sexta-feira, 6 de maio de 2011

IPTU: a bola está com a Dra. Leila, Promotora de Justiça

No Correio de Araguari de ontem, o Subprocurador do Município Dr. Dejair Flávio de Lima deixou bem claro que o governo Marcos Coelho nada fará para sanar as irregularidades verificadas na aprovação do inconstitucional Código Tributário Municipal. Disse ele que o "Executivo mansamente espera o parecer do Ministério público e, em sendo necessário [sic] a manifestação da Justiça, para por termo ao desgastante IPTU".
Diante desse posicionamento explícito de um dos participantes da reunião realizada com o Ministério Público, fica clara a intenção do Poder Executivo: deixa como está para ver como é que fica. O contribuinte que se dane (para não dizer coisa pior). 
Então, cabe perguntar à Promotora de Justiça Dra. Leila Maria Corrêa de Sá e Benevides se ela já adotou ou irá adotar, tempestivamente, as medidas judiciais necessárias para suspender a cobrança do IPTU e dos demais tributos previstos no inconstitucional Código Tributário. 
Com a palavra o douto Ministério Público.

3 comentários:

Aristeu disse...

Espero que no MP haja Lei lá.

Ianis disse...

Anônimo disse...

Sei... lá ?!

Atenciosamente,
O anônimo que disse. Na verdade, escreveu.

PS: Meu anonimato se faz extremamente necessário, por questões de MP. Muito Pavor.

Sandrinha disse...

Lei lá??? onde???