quinta-feira, 28 de abril de 2011

Bate-pau em ação

O bate-pau do novo modelo de administração entrou em ação novamente. O nem tão neófito Dejair Flávio de Lima aproveitou a sua coluna semanal no jornal "oficial" do "governo" (Correio de Araguari) para disparar  novamente sua metralhadora giratória. O alvo da vez agora foi o vice-prefeito Jubão, que havia questionado o aumento abusivo do IPTU aprovado por seu próprio governo.
Esse ataque verbal desferido pelo bate-pau demonstra duas coisas. Primeiro, o novo modelo está ruindo de vez, a ponto de Jubão apunhalar Marcão, assim como já fizera com Marquinho no passado. Segundo, Jubão está cada vez mais sem poderes na Prefeitura, uma vez que um reles Procurador do município usa a imprensa "oficial" para criticar a atuação do vice-prefeito, um dos seus chefes.
Leiam e se deleitem:


DORMINDO COM O INIMIGOLamentabilíssimo fol a atuação do vice-prefeito da cidade no Programa Bate-Confusão da emissora oposição. O Moço, que a todos chama de garotinho, e que no último pleito lhe chamaram de Molequinho, que agora entendi o porquê..., como se pudesse e fosse legítimo de sua parte, criticou sem nenhuma provocação, com todas as letras a administração pública, que se diga de passagem de forma injusta, como se dela não fizesse parte.Antevendo o pleito de 2012, já se lança candidato a Prefeito, aqui ou na sua terra natal, mas não sei se lá é possível, porque o histórico do último pleito, já  demonstra bem a sua densidade eleitoral. Demagogicamente, fala que este governo não tem gestão, não tem rumo, e que se algum benefício  veio, foi graças a sua influencia, fato que eu duvido, entretanto vi, conforme dito por vários rádio ouvintes nesta manha tarde de hoje, diante do circo querendo pegar fogo, aos olhos da oposição encantada, querendo ser simpático e lavando as mãos, para ver se ganha o eleitorado para o próximo pleito. Outro fato lamentável,foi quando afirmou que este IPTU é um assalto ao trabalhador e que foi ele o divisor de águas nas eleições de 2008, porque nas pesquisas era ponteiro. Será ??A matéria não vai contemplar  o contexto de sua fala, pois além de não valer a pena, entende que o mesmo faltou com a fidelidade, amizade, gratidão e companheirismo, elementos necessário e fundamental para um grande político, porquanto ao que assistimos, lamentavelmente foi a dramaturgia do Dormindo com o inimigo. 
Transcrito do Correio de Araguari, 28/04.

9 comentários:

Iconoclasta disse...

Essa ruptura era mais que esperada, pois a atual gestão é caótica desse o principio, nao consegue materializar nenhuma política voltada para o bem da comunidade, está lotada de cargos comissionados -diretores, secretários- para satisfazer apenas os interesses de grupos políticos,mas nada de interessante para o povo araguarino, instituiu-se na prática uma verdadeira oligarquia sem identidade e propósitos políticos sérios para a cidade.
O "Novo Modelo" já dá sinais de esgotamento, o seu colapso já foi anunciado faz tempo aqui no blog por inúmeros neófitos devido a tantas fragilidades.
O Jubão reclama que está sem poder na administração, mas com que álibi moral poderia ele reivindicar tal direito já que comercializou a sua imagem com o grupo de Marcão? O mesmo que acontece com aqueles que vendem o seu voto. Essa dissensão entre Jubão e o Marcão já estava desenhada, a mercadoria achou que foi o momento oportuno para o rompimento e futuramente submeter-se ao novo câmbio, talvez quem sabe já com pedágio incluso.

antonia arruda disse...

É isso aí! Quando nada vai bem a briga começa entre os aliados, acho que o juberson não é um bom político, como o coelho também não o é , aliás acho que Araguari está muito a desejar no que diz respeito a políticos. Mas também acredito que poucos que se dizem políticos sabem o que significa tal palavra!!!!!!!!!!!!!1

Aristeu disse...

Nesta briga de faz de conta é só circo para a platéia.

Anônimo disse...

Nem Marcão, nem Jubão ou qualquer integrante da atual gestão que se candidatar no próximo pleito vai ganhar alguma coisa, estão todos com o ''filme queimado'' junto à população de Araguari!

Anônimo disse...

Aposto com vocês, muitos voltam principalmente àqueles que tiverem dinheiro para pagar, agora pergunto será que os senhores vereadores volta? Será que os ex voltam?Será que os oposicionistas vão se eleger? Não conseguiram nem votos pra deputados, como fica/

Anônimo disse...

Dejair Flávio de Lima, o que é, e quem é este indivíduo?
Um advogado dentro da administração indicado pelo prefeito com a função de fazer as coisas funcionarem? Bem, se for isto creio que não tem feito o dever de casa pois, a adminstração em todos os setores não funciona!
Um oportunista político e covarde a ponto de crucificar pessoas contrárias aos interesses de seu patrão? Juberson não está sozinho! Existem inúmeras pessoas empregadas pelo prefeito repetindo o mesmo discuso de reprovação à adminstração! O que dizer do sobrinho do prefeito, o ex-secretário de saúde que sequer votou no seu tio? O senhor Dejair, sempre atento às coisas da mídia e sempre rápido e duro, em momento algum comentou o criminoso e ou delituoso fato! O senhor dejair não lembrou o prefeito da imperiosa, urgente, necessária e obrigatória reforma tributária no início do governo! O senhor Dejair, por certo vê coerência nos atos do prefeito pois lhe é fiel, amigo, grato e companheiro! Que Deus me livre destas "amizades" e destes "companheiros". E pensando bem, não tendo dinheiro público para comprá-los estaram sim, sempre bem distante, deixando meu saco em paz. E a Secretaria de Administração, Planejamento e Fazenda? Com toda sua competência e disposição para ajudar seu amigo prefeito bem que poderia colaborar para que funcionacem!
Neste momento, incluo o senhor, seu Dejair, dentro do mesmo saco de lixo, onde, já se encontram o prefeito, o vice, a ex presidente da Cãmara e tantos outros.
Apenas por curiosidade! O Senhor Dejair já deve um amigo e companheiro de nome, Mãe Preta? Aliás, este cidadão caiu de amores por um certo candidato a deputado e não ficarei surpreso se o senhor num futuro breve também vier a enche-lo de elogios, afagos, promessas de lealdade e amizade eterna! Claro, tudo tem um preço!
Peço para não perderem tempo tentando adivinhar meu nome. E sim, buscando saídas para retirar do atoleiro este NOVO MODELO DE ADMIISTRAÇÃO.

Edilvo Mota disse...

O próprio Jubão comentou comigo, pessoalmente, por duas vezes, que não tem espaço no governo.

E que (nas palavras dele, Jubão) quem manda de fato no governo é a vereadora Eunice Mendes.

Vá entender uma coisa dessas....

Iconoclasta disse...

Como poderia ter espaço, pois se vendeu. Não tem moral alguma para exigência.
Só não rompeu com o governo antes porque ainda queria o apoio da base do governo e o uso da máquina a seu favor. Agora com o governo definhando a passos largos e a única eleição para disputar é a municipal, fica óbvio a ruptura.
Não precisa nem ser uma grande analista político para chegar nessa conclusão, agiu sempre com o oportunismo que lhe é de praxe.
E nunca cumpriu com suas palavras. Não tenho nenhum respeito por esse garotinho.

Anônimo disse...

Então as principais medidas do governo está sendo tomadas na cama! Onde chegamos!