quarta-feira, 15 de junho de 2011

Falta de medicamentos

Mais problemas na saúde pública. Começaram a faltar medicamentos básicos na "Farmácia Municipal" e no Pronto Socorro Municipal. Os cidadãos procuram, mas não conseguem medicamentos essenciais, que, diga-se de passagem, lhe são legalmente garantidos.
Indagada a respeito, a secretária de Saúde esquivou-se do problema. Afirmou que, desde outubro do ano passado, a lista de medicamentos em falta se encontra na Secretaria de Administração para aquisição pelo município.
É sempre assim. É mais fácil passar a culpa para o outro. Ninguém assume suas responsabilidades. Enquanto isso, negam-se às pessoas direitos básicos. Mas, fique, tranquilos, em 2012 eles bateram às suas portas pedindo voto...

5 comentários:

Anônimo disse...

Onde estão os arautos da boa nova, que cantavam em prosa e verso a necessidade de "mudanças" na Saúde?

Conversa de palanque e de boteco, aliciando votos, falando do que não se compreende, tem grandes chances de dar em nada.

Alguns novostempistas pularam fora do barco, na primeira marola, deixando o comandante "a ver navios". Outros, mais afoitos por cargos e verbas, deram uma banana para o interesse público e continuam placidamente sugando as tetas da viúva gorda.

Em 2012, todos voltarão, de porta em porta, de boteco em boteco, de igreja em igreja, de escola em escola, novamente prometendo o que não sabem se poderão entregar.

"De muito gorda a porca já não anda (Cálice!)
De muito usada a faca já não corta
Como é difícil, Pai, abrir a porta (Cálice!)
Essa palavra presa na garganta" MILTON NASCIMENTO E CHICO BUARQUE (Cálice).

Triste cenário, esse da política local...


Edilvo Mota

Iconoclasta disse...

Espanto algum,pois desde que a analfabeta política assumiu a saúde tem conseguido feitos históricos na sua pasta:

*Perseguição à funcionários;
*Sumiço do mamógrafo;
*Agravamento na prestação de serviços nas UB'S e Pronto-Socorro;
*Descredenciamento do PSF;
*Perda de recursos do Estado;
*Superfaturamento na aquisição de medicamentos;
*Incrivelmente falta de medicamentos;
*Falta de projetos;
*Falta de organização e planejamento na saúde


Edilvo vc deve sentir muita inveja desse currículo acima né? Rssss...

garliene arts disse...

Bandando-se pra outros ares as tais caixinhas , que o POVO precisa .O Gordo(a) mesmo Edilvo é o bolso de quem nem esta ai pra saúde de ninguém.
DIZ UM LIVRO:
"Ao Legislativo, e somente a ele, deve caber a elaboração da LEI.Ao Executivo cabe realizar as ações necessárias para que a sociedade possa atingir os fins a que se PROPÕE, fins estes estabelecidos em sua lei maior A CONSTITUIÇÃO.

Iconoclasta disse...

*CLI na saúde que investiga irregularidades com o manuseio de verbas públicas.

Aristeu disse...

É só os médicos tomarem conhecimento do estoque e receitaremm apenas os existentes, assim todos ficam bem na fita!