberlândia e Catalão?
Foi promessa de campanha, com churrasquinho e tudo, porém, a realidade hoje é outra. Pagamos pelo serviço e o repasse feito pelo governo é ínfimo, afinal foi-nos prometido gratuidade Cristina.
Será que ano que vem terão cara de pau e óleo de peroba para solicitarem votos aos estudantes secretária?

Iconoclasta disse...

Prezado Marcus Vinicius, quando chegar próximo as eleições certamente vão procurar vcs estudantes, no ato do desespero para continuar no poder vão prometer até ônibus supersônicos para os estudantes.
E como já perderam verbas do projeto SOMMA por pura incompetência, as principais rua e avenidas ficarão sem o trabalho de revitalização, e a promessa de asfalto no bairro Vieno caiu por terra e por terra lá vai ficar. Mas para amenizar a situação, o senhor prefeito está visitando o referido bairro nos finais de semana e doando cesta básica para os moradores do bairro, muita generosidade desse homem não acha?

Walmir Empreiteiro disse...

Vou ti contá viu...Ô bloguinho. A cidade tá deslanchando, desenvolvendo pra quem quiser ver. Só num vê quem não quer. Num é por aí não! Vocês aqui do blog estão fazendo um serviço meia boca.
O hospital vai sair sim, falei pessoalmente como Marcão e ele me garantiu. E o Zé Radi, é gente nossa,garantiu que o prédio pode funcionar. Quero ver se a UFU ou o Estado vai ter peito pra barrar um laudo desse engenheiro.
E lá no Vieno Lucas,você podia verificar uma informação e por na pauta, afinal né Lucas, nosso programa é líder de audiência. Fiquei sabendo que o asfalto no Vieno vai atrasar, é atrasar, quem sabe atè num vai tê. Mas o Marcão, competente que ele só, em vez de levar infra estrutura, tá levando cesta básica pro pessoal no fim de semana. Junto com a Eunice. Tá aí, num dá asfalto, mas dá cesta.
E a cidade tá deslanchando!

Walmir Empreiteiro disse...

Eita bloguinho lambão! Marcão fecha essa M...
Quando apreender a conectar sozinho nessa tar de internet vou cabar com seis tudo.
Eu sou a favor da criação do departamento do trânsito, imagina só; o filho da dona maria sofre acidente, é din din pra nois ue. Multa o vagabundo que vou xingar ele aqui tudo. Mas tem que tropelar, é só bebe umas a mais na minha barraquinha lá da exposição que o neguinho sai bão pra fazer besteira. Vai deslanchar de acidente e din din da multa e tem vereador que é contra.
Todo mundo reclama de lei nova, mais despois fica acostumado. Eu lembro quando provo a tar lei da gravidade. Oje todo mundo paga pra ficar em pé, e paga feliz.
O povinho de bairro pobre num quer asfarto não sô! Eles reclamam que sem terra num dá pra plantar.

Maria Tereza disse...

Eunice prefeita kkkkkkkkkk que pena que todo a cidade sabe bem quem vc é...viu lindinhaaaaa e sabe como vc conseguiu ser vereadora pergunta para vc mesma...como consegui ser vereadora?quem sou e por que? todos sabem

Thereza Christina Griep disse...

Foi repassado mais de 300 mil reais para a Associacao Estudantil para que a mesma distribua a verba entre os estudantes que precisam de transporte publico.

Este foi o maior repasse ja realizado da melhor forma possivel para os estudantes. O Prefeito solicitou ao presidente desta instituicao que no proximo ano, verifique os alunos que precisam do beneficio na totalidade e distribua o repasse de forma a atingir primeiramente os mais carentes.

Se isto nao esta ocorrendo, voces estudantes devem checar com o presidente da associacao e verificar como esta sendo empregado o repasse que a prefeitura esta fazendo.

Anônimo disse...

ummmm trezentos mil na mão do Queijim, capataiz do Werley Macedo? governinho burro esse ein?

Beto disse...

Quem arca com a maior despesa é o estudante, o repasse que a prefeitura faz está longe de amenizar os compromissos que o governo assumiu com a categoria dos estudantes. Agora vem com essa estorinha do próximo ano! Fica muito fácil, so trouxa para cair nessa, ano que vem é ano eleitoral e nós estudantes vamos lembrar com muito carinho as promessas que o senhor Marcão e Jubão fez com a categoria. Pode deixar...

Marcus Vinicius disse...

Explica, mas não justifica!
Fora 15, bando de mentirosos!

Anônimo disse...

A prefeitura somente pode repassar a subvencao para a Associacao, ou voces acham que e possivel repassar direto aos estudantes???
Quem elegeu o presidente da associacao foi os proprios estudantes, sao voces que tem que conferir como ele esta empregando o dinheiro.

Iconoclasta disse...

Marcus, o "Novo Modelo" está sendo generoso com os estudantes, se não tem condições de levar os estudantes até a UFU, ele vai traze-la até a nós.
http://www.gazetadotriangulo.com.br/novo/index.php?option=com_content&view=article&id=15674:araguari-pode-receber-extensao-de-cursos-da-ufu&catid=41:educa&Itemid=165#comment-763

OBS: Idiota quem acreditar nesse joguinho político, até porque para manter um governo desse naipe no poder é mais que necessário manter a população desinformada.

Anônimo disse...

essoal, essa questão da subvenção aos estudantes que estudam fora é interessante. Da forma como está sendo feita, parece que não agrada aos interessados.
Talvez seja o caso de a Prefeitura rever essa forma de ajuda. Penso em duas possibilidades. Uma, a Prefeitura prestar diretamente o serviço por meio da contratação de uma empresa de transportes. Dois, transferir os recursos, mas exigir uma prestação de contas por parte da AUTI.
Do jeito que está, os controles estão muito frouxos e os serviços não estão sendo bem prestados, conforme demonstraram algumas reportagens de rádio e jornal.
Marcos

Anônimo disse...

não importa prefeito maracos coelho o quanto os opositores lhe critique esquecendo os tantos beneficios que já troxestes para araguari vá em frente não ti esmoureças-não desista de tuas lutas e objetivos nunca -abraços do amigo e admirador.

Iconoclasta disse...

Já iria parar no "maracos" mas como é o prefeito mesmo resolvi continuar a leitura, mas no "troxestes" já não deu mais. Tchau! Tente mais tarde!

Anônimo disse...

ERRAR É HUMANO MEU CARO AMIGO-MAIS UM FATO É CERTO PORQUÊ VCS DE ARAGUARI SE CRITICA TANTO UM PREFEITO QUE TANTO VEM SE ESFORÇANDO PARA LEVAR O PROGRESSO PARA NOSSA CIDADE ISTO QUE NÃO CONSIGO ENTENDER APRENDAM A VER O LADO BOM DAS COISAS VCS SÃO MUITO NEGATIVISTAS E QUANTO VC CARO AMIGO CRITICO -TIRE O [A] DO MARACOS E TERAS MARCOS E TB COLOQUE O {O]NO TROXESTES E TERÁS O TROUXESTES OK.ABRAÇOS E CUIDADO COM O ORGULHO INTELETUAL HEM.-NADA PESSOAL VIU.

Anônimo disse...

VEJA VC É UMA CARACTERISTICA MINHA ERRAR E APRENDER COM O MESMO EIS QUANDO DEPOIS ME VEJO ME CORRIGINDO A VIDA É ASSIM MESMO NÃO É-POR ISTO NÃO ME ENVERGONHO DE ERRAR PELO CONTRÁRIO POIS SE NÃO FOSSE ASSIM NÃO SABERIA O QUE HOJE SEI -HA-NÃO É {O}NO TROUXESTES NÃO É {U}-ANTES QUE ME CRITIQUES DE NÔVO- ABRAÇOS.CUIDADO MAIS UMA VEZ COM O ORGULHO INTELETUAL VIU.

Anônimo disse...

UMA COISA É CERTA AMO ARAGUARI NA MAIS AMPLA EXPRESSÃO DA PALAVRA E VIVO TORCENDO COM TODA MINHA FORÇAS A CADA CONQUISTA QUE ESTA OBTEM SEJA EM QUALQUER SEGMENTO DE SUA COMUNIDADE PRA VC VER QUE EU NEM MORO AI MAIS MUITO PERTINHO PARA ACOMPANHAR TODOS SEUS PROGRESSOS SABE PORQUE ME SINTO ASSIM -PORQUE ME MUDEI DAI -MAIS MEU CORAÇÃO FICOU AI.

Anônimo disse...

UM DIA VOCES VÃO SENTIR SAUDADES DESTE ATUAL PREFEITO QUE VOCES TANTO ENSISTEM EM SÓ CRITICAR-SABEM QUANDO ACONTECERÁ QUANDO O PRÓXIMO VIER AI VOCES VERÃO QUE POR ARAGUARI NUNCA SE PASSOU UM PREFEITO EMPREENDEDOR COMO O SR MARCOS COELHO FALO ISTO PORQUE CONHEÇO OS ANTERIORES DE LONGA DATA- E PELO QUE SEI ARAGUARI NÃO SE CRESCEU TANTO COMO NESTE DE AGORA EM TODOS OS SEU SEGMENTOS VOCES VÃO SE LEMBRAR DISTO QUE LHES ESCREVI A NÃO SER QUE VOCES SEJAM VIDENTES O SUFICIENTES PARA ELEGER UM MELHOR NA PRÓXIMA ELEIÇÃO QUE SE AVIZINHAM NÃO VOS ARREPENDAI-VOS DEPOIS VIU.E TENHO DITO.