quinta-feira, 28 de abril de 2011

Quem sairá ganhando com a revisão do Plano de Cargos e Salários?

Anotem o que vou-lhes falar e me cobrem depois. Essa revisão do Plano de Cargos e Salários quer será proposta pelo governo sairá pior do que a encomenda.
Além dos erros que já indicamos aqui no blog, a edição de hoje do Correio de Araguari, jornal privado custeado pelo Poder Público, indica as verdadeiras intenções do novo modelo de Administração. Ao que tudo indica, além dos médicos e procuradores (já beneficiados), outros servidores ganharam aumento diferenciado (entenda-se maior do que será concedido à grande maioria dos servidores).
Pasmem! Quem sairá ganhando com essa revisão não serão os servidores de carreira,  mas sim os comissionados.  A Coluna Em Foco do Correio deixa bem claro isso. Vai além, indica os fundamentos para justificar o aumento diferenciado para alguns comissionados. O colunista afirma que os baixos salários pagos aos servidores de nível superior que ocupam cargos de direção estão afastando os bons profissionais do serviço público. Assim, é possível antever que, em vez de reestruturar as carreiras e pagar salários compatíveis com os níveis de complexidades das funções exercidas, a tal revisão servirá principalmente para aumentar os salários dos comissionados.
Daí a pergunta que não quer calar: e o salário dos servidores concursados de nível superior é compatível com os salários pagos pela iniciativa privada?
Leiam a coluna com seus próprios olhos:

R$ 1.444,52

Reivindica-se revisão geral dos salários pagos pela Prefeitura, mas há casos que são mais prementes, como, por exemplo, dos diretores, que ganham cerca de R$ 1.444,52, praticamente o mesmo valor que lhes era pago no tempo do último Governo do Ex-Prefeito Miguel Domingos Oliveira (1993 a 1996).

FORMAÇÃO SUPERIOR
Muitos departamentos da Administração Municipal exigem profissionais com formação superior nas suas direções, como no caso dos farmacêuticos, contadores, advogados, engenheiros, etc. A remuneração de um diretor da Prefeitura está muito abaixo do que estes profissionais ganham na iniciativa privada. Não há como contratar bons profissionais por salário tão baixo.

FUGA EM MASSA
Alguns poucos abnegados continuam na Prefeitura por compromissos políticos ou até mesmo considerações pessoais com seus superiores. No entanto, a toda hora ocorrem baixas nos melhores quadros da Prefeitura. No início do corrente abril a Ex-Diretora do Departamento de Licitação, que é advogada, deixou o cargo, devido ao baixo salário.

GANHANDO POR FORA?
O Diretor de Serviços Urbanos, que é engenheiro, recebe um complemento salarial, que lhe é pago com recursos próprios pelo Secretário Miguel Domingos Oliveira, conforme este declarou em entrevista numa emissora de rádio local. Miguel repassa parte de seu salário para poder contar com o engenheiro na sua equipe. Se não pagar perde o Diretor, que tem melhor oferta no mercado que os míseros R$ 1.444,52 que a Prefeitura paga a seus diretores.

ADMINISTRANDO GRANDES ESTRUTURAS
Departamentos como o de pessoal, de saúde, de contabilidade, farmácia, engenharia têm grandes estruturas e requerem elevado grau de profissionalismo, exigindo-se nas suas direções profissionais com formação superior, que não se contentam com remuneração de R$ 1.444,52 mensais.

 

8 comentários:

ANTONIA ARRUDA disse...

Também acho que quem tem uma melhor qualificação tem que receber um salário melhopr eu fiz curso superior e acho que merece reconhecimento. Porém acho também que todos os profissionais merecem respeito e salário igno , exemplo imagina a sala de um diretor sem uma pessoa que o limpe, imagina a hora do café sem a pessoa que o faz, imagine o prefeito com visitas em seu gabinete sem ninguém para limpeza ou servir água, imagine o posto de saúde apenas com médicos e enfermeiros padrões, sem as auxiliares e o pessoal da lipeza, imagine ainda quando estoura um cano na rua sem os servidores braçais da SAE para consertar, imagine os buracos na rua sem niguém para recapiar"isso quando o municipio fornece condições ao servidor", imagine os problemas enfretados com a dengue o qual a cada ano aumenta o numero de casos sem os agentes nas ruas, apenas com diretores e coodenadores, imagina uma creche sem a cantineira, as escolas, imagine os pacientes que necessitam de viajar para tratamento sem o motorista,IMAGINE.............. PODERIA ESCREVER MUITO MAIS, PORÉM ACHO QUE JÁ FICOU CLARO A MINHA PROPOSTA, TODOS OS FUNCIONÁRIOS MERECEM RESPEITO E DIGNIDADE NÃO IMPORTA SUA FUNÇÃO OU GRAU DE ESCOLARIDADE. PROFISSIONAIS DE CURSO SUPERIOR NÃO FAZEM NADA SOZINHOS É O GRUPO DE PROFISSIONAIS QUE FAZ UMA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EFICIENTE, MAIS ISSO É ALGO UTOPICO NA ADMINISTRAÇÃO DE ARAGUARI.

Marcos disse...

Concordo com você, Antonia.
Agora, tenha certeza, os funcionários que ganham um salário-mínimo não terão aumento algum. Veja que, se não fossem os aumentos dados pelo governo federal, esses servidores hoje estariam ganhando menos que o mínimo. Um absurdo.
Quanto aos funcionários de nível superior, o que o governo está fazendo é agravar ainda mais as diferenças. Enquanto médicos ganharão mais de 8 mil, várias outras cargos de nível superior mal chegarão a 1.000 reais. Mantendo esses baixos salários no nível superior, eles impedem que o pessoal de nível médio tenha melhorias salariais.
Enfim, nada irá mudar.

Edilvo Mota disse...

Antonia

você (como sempre) foi precisa na abordagem.

Além de qualificação técnica, que todo servidor deve possuir conforme a exigência de seu cargo, deveria ser preocupação do prefeito municipal avaliar o quociente emocional, a habilidade no trato interpessoal e o equilíbrio para administrar crises (dentre outros fatores), antes de nomear cargos comissionados em função de direção; ou antes de engolir nomes impostos por amigos "muy amigos" e similares...

antonia arruda disse...

Realmente podemos observar os professores, que possuem curso superior, e sem o professor não existiria nenhum outro profissional nem médico, nem advogado etc , no entanto para garantir o pagamento do piso nacional tem que trabalhar 8 horas por dia enquanto o médico ganha oito vezes mais que os EDUCADORES. ´É um absurdo porém sabemos que profissionais da educação não são valorizados porque o que interessa para polítiqueiro é um país sem cultura e alienado.

Anônimo disse...

E enquanto isso na sala de JUSTIÇA......
kkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

O prefeito continua fazendo CAG..........

Anônimo disse...

Não vejo a hora desta administração acabar...

Anônimo disse...

Eu nem assusto e nem me decepciono com tal atitude do governo nessa matéria. Quem tem um pouquinho de conhecimento da realidade sabe muito bem que as coisas não podem funcionar dentro dos principios éticos e morais, tendo a frente a figura do pastor Levi. Impossivel!