terça-feira, 31 de maio de 2011

Mais uma mentira do governo municipal

Sugiro a todos a leitura do texto do jornalista Wilson Prado intitulado: "TV Integração revela mais uma mentira do governo municipal".
Nele, o blogueiro relata mais um capítulo da novela "Hospital Municipal". Em especial, demonstra que os gestores do município estão faltando com a verdade ao afirmarem que a transferência do Pronto Socorro Municipal para o prédio do "Hospital" depende apenas da emissão de um laudo técnico pela Universidade Federal de Uberlândia. Segundo o autor, o serviço de confecção desse laudo sequer foi contratado pela Prefeitura.
Concordo integralmente com o jornalista. Este e outros fatos produzidos pela atual gestão demonstram a falta de cuidado com que vem sendo tratada a grave questão da saúde pública em Araguari.
Clique aqui e leia diretamente no Blog do Wilson Prado.

5 comentários:

Anônimo disse...

Hospital Municipal....

a quem interessou, e interessa, continuar fechado?

Edilvo Mota

Alessandre Campos disse...

Caro Marcos,

O Setor de aprovação de projetos da Gêrencia Regional de Saúde - Uberlândia (ANVISA), que Araguari está jurisdicionado, não admitirá ingerência em seus pareceres técnicos que condenaram o Hospital Municipal.

Não será um laudo da UFU que fará aquilo lá funcionar. São 32.000,00 jogados no ralo.

Faço projetos na área de Saúde e as exigências são grande para aprovação. Se não estiver de acordo com as Normas, Manuais, Resoluções, Portarias, Leis, e a cabeça de quem está analisando, NÃO SE APROVA PROJETO DE ESTABELECIMENTO DE ASSISTENCIA A SAUDE em qualquer especialidade na ANVISA.

E olha que eles não estão preocupados em serem tachados de "pessoas que impedem o progresso".

Portanto, "Hospital Municipal" de Araguari deve virar, nada mais, nada menos que a Secretaria de Saúde, pois lá, uma vez condenado pela ANVISA, só um milagre político para fazer aquilo funcionar como Hospital.

Tecnicamente, tudo isso que se fala sobre o Hospital Municipal funcionar após este laudo da UFU, é balela. Quem APROVA é a ANVISA e não Engenheiros da UFU.

Por outro lado, caso acatarem o laudo técnico da UFU, o custo para as adequações será alto.

Marcos disse...

Concordo com você, Alessandre. É preciso verificar se a adequação do prédio é viável econômica e juridicamente. Acho muito difícil aquilo funcionar como hospital. Só uma mágica política conseguiria viabilizar isso.
No curto prazo, poderá funcionar ali, no máximo, um pronto socorro. Ou seja, continuaremos sendo uma cidade interessante, onde o pronto socorro não fica anexo ao Hospital. No caso, continuaremos tendo uma "casa de triagem" que indicará quem será ou não atendido pelo SUS na rede privada.

Aristeu disse...

Garanto que para a iniciativa privada o prédio se torna totalmente viável. Certamente o darão de presente aos financiadores de campanha.

garliene arts disse...

Tenho orgulho de ser Araguarina, Mineira e Brasileira.Já é hábito meu fazer leitura dos blogs em questão onde sempre nos relata e nos coloca a informação dentro de nossa casa , como todos os meios de comunicação , mas ao fazer esta leitura acima eu me pergunto onde foi exatamente o ponto do erro cometido???O que foi feito naquele ponto pra resolver o assunto?? Bem são perguntas que talvez JAMAIS saberei. Parte dos envolvidos, estão hoje no atual governo e se no ponto em questão não fizeram nada , COMO PODE ser resolvido agora?? Tive um mal súbito estes dias , e tive que pagar tudo , desde a consulta até os exames e remedios. Triste e lamentável que a NOSSA cidade esteje passando por isto.Espero e quero acreditar que vamos resolver da melhor maneira , a população anceia por um bom atendimento a saúde, melhor educação , e segurança. Então quem é de responsabilidade , coloque seus TECNICOS pra fazerem estudos objetivos pra que o problema se resolva. A NOSSA CIDADE NÃO MERECE PASSAR POR ISTO.