quarta-feira, 6 de abril de 2011

Moradores reclamam do atendimento em Posto de Saúde


Fonte: Jornal da Vitoriosa

10 comentários:

ANTONIA disse...

Essa é a realidade de Araguari um descaso total, mas também o que esperar de cabeças que pensam que trabalhar com DOENÇA é melhor que PREVENÇÃO, NÃO PODERIA ACONTECER NADA DE DIFERENTE.

Anônimo disse...

Essa administração está uma verdadeira vergonha para a região! Eita "Novo Modelo" vc está fazendo história.
Algumas coisas que não entendo;
Caos na saúde pública do município e a promotora preocupada com medidas tomadas contra os funcionários que foram lutar por melhorias nas condições de trabalho.
Caos na saúde pública ainda têm profissionais do setor pertecente ao seu alto-escalão recebendo homenagens no lesgislativo de Uberlândia.
Vai entender... Quanta hipocrisa! Isso chega a ser hipocrisia!

2012 está chegando! Ufa!!! disse...

A saúde de Araguari é o reflexo dos seus gestores.
Vcs lembram daquela "Carta Aberta" assinada por funcionários da saúde onde denunciavam os maus tratos? Nenhuma providência foi tomada na época. Ops! Foi sim... eles foram mais perseguidos ainda. Depois lembram da perseguição ao grupo de agentes sanitários de combate a dengue?
Então... são esses mesmos "profissionais" que tanto maltratam e perseguem funcionários que também proporcionam essa revolta na população como mostrado no video acima com seus métodos aplicados na prestação do serviço.
Ontem uma reportagem na Record falou sobre o caso do mamógrafo mostrando uma série de irregularidades, a CLI na saúde mostrou como que os recursos estão sendo manipulados; dinheiro em conta particular de servidor, documentos adulterados etc.
As coisas se encaixam tanto perfeitamente naquilo que é pior, que até parece que foi desenhado. Dúvido que qualquer outro governo consiga manter esse nivel trágico na saúde.

Anônimo disse...

Pois é pessoal falando na sobrinha do Tiboca já não está nem indo mais,estes dias ela ia esperava todos irem embora, ela também ia depois voltava por volta das 23 horas passava o cartão e ia embora não está cumprindo nem 06 horas de trabalho pois ia trabalhar por volta das 18 horas ou melhor fingir que estava trabalhando isso os chefes da secretaria de saúde não olham e nem se importam vigiam sim quem trabalha direito e o restante como essa moça e outros eles não cobram, tem gente que mente horário de serviço pois assinam folha de ponto outros faltam e seus chefes não cortam o dia e nem pedem atestado, uns são cobrados e outros ficam a vontade, isso é um absurdo.
Os gestores da saúde não estão nem aí pra nada e nem pra ninguem.

Anônimo disse...

ô cidade de sobrinho e sobrinha com sorte assim lá longe

Anônimo disse...

Pra vcs verem tamanha incoerência da situação.
Chegou um comunicado à categoria dos agentes sanitários essa semana dizendo que só vão tirar férias aqueles servidores com férias vencidas, e essa sobrinha de um certo vereador que é agente sanitária desfrutando um vida de marajá. Por que os gestores supremos da saúde não agem com pulso firme diante dessa situação ilícita e IMORAL. Isso mesmo, IMORAL SIM!!! Pois quantos alguns sevidores da área da saúde foram e estão sendo perseguidos essa moça está sendo protegida por vcs!!! Qual a razão disso? Existe algum propósito maior, já que a funcionária em questão é sobrinha de um vereador? Isso deveria ser melhor investigado. Mas interesses maiores sobrepujam a qualquer ação moral. Infelizmente essa é a triste realidade.

Edilvo Mota disse...

Fique tranquilo(a) servidor(a) indignado(a) com a "sobrinhagem"...

Com os pré candidatos anunciados para concorrer ao cargo de prefeito(a) (Marcos Alvim, Eunice Mendes, Mãe Preta, Werley, etc, etc) qualquer que seja o comprador, digo, vencedor alguns vereadores continuarão "na base". E alguns sobrinhos e sobrinhas continuarão (como sempre) desfrutando as benesses do ócio improdutivo e bem remunerado, às custas do tesouro municipal.

Enquanto isso, o Plano de Cargos e Salários continua mofando e os salários de quem trabalha congelados.

Colenghi disse...

"A classe médica indicou o cardiologista Dílson Martins de Deus, que conseguiu se manter no cargo por 16 meses. Depois, Marcão preferiu uma funcionária de carreira, com vasta experiência na gerência do Programa de Saúde da Família, a assistente social Iara Cristina Borges. Na época o fato foi comemorado afirmando-se que a nova secretária não estava ligada a esquemas políticos e nem a de categorias profissionais. Seria a solução para combater a grave crise que despontava e que se abateu no governo municipal. Dias atrás, Iara entrou com pedido de licença e setores do governo afirmam que foi somente uma maneira para suavizar a saída da servidora que, de fato, quer mesmo é se demitir. No seu lugar, o secretário-adjunto Rodrigo Povoa, assumiu interinamente o comando da secretaria de Saúde."
Fonte:
http://www.gazetadotriangulo.com.br/novo/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=27&Itemid=290
Depois de assistir ao MGTV 1ª edição de hoje, onde percebemos denúncias, inclusive de médicos que recebem sem trabalhar, falta de cumprimento de metas propostas pelo governo federal, penso realmente na capacidade técnica dos gestores.
Segundo a reportagem do MGTV, Aragauri está entre 8 municípios que estão ameaçados de serem descredenciados pelo SUS. E agora...se com o PSF já tá ruim, se perdemos então...
Será que a Capitã não voltará da licença? O certo não é afundar com o barco?
E a culpa não era do povo da dengue?

Iconoclasta disse...

Não vejo nenhuma novidade com a precária situação da saúde pública em Araguari. A nomeação da secretária Iara para a pasta foi um dos episódios mais ridiculos da administração atual.
Escandalos no TFD, CLI, perseguição a funcionários, agora a bomba do PSF. E olha que a mesma já foi coordenadora do PSF e depois secretária de saúde. O que torna mais lamentável ainda. Essa mulher é um baú de incompetência!!! Dúvida? Recorre aos fatos para refrescarem suas memórias. VERGONHA! VERGONHA!

Anônimo disse...

IARA
Técnica? Nunca deu conta do PSF, tinha quem trabalhasse para ela.
E agora Eunice, sua afilhada abandonou o barco...A culpa é tanta da Eunice quanto do Marcão...eita administração do PMDB!
Equanto isso, o combate á dengue também não cumpre metas. menos verbas! e o povo?