sexta-feira, 6 de maio de 2011

Araguari pode receber extensão de cursos da UFU

Autoridades locais se reúnem hoje com Reitor para discutir o assunto

Assunto de grande interesse da população, relacionado à área pública de educação superior e que há muito tempo permaneceu esquecido, a criação de uma extensão da Universidade Federal de Uberlândia em Araguari será abordada hoje, às 15h, na Pró-reitoria da UFU, Campus Santa Mônica. O prefeito Marcos Coelho de Carvalho (PMDB), as secretárias Eunice Mendes (Educação) e Thereza Griep (Planejamento) e o deputado Gilmar Machado (PT) irão se encontrar com o reitor da universidade, Alfredo Júlio Fernandes Neto. 


Foto: Divulgação
Pórtico de entrada ao Campus Santa Mônica da UFU em Uberlândia
A reunião terá como objetivo levantar a documentação necessária para que o projeto completo seja enviado ao MEC, dentro de 30 dias. A iniciativa surgiu a partir de um requerimento apresentado por Eunice Mendes em 2010, na época, presidente da Câmara.
A proximidade com Uberlândia e a existência de um limite mínimo de distância era um dos principais obstáculos, conforme circulava na cidade. No entanto, a direção da Universidade esclareceu em nota oficial que a criação de um novo campus depende da manifestação da sociedade civil, de representatividade na esfera federal, prefeitura do município e autorização do Ministério da Educação e do Conselho Universitário.
Um dos principais pontos para a criação da extensão é a doação de uma área institucional de 250 mil metros quadrados à UFU. “Vamos ver o que deverá ser organizado. A UFU precisa de um prédio para funcionar até a criação do campus, num terreno que não pode ser próximo de BR’s. A Universidade é regional, ela não é somente de Uberlândia. Em Patos de Minas, surgiram doze áreas, e o reitor pode até escolher a que melhor atendesse aos interesses da instituição. Acredito que aqui também não haverá obstáculos quanto a isso,” declarou a secretária de Educação.
Dentre os pontos positivos destacados por Eunice Mendes, a criação de um campus em Araguari trará valorização das áreas em torno desse campus bem como dos demais imóveis do município, aquecimento do comércio, facilidade para araguarinos concluírem o ensino superior. A idéia inicial é oferecer cursos de Engenharia e Agronomia.

Transcrito do jornal Gazeta do Triângulo, edição de 06/05/2011


Pitaco do Blog
Já discutimos este assunto aqui. Não compreendíamos por que o município não agia no sentido de trazer cursos da UFU para a cidade.
Continuamos acreditando na possibilidade de instalação de um campus de universidade pública na cidade.  Para tanto, basta que o município ofereça à UFU benefícios semelhantes aos já concedidos à Unitri, à Santa Casa, à Rede Integração e a outras entidades privadas. Com uma vantagem: no caso da UFU, o dinheiro público não iria direto para os cofres de empresários espertos.
Agora, só nos resta torcer para que essa notícia não seja mais um de estelionato eleitoral, utilizado para expor na mídia os nomes de futuros candidatos ao pleito de 2012. Aguardemos os desdobramentos dessas tratativas. Oxalá os gestores municipais tenham habilidade suficiente para extrair da UFU o máximo que puderem em benefício da cidade.

4 comentários:

Aristeu disse...

Ufa! Até que enfim, mas eu preferia UFA.

Dr. Marcelo G. O. Vieira disse...

A possibilidade de instalação de um campus da UFU em Araguari é uma ótima notícia. Como Coordenador do Curso de Matemática do Campus Pontal da UFU em Ituiutaba, digo que um dos elementos principais para a implantação de um campus da UFU em Araguari é a manifestação de interesse e apoio da sociedade de Araguari quanto à implantação de tal campus, o que inclui a disposição de cidadãos araguarinos ou da Prefeitura de Araguari em doar a UFU área compatível à construção de um campus. Sendo um filho de Araguari desejo que a sociedade de Araguari possa se unir por esta causa, deixando de lado quaisquer interesses menores. Hoje a experiência do Campus Pontal da UFU em Ituiutaba é um bom exemplo do quão benéfico, para a população de Araguari, a UFU e o Brasil, pode vir a ser a instalação de um campus da UFU em Araguari.

Edilvo Mota disse...

A possibilidade da expansão da UFU para Araguari surgiu em 2001, quando na discussão do orçamento da União, em Uberlândia, propusemos essa medida ao deputado Gilmar Machado.

Junto com o então deputado estadual Ricardo Duarte (médico araguarino radicado em Ituiutaba) e outros companheiros, fui signatário da proposta. Repito que falamos de 2001, há exatos 10 anos.

Desde então, fiz uma peregrinação junto ao Poder Executivo, sem conseguir sensibilizar o prefeito.

Finalmente, em 2006, quando fazia parte do governo, como secretário de saúde, consegui agendar uma reunião com o professor Arquimedes Diógenes Ciloni, então reitor da UFU. Participei da reunião e o reitor explicou exatamente isto que Dr. Marcelo relatou: a necessidade da manifestação do município de Araguari, apresentando sua contrapartida. Nenhuma ação foi tomada. Nenhum apoio foi buscado.

Na discussão do orçamento de 2007, em novembro de 2006, na Associação Comercial de Uberlândia, voltei a manifestar, isoladamente, o interesse de Araguari.

Mas como era o único membro do Poder Executivo, sem procuração, nem autorização formal, para fazê-lo, minha manifestação na tribuna da ACIUB ecoou sem ressonância.

Nesses anos todos, Araguari perdeu a oportunidade de trazer a extensão da UFU por puro descaso.

Quiça, agora, haja ação efetiva e a coisa aconteça. Afinal, a medida é de interesse coletivo.

Governo, quando age, apenas cumpre seu papel.

Governo que não age, fica com o ônus da omissão que a história, mais cedo ou mais tarde, cobrará.

Leandro Cezar Maniezo disse...

Pela notícia da Gazeta, pode-se observar que a coisa já começa engessada.

Em um trecho da reportagem pode-se ler: "Dentro dos próximos 15 dias, conforme definido na ocasião, será elaborado um pedido oficial à UFU para o funcionamento da extensão juntamente com os cursos a serem oferecidos no município. A princípio, serão três, com capacidade para receber 120 alunos por semestre. A única área vetada é Biomédicas, já oferecida na cidade por uma instituição de ensino particular. O projeto deve ser posteriormente apresentado ao MEC."

Fonte: http://www.gazetadotriangulo.com.br/novo/index.php?option=com_content&view=article&id=15682:criacao-de-campus-da-ufu-em-araguari-e-discutida-em-reuniao&catid=41:educa&Itemid=165

Olhem a falta de visão, já dizendo que não poderão implantar cursos na área biomédica, pois a UNIPAG já oferece tais cursos!!!