quarta-feira, 4 de maio de 2011

CEMIG: escuridão aqui e exposição lá fora

As reclamações contra a CEMIG se multiplicam. Contas altas e deficiente iluminação pública são estações do calvário por que passa o cidadão-contribuinte-consumidor.
Enquanto isso, a empresa pública encerrou 2010 com lucro líquido de 2,257 bilhões de reais, um crescimento de 5,8% sobre o resultado positivo de 2,133 bilhões de reais obtido em 2009.
Como presente para o consumidor, a Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou a CEMIG a aplicar um reajuste de 6,61% para os 5,8 milhões de consumidores residenciais da Empresa. Já para os demais consumidores de média e alta tensão, o reajuste será de 9,02%. Na média geral, o impacto do reajuste para todas as classes consumidoras será de 7,24%.
Agora, o que a grande maioria dos consumidores mineiros não sabe. Ao mesmo tempo em que presta serviços de qualidade duvidosa e aufere grandes lucros, a CEMIG vem sendo usada para ajudar a alavancar a candidatura de Aécio Neves à Presidência da República. De forma a alardear seu sucesso e crescimento, a CEMIG, ainda na gestão anterior, passou a fazer publicidade em todo o Brasil. Aqui em Brasília mesmo, é comum ouvir e ver peças publicitárias em que a CEMIG se considera a melhor empresa energética do país. O que os consumidores dos outros Estados têm a ver com a concessionária de energia elétrica de Minas? Eu, que ainda moro em Brasília, posso deixar de usar os serviços da CEB (Centrais Elétricas de Brasília) e usar os da CEMIG? Claro que não!
Moral da história: mesmo no escuro, nós, mineiros, estamos bancando a publicidade da CEMIG além das fronteiras do Estado, tudo para dar uma forcinha extra à futura candidatura do senhor Aécio Neves.

2 comentários:

Aristeu disse...

E o pior é que o cara não ganha!

EFGoyaz disse...

Bom, Aristeu. Nem sei se é tão pior assim. Deus que me livre de Aécio na presidência da República.