sexta-feira, 29 de abril de 2011

PT aprova volta de Delúbio Soares ao partido

Com 60 votos a favor e 15 contrários, o diretório nacional do PT aprovou a refiliação do ex-tesoureiro Delúbio Soares ao partido, quase seis anos após a sua expulsão por gestão temerária. Delúbio foi o pivô do escândalo do mensalão, que resultou na maior crise enfrentada pelo governo de Luiz Inácio Lula da Silva.
Segundo noticiado, o próprio Lula deu aval para que o diretório nacional do PT aceitasse de volta o bom filho Delúbio.
Leia a reportagem completa no Portal IG 


Pitaco do Blog
Quem é Delúbio? O que é mensalão? Esse "trem" é de comer ou de passar no cabelo?
Dúvidas de um brasileiro com memória curta.
Desculpem-me. Essas brincadeiras são necessárias. Somos num país muito sério. Afinal, nunca antes na história do Universo, os envolvidos no maior escândalo de corrupção de um país foram tão exemplarmente punidos. A Justiça já julgou e condenou todos os corruptos. O Presidente que não sabia de nada foi afastado da vida pública. Nenhum dos parlamentares envolvidos conseguiu ser eleito novamente.
Enfim, a volta do Delúbio é a demonstração de que as injustiças não são perpétuas. Agora, o PT, demonstrando ausência de rancor, receberá, de braços abertos, o seu honesto ex-tesoureiro. Quando será a primeira distribuição de cheques do Banco Rural? Me chamem que eu vou!

1 bilhão de reais serão investidos em Catalão

MITSUBISHI ANUNCIA INVESTIMENTOS DE R$ 1 BILHÃO PARA GOIÁS
Nesta manhã de quarta-feira, dia 27 de abril, o governador Marconi Perillo recebeu o presidente da Mitsubishi Motors do Brasil, Robert Rittscher, no Palácio das Esmeraldas, para solenidade de assinatura do protocolo de ampliação da montadora sediada em Catalão, selando mais um capítulo da parceria entre Governo do Estado e a fabricante automobilística, que teve início há 12 anos.
Com investimentos no montante de R$1 bilhão, a Mitsubishi pretende ampliar a sua capacidade produtiva no Estado, hoje projetada para 50 mil carros por ano. A intenção é ampliar sua capacidade de produção para 100 mil carros anualmente, o que equivale a uma produção diária de 300 carros. Calcula-se que 2,4 mil novos postos de trabalho diretos serão abertos para suprir a demanda criada com a ampliação, a qual deve ser concluída nos próximos quatro anos.
“Além de R$1 bilhão, teremos outras centenas de milhões de reais que serão investidos por meio de indústrias de autopeças e de componentes automobilísticos que precisarão suprir as necessidades da montadora. Anunciamos no início do governo que teríamos investimentos superiores a R$ 10 bilhões para o Estado e esses números estão se confirmando a cada dia”, exaltou Marconi Perillo.
Leia a notícia na íntegra clicando aqui.

Pitaco do Blog
O governo de Goiás joga pesado na concessão de incentivos fiscais. Com isso, propositalmente, transformou Catalão numa experiência de sucesso. Esse "outdoor" do sucesso goiano encontra-se, propositalmente, bem na divisa com o estado de Minas. Do lado de cá do rio Paranaíba, somos comandados por governadores que, em vez de fabricar veículos, preferem cobrar impostos de carros velhos e ultrapassados. Só faltam cobrar IPVA das carroças de tração animal...
Por causa dessa diferença de política de desenvolvimento entre os Estados, Araguari vai perdendo espaço no cenário regional. Em breve, vamos ser meros exportadores de mão-de-obra para Uberlândia e Catalão. Corremos, ainda, o sério risco de nos tornarmos cidade-dormitório das nossas prósperas vizinhas.
Calma, aí! Nada é tão ruim que não possa piorar um pouco mais. A situação tende a se agravar sensivelmente graças à inoperância da nossa classe política. Extremamente corruptos e incompetentes, nossos gestores públicos não conseguem sequer melhorar a infraestrutura da cidade para atrair mais investimentos.

Sorteio de Bolsas Exatas: última chamada

Conforme combinado, realizarei neste sábado o sorteio da segunda e última bolsa de estudos Exatas para o curso preparatório para o concurso da Prefeitura. As aulas do curso de final de semana começarão amanhã na unidade do Curso Exatas, Rua Padre Gil, nº 51, Jardim Regina, telefones: 3241-2565 e 3246-4575.
Listei os pretendentes de acordo com a ordem de recebimento dos e-mails de inscrição. Para escolher o vencedor ou vencedora, utilizarei o resultado da Loteria Federal de amanhã. Como temos poucos concorrentes, o(a) vencedor(a) será aquele(a) que tiver o número correspondente à última unidade do primeiro prêmio ou, pela ordem, de um dos prêmios subsequentes, se necessário. Encerrarei as inscrições hoje à noite. Os concorrentes receberão, por e-mail, os números com os quais concorrerão.
Para participar, basta enviar um e-mail com os dados básicos de identificação (nome, RG, telefone e endereço) para observatoriodearaguari@gmail.com até as 23h59 de hoje.
Boa sorte a todos!

Quem quer bis?

A coluna Acertando o Alvo, do Paulo Bolsas (Correio de Araguari, 28/04) traz várias notas interessantes. Esta é uma delas:

Políticando
Quem já decidiu também que vai disputar as eleições é o atual Prefeito Marcos Coelho. Aliás, ele espera concretizar todas as obras em tempo hábil na busca de se fortalecer politicamente para enfrentar os adversários que vêm por aí. Temos vários nomes circulando, no entanto, têm alguns que não terão a menor chance. É sabido que outros colocam os nomes agora somente para figurar na mídia e ter seus nomes em evidência.
Pitaco do Blog
Sinceramente, não acredito no que acabei de ler. Depois de uma administração desastrosa, o senhor Prefeito ainda quer ser reeleito?
Se ele usasse um pouco de bom senso, em vez de querer a reeleição, já teria pedido o boné. Esse raro gesto altruísta faria um bem danado à população. Na pior das hipóteses, ele deveria tentar fazer um bom final de governo e não manchar ainda mais a sua biografia.
Se continuar nessa toada, terminará a gestão em situação pior que a do seu antecessor, Marcos Alvim. Além da truculência própria de alguns integrantes da gestão atual,  a única diferença visível em relação ao governo anterior  está no fato de que as irregularidades atualmente praticadas ainda não vieram todas à tona. Por sorte do Marcão, o seu governo ainda não passou por uma auditoria séria da Controladoria-Geral da União,  semelhante à que descobriu as falcatruas da gestão anterior. Mas, se continuarem as irregularidades, tenham certeza de que essa fiscalização ainda irá ocorrer. Aí, a  casa pode cair!

Em discussão, em votação, aprovado! O quê?

O vereador Aladino Costa reclamou das dificuldades de entender, na íntegra, o projeto de lei que criou o SIM, aprovado pela Câmara na sessão de terça. Disse que ia falar do assunto na tribuna daquela Casa.
É claro que esse projeto é complexo e mexe com os direitos dos produtores e fornecedores do munícipio. Isso já justificaria uma melhor discussão da matéria.
Entretanto, o vereador, em vez discutir o assunto na tribuna da Câmara, limitou-se a aprová-lo sem saber o que estava fazendo. Esse pecado não é "privilégio" do Aladino. A grande maioria dos vereadores nem sabe o que está votando. Com isso, demonstram não merecer os absurdos salários e vantagens que recebem. Câmaras omissas, como a de Araguari, são o sonho dos Prefeitos com tendências ditatoriais.
Os vícios da Casa são muito claros, mas nenhum edil quer resolvê-los. Por exemplo, jamais será realizado concurso público para contratar técnicos capazes de examinar esses projetos mais complexos. Assim, os vereadores, ao invés de receberem opiniões técnicas de advogados, contadores e engenheiros concursados, contarão apenas com a opinião (achismo) dos seus apaniguados assessores, que, muitas vezes, nem sabem o que estão fazendo na Câmara (se é que sabem onde fica a Câmara).
A situação é grave. Demonstra a falta de interesse dos vereadores em fiscalizar e coibir ilegalidades praticadas e propostas pelo Executivo. Com tanta incompetência e omissão, os Marcões e Marquinhos deitam e rolam.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Eleições 2012

Engana-se quem pensa que as eleições de 2012 ainda não começaram. Os candidatos a candidato estão a mil por hora.
Quer algumas dicas sobre os candidatos? Simples assim: você sabe que as eleições estão chegando quando:
1. o prefeito Marcos Coelho tenta justificar o injustificável e ilegal aumento do IPTU e listar as obras do novo modelo de administração;
2. o ex-prefeito Marcos Alvim insiste em dizer que é inocente e que o Hospital Municipal está em condições de funcionamento;
3. o vice Jubão abandona o barco que está à deriva, passando a cuspir no prato em que comeu, tudo por uma questão de conveniência e oportunismo político;
4. ao sintonizar a Rádio Onda Viva, você ouve centenas de vinhetas diárias com o nome do Werley Macedo ou tem que aturar o Carlos Machado enaltecendo os feitos do seu chefe na Câmara e na emissora;
5. o Mãe Preta ressuscita, falando mal de todo mundo e dizendo que é inocente, que nunca utilizou dinheiro e máquinas públicas na sua fazenda em Ipameri, etc.
6. o Justino Carvalho reaparece em Araguari, dizendo que está voltando definitivamente para a cidade;
7. o Alfredo Paroneto vem à mídia enaltecer os próprios feitos à frente da Santa Casa, esquecendo-se de que o crescimento da instituição deve-se, sobretudo, à incompetência do setor público e à farta injeção de recursos públicos naquele hospital privado;
8. a vereadora Eunice Mendes aparece em todas as inaugurações, regabofes e viagens patrocinados pelo novo modelo de administração.

Bate-pau em ação

O bate-pau do novo modelo de administração entrou em ação novamente. O nem tão neófito Dejair Flávio de Lima aproveitou a sua coluna semanal no jornal "oficial" do "governo" (Correio de Araguari) para disparar  novamente sua metralhadora giratória. O alvo da vez agora foi o vice-prefeito Jubão, que havia questionado o aumento abusivo do IPTU aprovado por seu próprio governo.
Esse ataque verbal desferido pelo bate-pau demonstra duas coisas. Primeiro, o novo modelo está ruindo de vez, a ponto de Jubão apunhalar Marcão, assim como já fizera com Marquinho no passado. Segundo, Jubão está cada vez mais sem poderes na Prefeitura, uma vez que um reles Procurador do município usa a imprensa "oficial" para criticar a atuação do vice-prefeito, um dos seus chefes.
Leiam e se deleitem:


DORMINDO COM O INIMIGOLamentabilíssimo fol a atuação do vice-prefeito da cidade no Programa Bate-Confusão da emissora oposição. O Moço, que a todos chama de garotinho, e que no último pleito lhe chamaram de Molequinho, que agora entendi o porquê..., como se pudesse e fosse legítimo de sua parte, criticou sem nenhuma provocação, com todas as letras a administração pública, que se diga de passagem de forma injusta, como se dela não fizesse parte.Antevendo o pleito de 2012, já se lança candidato a Prefeito, aqui ou na sua terra natal, mas não sei se lá é possível, porque o histórico do último pleito, já  demonstra bem a sua densidade eleitoral. Demagogicamente, fala que este governo não tem gestão, não tem rumo, e que se algum benefício  veio, foi graças a sua influencia, fato que eu duvido, entretanto vi, conforme dito por vários rádio ouvintes nesta manha tarde de hoje, diante do circo querendo pegar fogo, aos olhos da oposição encantada, querendo ser simpático e lavando as mãos, para ver se ganha o eleitorado para o próximo pleito. Outro fato lamentável,foi quando afirmou que este IPTU é um assalto ao trabalhador e que foi ele o divisor de águas nas eleições de 2008, porque nas pesquisas era ponteiro. Será ??A matéria não vai contemplar  o contexto de sua fala, pois além de não valer a pena, entende que o mesmo faltou com a fidelidade, amizade, gratidão e companheirismo, elementos necessário e fundamental para um grande político, porquanto ao que assistimos, lamentavelmente foi a dramaturgia do Dormindo com o inimigo. 
Transcrito do Correio de Araguari, 28/04.

Questão de concurso da Prefeitura

Onde estava o Jubão quando o ex-Prefeito Marcos Alvim "construiu" o "Hospital Municipal" e quando o atual Prefeito aumentou, de forma irregular, o IPTU e outros tributos?
a (    ) em Marte;
b (    ) em Caetés;
c (    ) viajando às custas do dinheiro público;
d (    ) passeando de carro importado novo;
e (    ) dormindo com o inimigo.

Quem sairá ganhando com a revisão do Plano de Cargos e Salários?

Anotem o que vou-lhes falar e me cobrem depois. Essa revisão do Plano de Cargos e Salários quer será proposta pelo governo sairá pior do que a encomenda.
Além dos erros que já indicamos aqui no blog, a edição de hoje do Correio de Araguari, jornal privado custeado pelo Poder Público, indica as verdadeiras intenções do novo modelo de Administração. Ao que tudo indica, além dos médicos e procuradores (já beneficiados), outros servidores ganharam aumento diferenciado (entenda-se maior do que será concedido à grande maioria dos servidores).
Pasmem! Quem sairá ganhando com essa revisão não serão os servidores de carreira,  mas sim os comissionados.  A Coluna Em Foco do Correio deixa bem claro isso. Vai além, indica os fundamentos para justificar o aumento diferenciado para alguns comissionados. O colunista afirma que os baixos salários pagos aos servidores de nível superior que ocupam cargos de direção estão afastando os bons profissionais do serviço público. Assim, é possível antever que, em vez de reestruturar as carreiras e pagar salários compatíveis com os níveis de complexidades das funções exercidas, a tal revisão servirá principalmente para aumentar os salários dos comissionados.
Daí a pergunta que não quer calar: e o salário dos servidores concursados de nível superior é compatível com os salários pagos pela iniciativa privada?
Leiam a coluna com seus próprios olhos:

R$ 1.444,52

Reivindica-se revisão geral dos salários pagos pela Prefeitura, mas há casos que são mais prementes, como, por exemplo, dos diretores, que ganham cerca de R$ 1.444,52, praticamente o mesmo valor que lhes era pago no tempo do último Governo do Ex-Prefeito Miguel Domingos Oliveira (1993 a 1996).

FORMAÇÃO SUPERIOR
Muitos departamentos da Administração Municipal exigem profissionais com formação superior nas suas direções, como no caso dos farmacêuticos, contadores, advogados, engenheiros, etc. A remuneração de um diretor da Prefeitura está muito abaixo do que estes profissionais ganham na iniciativa privada. Não há como contratar bons profissionais por salário tão baixo.

FUGA EM MASSA
Alguns poucos abnegados continuam na Prefeitura por compromissos políticos ou até mesmo considerações pessoais com seus superiores. No entanto, a toda hora ocorrem baixas nos melhores quadros da Prefeitura. No início do corrente abril a Ex-Diretora do Departamento de Licitação, que é advogada, deixou o cargo, devido ao baixo salário.

GANHANDO POR FORA?
O Diretor de Serviços Urbanos, que é engenheiro, recebe um complemento salarial, que lhe é pago com recursos próprios pelo Secretário Miguel Domingos Oliveira, conforme este declarou em entrevista numa emissora de rádio local. Miguel repassa parte de seu salário para poder contar com o engenheiro na sua equipe. Se não pagar perde o Diretor, que tem melhor oferta no mercado que os míseros R$ 1.444,52 que a Prefeitura paga a seus diretores.

ADMINISTRANDO GRANDES ESTRUTURAS
Departamentos como o de pessoal, de saúde, de contabilidade, farmácia, engenharia têm grandes estruturas e requerem elevado grau de profissionalismo, exigindo-se nas suas direções profissionais com formação superior, que não se contentam com remuneração de R$ 1.444,52 mensais.

 

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Como "funciona" a saúde pública em Araguari

Como "funciona" a saúde pública em Araguari? É simples. As pessoas procuram os ESFs. Como não existem médicos suficientes e alguns não cumprem suas jornadas de trabalho, essas pessoas não são satisfatoriamente atendidas. Assim, correm para o PSM. Em face da grande demanda e das falhas do PSM, os cidadãos são novamente mal atendidos. A excessiva demanda é ocasionada em parte pela má prestação de serviços pelos ESFs, que deveriam funcionar como porta de entrada do sistema. Já as falhas do PSM são parecidas com as dos ESFs: insuficiência de médicos, descumprimento de jornadas de trabalho pelos médicos e profissionais de saúde, falta de equipamentos básicos, etc.
Esse é o problema. Agora, qual é a solução encontrada pela Prefeitura? Simples também. Em vez de dar atenção a esse atendimento básico, a Prefeitura coloca a maior partes dos recursos públicos nas mãos dos empresários do setor de saúde. Santa Casa de Mi$sericórdia, clínicas e laboratórios vão se enriquecendo em contratos generosos e estranhos. Basta dar uma olhadinha nas suntuosas instalações desses estabelecimentos, para confirmar o quanto são prósperos. Como dinheiro não cai do céu, imaginem de onde ele está saindo...
Além disso, a Prefeitura investe na construção e locação de imóveis para instalar novos ESFs, Policlínicas, UPA e o escambau. O importante para o governo é espalhar placas noticiando a instalação dessas futuras unidades. Se existem recursos para fazê-las funcionar, não importa. Aliás, a existência de recursos suficientes para contratar médicos e equipar as unidades já existentes também é assunto de menor relevância. Isso fica para os  futuro. O "Hospital Municipal", objeto de várias inaugurações, está aí para nos mostrar o quanto essa "política" é errada. Até agora, ninguém foi preso, o hospital (elefante branco) não funciona e a população continua o seu calvário.

Até tu, Jubão?

Não ouvi a entrevista do vice-prefeito Juberson na Rádio Onda Viva. Mas, dizem que ele atacou o governo Marcos Coelho, do qual faz parte. O principal alvo do vice foi o aumento do IPTU, cujos carnês já começam a aterrorizar a população da cidade.
Ora, quando da aprovação dos aumentos do IPTU, o senhor vice não fazia parte do governo? Será que ele foi acometido de alguma espécie de amnésia seletiva? Só se lembra daquilo que lhe interessa?
Na minha opinião, ele deve estar preocupado com os rumos do (des)governo Marcão. É que as inúmeras falhas e mazelas da gestão atual podem se refletir negativamente nas suas pretensões eleitorais. Talvez isso explique esse comportamento dúbio do vice-prefeito.
Acredito que boa parte da população não irá acreditar nesse teatro. Afinal, os cidadãos de bem (aqueles que não vendem seus votos) costumam não gostar de político do tipo morde e assopra. Saia de cima do muro, Jubão!

terça-feira, 26 de abril de 2011

Município negocia revisão com servidores e trabalha na elaboração de edital para concurso

Escrito por Sávia de Lima  
Na tarde de ontem, dia 25, a reportagem do Jornal Gazeta do Triângulo procurou o secretário de Administração, Levi de Almeida Siqueira, para verificar o andamento da revisão do Plano de Cargos e Salários do funcionalismo e da elaboração do edital para provimento de cargos nas áreas de Educação e Saúde do município.

De acordo com Levi Siqueira (foto), sua equipe e ele têm trabalhado diuturnamente na revisão do Plano, cujas discussões foram iniciadas com os servidores municipais. “Estamos nos reunindo com as diversas categorias e a comissão responsável pela revisão está finalizando os levantamentos neste sentido. Toda a parte jurídica foi levantada e a minha expectativa é de que no mês de maio tenhamos condições de apresentar a revisão do plano”, disse.
Ainda conforme o secretário, o município está aguardando a consolidação da receita do primeiro quadrimestre para ter condições de verificar os reais impactos que a revisão provocará na folha de pagamento. “Todas as categorias têm suas reivindicações, mas nem todas são possíveis legal, técnica ou financeiramente. Então, existem entraves que deverão ser superados ao longo das negociações para que a revisão seja concretizada”, esclareceu.
Concomitante com a revisão do plano, a secretaria de Administração trabalha na elaboração do edital do concurso que, segundo Levi Siqueira, deverá ser publicado logo em seguida. “Fizemos contato com a empresa responsável pela realização do concurso, estabelecendo as vagas que serão oferecidas e as provas a serem aplicadas. No entanto, até por uma questão de responsabilidade e prudência, poderemos publicar isso depois que avaliar todo o impacto que a revisão e o concurso irão provocar na folha de pagamento do município, até mesmo para não causar dificuldades para as próximas administrações. Inicialmente, minha expectativa é disponibilizar vagas para convocação imediata e para cadastro de reserva a fim de preencher as necessidades de cada secretaria”, explicou.
Para finalizar, Levi Siqueira informou que está na Câmara Municipal o projeto de lei que pretende a recuperação salarial dos servidores que recebem mais de um salário mínimo. “A recuperação, em torno de 11%, atinge os funcionários a partir do ano de 2009 e é baseada no Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM). A proposta corrige a produtividade de algumas funções e nós aguardamos o posicionamento do Legislativo”, concluiu.
Transcrito do Gazeta do Triângulo, edição de 26/04

Pitacos do Blog:
1. Trabalhando diuturnamente na revisão do Plano de Cargos e Salários? Deve ser por isso que quarta passada foi ponto facultativo...
2. Toda a parte jurídica relativa à revisão do Plano já foi realizada. É aí que mora o perigo! Os procuradores do município costumam atropelar o Direito, inclusive em causa própria (quando aumentaram os próprios salários,por exemplo).
3. o município está apenas aguardando a consolidação da receita do primeiro quadrimestre. Essa não deveria ser uma preocupação do  municipio, que, por incompetência, atrasou o recolhimento do IPTU. Como perguntar não ofende, gostaria de saber... A receita do IPTU será considerada no primeiro quadrimestre? Ou malandramente foi empurrada para o segundo?
4. Sobre o concurso, o Secretário disse que fez contato com uma empresa responsável pela realização de concursos. Começou mal, Secretário. O senhor está mal assessorado ou é cara-de-pau? É preciso realizar licitação para contratar a organizadora do concurso. Existem inúmeras bancas examinadoras por aí. Entre elas, algumas autarquias públicas sérias, como a Fumarc, o Cespe, a Fundação Carlos Chagas... Logo, é perfeitamente possível fazer a licitação e gastar menos.  É bom que a população, desde já, abra os olhos e comece a ficar com a pulga atrás da orelha quanto à lisura desse concurso. A "coisa" está começando mal.
5. A respeito do aumento salarial, de cara algumas barbaridades. Primeiro: não estão sendo recompostos  os salários de todos os servidores, a maioria continuará sem ter garantida a manutenção do poder de compra do salário. Segundo: alguns médicos irão ganhar mais que os secretários municipais. Como é que um secretário vai exigir o cumprimento de jornada por um médico? Me explica aí! Terceiro: as diferenças absurdas dentro das carreiras de nível superior permanecerão. De um lado, os amigos do rei (ou melhor, do Coelho), os médicos e procuradores. Do outro, o resto. Quarto, continuará a absurda existência de dois regimes jurídicos em Araguari (estatutários e celetistas), contrariando a Constituição Federal. Mas o que é uma Constituição numa terra sem lei?

A estranha emissora de rádio de Aécio Neves

 BAFOMETROGATE – Rádio de Aécio abriga “estranha” frota de carros de luxo, denuncia oposição
Além do Land Rover, a rádio de Aécio teria outros 11 caros,
 entre eles um Audi A6 (foto), denuncia oposição



 O bloco de oposição a Aécio Neves na Assembléia de Minas Gerais (PMDB/PT/PCdoB/PRB), autodenominado Bloco Minas Sem Censura, acaba de denunciar “estranhos fatos” que seriam relacionados à Rádio Arco Íris, que pertence ao senador e sua família. Segundo o bloco, figuram em nome da rádio, que tem capital social declarado de R$ 200 mil, não apenas a Land Rover que Aécio dirigia quando foi pego numa blitz na madrugada de domingo no Rio. Há outros 11 veículos, entre eles alguns de alto padrão, como um Audi A6, outra Land Rover e duas camionetes (uma Toyota Hilux SWR e uma MMC L200 Sport). “Trata-se de uma rádio de programação musical, voltada para o público jovem e adolescente, sem estrutura para atividade jornalística, o que torna estranho essa quantidade de veículos”, diz nota do bloco. “Empresas jornalísticas bem maiores que essa rádio não tem frota similar.” Abaixo, a lista dos carros que pertenceriam à Rádio Arco Íris, segundo a nota:
1) Toyota Fields (statio wagon)
2) Land Rover TDV8 Vogue
3) Toyota Hilux SWR SRV 4X4
4) Land Rover Discovery TD5
5) MMC L200 Sport 4X4 GLS
6) Audi A6
7) Fiat Strada Adventure Flex
8) Micro ônibus Fiat Ducato
9) Micro ônibus M Benz 312 B Sprinter M
10) Uno Mille fire
11) Gol Mil
12) Moto Honda CG 150 Titã

Transcrito do Blog do Lucas Figueiredo (clique aqui para ler direto na fonte)

Pitaco do Blog
A campanha está longe de começar, mas já começaram as tentativas de minar uma futura candidatura de Aécio à Presidência da República. O pior para o atual Senador é que, além dos inimigos externos, ele terá que enfrentar novamente a tucanagem paulista, que, apesar das recentes derrotas, não abre mão de indicar o candidato do PSDB à Presidência.
Independentemente do uso político desse tipo de publicação, convém investigar se a denúncia realmente é procedente.
Particularmente, não duvido da sua veracidade. Políticos estão longe da santidade. Além disso, emissoras de rádios são por eles utilizadas para fins escusos e criminosos (lavagem de dinheiro, propaganda política fora de época, etc.).

segunda-feira, 25 de abril de 2011

A propaganda oficial e a verdade

A Prefeitura vem utilizando de peças publicitárias para divulgar os supostos bons serviços prestados pelo município na área da saúde pública. O mundo não é tão azul quanto o novo modelo de administração apregoa.
Na verdade, essa publicidade veicula informações que precisam ser melhor desmistificadas. Algumas não correspondem à verdade. Nada melhor, então, que ouvir a opinião de um expert no assunto, o professor Edilvo Mota, ex-Secretário de Saúde do município.
Comentando uma postagem anterior do blog, ele abordou o assunto dessa forma:
Suprema ironia: dia 22/04, assisti no Canal 15 a uma propaganda da Prefeitura de Araguari, falando dos gastos com Saúde (repasse de 900 mil anuais à Santa Casa, para custear as UTI's).
1) com a implantação bancada com recursos do governo do Estado de Minas Gerais (PROHOSP), após deliberação da CIB (Comissão Intergestores Bipartite) formada pelos secretários municipais de saúde da região (em 2004, para a UTI Neonatal e em 2007 para a UTI Adulto), fica estranho ler a afirmação do ex-provedor da Santa Casa, em clara pré campanha eleitoral, de que ELE, sozinho, implantou as UTI's;
2) construidas e mantidas com recursos públicos, as duas UTI's internam também pacientes particulares e de planos de saúde. Haveria algum tipo de controle, para equilizar o montante de repasses devidos pela Prefeitura?
3) a falta de cuidado com as ações de PROMOÇÃO e PROTEÇÃO à saúde (PSF, por exemplo) é histórica e notória. Em geral, os políticos preferem gastar com ações que dão visibilidade e permitem a colocação de placas (hospital, policlínica, pronto socorro, etc...). Enquanto isso, o investimento para evitar doenças fica em segundo plano. Os "planos de governo" da campanha de 2008 são um exemplo mal acabado disso, em relação à saúde pública.
Modelo Velho, Modelo Novo... tudo embromação por parte de quem não tem o mínimo compromisso com o SUS.
E ainda temos que aturar vereador dizendo o velho chavão "A saúde pública do Brasil está na UTI".
Por favor, excelências, nos poupem de pieguismo e demagogia barata...

Procura-se desesperadamente um Secretário de Saúde

É esta a placa que deveria estar afixada na porta do Palácio dos Ferroviários. Lá dentro, o Chefe do Executivo esforça-se para encontrar um novo Secretário de Saúde. Quer alguém que consiga tratar bem os usuários dos serviços de Saúde Pública.
Em Araguari, essa tarefa é difícil. Nas circunstâncias atuais, nenhuma pessoa de bom senso aceitaria comandar esse setor problemático. É que, além das dificuldades naturais do cargo, o papel do Secretário de Saúde é muito parecido com o da Rainha da Inglaterra, figura meramente decorativa que não possui poderes de gestão. O verdadeiro comando da Secretaria de Saúde está nas mãos da Vereadora Eunice Mendes, a quem foram loteados os cargos daquele órgão. Assim, o corajoso que aceitar o convite do Prefeito terá que se submeter à vontade do Dr. Elpenides e da senhora Iolanda Coelho, dois truculentos representantes da Vereadora naquela Pasta.

Portador de AIDS abandonado pelo município

Hoje pela manhã, foi noticiada na Rádio Vitoriosa a existência de um portador de AIDS, morador da zona rural (região do Campo Redondo), que não vem recebendo do município a atenção e o tratamento devidos. Segundo a reportagem, essa pessoa não tem sequer acesso aos medicamentos básicos para viver em condições dignas.
Enquanto isso, o CAE (Centro de Apoio Especializado), que já foi referência nacional na atenção aos pacientes portadores de DST/Aids, está funcionando somente em meio período do dia. Há informações de que, na gestão anterior, apesar de todas as dificuldades, o serviço funcionava 8 horas por dia.
Essa é mais uma obra do novo modelo de administração.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Perguntar não ofende

Quarta-feira, 20/04, mais um dia não-útil (ou seria inútil?) no município. Advinhem se a Farmácia da Prefeitura está funcionando?

Concurso público: continuamos esperando

Será que teremos o concurso público? O Secretário de Administração afirma que, tão logo fechado o novo plano de cargos e salários, adotará as medidas para a realização do certame. Vamos aguardar.
Apesar de o novo modelo de administração fazer tudo de forma muito bem planejada, ouso dar aqui algumas sugestões ao ilustre Secretário. Quero só lembrar que devem ser preenchidos mediante concurso os cargos da Farmácia da Prefeitura, criados por lei em 2009. Além desses, por óbvio, o Secretário de Administração não irá se esquecer de que os cargos do Serviço de Inspeção Municipal e da nova Secretaria de Trânsito também deverão ser providos por meio de concurso.
Acho que já chega de mutretas e de fuga ao concurso público. Estou cansado de ver jabutis em cima das árvores do Palácio dos Ferroviários. Como  jabuti não sobe em árvores por suas próprias pernas, alguém os colocou lá. Convenhamos, um pouco de moralidade faria bem ao novo modelo de administração.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Matutando...

A Prefeitura que não tem dinheiro para contratar médicos é a mesma que irá gastar 220 mil reais em publicidade com a TV Integração.

Sorteio de bolsas Exatas

Conforme combinado, realizei agora há pouco o sorteio de uma bolsa de estudos Exatas para o curso preparatório para o concurso da Prefeitura. As aulas começarão hoje às 19 horas na unidade do Curso Exatas, Rua Padre Gil, nº 51, Jardim Regina, telefones: 3241-2565 e 3246-4575.
Listei os pretendentes de acordo com a ordem de recebimento dos e-mails de inscrição. A partir daí, pedi a ajuda a leitora Sandra Lúcia, que, não tendo conhecimento da lista, sorteou o número 3.
Assim, foi agraciada MARIANGELA DE ALMEIDA DOS SANTOS, residente no Bairro Santa Terezinha.
Desejo a ela um ótimo curso e, desde já, aguardo o convite para assistir a sua posse na Prefeitura.
Registro que a bolsa remanescente (para o curso dos sábados) será sorteada oportunamente. Os que não foram sorteados hoje continuarão concorrendo normalmente.
Boa sorte a todos e vamos torcer para que o Poder Executivo cumpra a promessa de realizar o concurso.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Araguari pode ficar sem recursos para o PSF

Metas não estariam sendo cumpridas na cidade


Um problema grave enfrentado pelos municípios da região, principalmente aqueles com mais de 80 mil habitantes, é a falta de profissionais para trabalhar no Programa Saúde da Família (PSF). Os baixos salários afastam os profissionais e o problema se agrava porque o repasse de verbas do Ministério da Saúde para o programa é feito de acordo com metas cumpridas. Como não estão cumprindo as metas, algumas cidades podem ficar sem recursos. É o caso de Araguari.
Elas chegaram às 4h da manhã para marcar consulta. A unidade abriu às 6h30. Foi quando a aposentada Maria Helena Florêncio viu que a espera foi em vão. Dor nas costas, no estômago e agora a dor de cabeça de não ser atendida.
O Programa Saúde da Família (PSF) do bairro São Sebastião, em Araguari, está desfalcado. As duas equipes que atendem no local não têm médico. Os dois que trabalhavam pediram demissão. Sobra para enfermeiros, técnicos e agentes de saúde.
Os pacientes reclamam da demora. A catadora de recicláveis Nilma Fátima Messias está há dois meses aguardando consulta com especialista.
Segundo os funcionários, um médico está emprestado para o posto. Mas para conseguir espaço na agenda dele é uma luta.

Por causa desta situação, Araguari está entre os municípios que podem ter recursos do PSF bloqueados ou as equipes descredenciadas pelo Ministério da Saúde. Para fazer parte do programa é preciso cumprir metas de atendimento, o que, segundo a Gerência Regional de Saúde (GRS) de Uberlândia, não vem acontecendo há algum tempo. A GRS recebeu as seguintes denúncias:
- Profissionais que atuam não estariam cumprindo o proposto no contrato;
- visitas domiciliares não seriam feitas;
- alguns funcionários respondendo processos administrativos estariam recebendo em casa sem trabalhar.
O secretário interino de saúde, Elpenides Barbosa, diz que o grande problema está na falta de interesse dos profissionais em trabalhar pelo salário oferecido: R$5.929 por oito horas diárias. Ele explica ainda que a solução para o problema não tem data. E nega, porém, que o atendimento esteja prejudicado.
 Transcrito do Megaminas

Pitaco do Blog
Bem, agora quem está falando das mazelas da Saúde em Araguari é a mídia regional. Resta saber como o governo irá agir. Continuará empurrando a sujeira para debaixo do tapete? Elegerá a saúde como uma prioridade? Pelo blá-blá-blá que estamos ouvindo, tudo continuará como antes.

domingo, 17 de abril de 2011

Aécio Neves tem habilitação apreendida em blitz da Lei Seca no Rio

Assessoria diz que senador não sabia que documento estava vencido.

Tucano também se recusou a fazer teste do bafômetro, diz governo do Rio

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) teve a carteira de habilitação apreendida por estar com o documento vencido e por se recusar a fazer o teste do bafômetro numa Operação Lei Seca na Avenida Bartolomeu Mitre, no Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Aécio foi parado na blitz na madrugada deste domingo (17). As informações são da Secretaria de Estado de Governo do Rio.
De acordo com a Secretaria de Governo, Aécio Neves foi multado. O senador não teve o carro apreendido, pois apresentou um condutor habilitado, e foi liberado.
A assessoria de imprensa de Aécio Neves informou que o senador não sabia que a carteira de habilitação estava vencida. De acordo com a assessoria, o tucano tinha saído da casa de amigos e voltava para sua residência, no Leblon, com a namorada.
Ainda segundo a assessoria, os policiais reconheceram o senador e solicitaram a documentação, que foi imediatamente apresentada. Quando os policiais alertaram que a habilitação estava vencida, Aécio Neves disse que não sabia que estava vencida. A assessoria informou que um taxista habilitado conduziu o carro para a casa do senador.
A recusa do teste de bafômetro é considerada uma infração gravíssima, representa 7 pontos na carteira e vale multa de R$ 957. Dirigir com a carteira de habilitação vencida também é uma infração gravíssima e representa 7 pontos. A multa de R$ 191,54.
Fonte:  G1

Pitaco do Blog
Nenhuma novidade. Mesmo quando era governador de Minas, Aécio passou boa parte do tempo no Rio de Janeiro. Dizem que foi um governador a distância, quase virtual. Logo, a probalidade de acontecer qualquer "coisa" com ele é maior no Rio do que em qualquer outro lugar.
Recusa ao teste do bafômetro também não é novidade. É um direito dele e de qualquer outro. Se bem que os políticos deveriam dar exemplo, cumprindo as leis que eles mesmos aprovaram...
Carteira de habilitação vencida pode acontecer com qualquer um. O que não pode é dirigir com ela vencida. Pior: não faz sentido alegar que não sabia que estava vencida. Isso é uma desculpa esfarrapada. É só pedir para um dos inúmeros assessores ou puxa-sacos renová-la.
Em suma, temos um péssimo exemplo vindo de quem pretende ser presidente da República. Apesar disso, esses fatos servem para ir desnudando o caráter dos nossos políticos. Se todos prestassem a atenção nesses pequenos detalhes, nós não cometeríamos tantos erros na hora de votar.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Sorteio de Bolsas Exatas

Voltando ao tema, trago mais informações sobre o cursinho preparatório para o concurso da Prefeitura. O Exatas oferecerá duas possibilidades de os candidatos se prepararem bem para o certame:
- curso semanal: início dia 19/04/2011, término 30/06/2011; e
- curso aos sábados: início dia 30/04/2011, término 30/07/2011.
Assim, faremos o sorteio da bolsa do curso semanal na terça-feira, 19/04, às 17 horas. O(A) ganhador(a) será imediatamente avisado(a) e poderá efetuar a matrícula já no primeiro dia de aula.
Os que não forem sorteados terão uma segunda chance. Juntamente com os novos interessados, concorrerão à matrícula no curso a ser realizado aos sábados. Em breve, marcarei a data do novo sorteio.
Para participar, é só enviar um e-mail com os dados básicos (nome completo, telefone, etc.) para o seguinte endereço: observatoriodearaguari@gmail.com
Aproveito para agradecer ao Alexandre e à direção do Exatas Araguari pela parceria com este blogueiro e, também, com todos aqueles que pretendem se preparar adequadamente para ingressar no serviço público municipal. Desejo uma trajetória cada vez mais recheada de sucesso ao Exatas.
Clique aqui e acesse o site do Exatas Araguari.

Concurso público para a Prefeitura de Araguari: sorteio de bolsas de estudos

Foto extraída do site skyscrapercity.com
Sempre defendi a realização de concursos públicos. Dessa forma e tendo em vista a realização de concurso para  a Prefeitura de Araguari, resolvi dar uma ajuda na preparação de um(a) candidato(a).
Sortearei aqui no blog duas bolsas de estudos para um cursinho preparatório. O curso será realizado pelo Exatas Núcleo Educacional (clique aqui e entre no site da instituição). 
Os interessados em participar do sorteio devem escrever um e-mail, contendo dados básicos (nome completo, endereço e telefone) para o seguinte endereço: observatoriodearaguari@gmail.com .
O critério do sorteio será totalmente objetivo. Cada pretendente receberá um número de inscrição. Quem for sorteado fará o curso inteiramente "de grátis", incluso material didático. Podem enviar os e-mails.
Ainda não defini o dia do sorteio. As aulas devem começar na terça, 19/04. Haverá turmas, também, no final de semana. Maiores detalhes serão repassados oportunamente aqui no blog ou via e-mail.

Deputado do PDT que rejeitou benefícios cria inimigos na Câmara


José Antônio Reguffe (PDT-DF)

"Eu quero falar sobre as minhas propostas. As propostas." Deputado proporcionalmente mais votado do país aos 38 anos de idade, José Antônio Reguffe (PDT-DF) quer evitar rótulos depois de já ter se tornado um incômodo para vários colegas. Novato na Câmara, abriu mão de uma série de benefícios, de forma irrevogável e sem precedentes. Defensor da austeridade no Congresso, onde é chamado de demagogo e de Dom Quixote por (muitos) adversários, ele cobra mais ousadia nos cortes de gastos públicos do governo da presidente Dilma Rousseff.
Com mais de 266 mil votos, ou 19% dos eleitores no Distrito Federal, o economista carioca ganhou destaque na Câmara Distrital durante o escândalo que levou à queda do então governador, José Roberto Arruda. Lá, tomou medidas semelhantes às que adotou no Congresso Nacional no início de seu primeiro mandato. Abriu mão dos 14º e 15º salários, rejeitou a cota de passagens aéreas, fixou em nove o número de assessores de gabinete –poderiam ser 25–, e descartou receber qualquer verba indenizatória até o fim do mandato. 
"Se o político faz algo errado, jogam pedra. Se faz o que é certo, querem julgar a intenção. Eu pelo menos estou fazendo a minha parte. Tudo que eu proponho eu dou exemplo antes no meu gabinete", disse Reguffe ao UOL Notícias. "Quem dera tantos fossem demagogos como eles acham que eu sou. O contribuinte agradeceria. A população hoje não acredita na classe política. Isso é culpa dos personagens, por desvios éticos inaceitáveis. Mas também é culpa do sistema como um todo. Um sistema que os políticos profissionais não querem mudar."
De acordo com cálculos do pedetista, ao final do seu mandato ele terá economizado aos cofres públicos mais de R$ 2,3 milhões com suas medidas. Se todos os 513 deputados tomassem as mesmas iniciativas, a economia seria de mais de R$ 1,2 bilhão –embora esteja nesse valor o auxílio-moradia, fundamental para parlamentares de fora de Brasília. "Podem me criticar por qualquer coisa, menos dizer que eu não fiz no meu mandato exatamente o que disse que ia fazer na minha campanha”, afirma Reguffe. "Isso que fiz é compromisso de campanha."

Governo e propostas

Eleitor de Marina Silva (PV) na disputa presidencial, o pedetista aprova as medidas "impopulares, mas necessárias" de Dilma na área econômica, como o aumento do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) no uso de cartão de crédito no exterior e os cortes no orçamento, que superam os R$ 50 bilhões. Mas acredita que é pouco diante do "governo gordo" que gasta 90% do que arrecada com custeio da máquina. "O Estado não tem de ser eficiente. Precisamos fazer um choque de gestão para que o Estado cumpra sua função", disse.
Um dos alvos do deputado em seus primeiros meses de Congresso é o projeto do trem-bala entre Rio de Janeiro e São Paulo, aprovado esta semana e que destinará R$ 20 bilhões em financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) a uma obra que ele considera "uma corrupção das prioridades". “Temos que investir em educação, saúde e segurança pública. Não é prioridade construir um trem”, disse ele, pausadamente, por conta de uma gripe pesada, mas que não o impediu de ir às votações na Câmara na quarta-feira (13).
O deputado defende, entre outras medidas de austeridade, a redução do número de ministérios e dos cargos de confiança. Ele também defende uma correção nos limites de isenção da tabela de Imposto de Renda, o que aliviaria a carga tributária sobre assalariados e membros da classe média. "O governo só propõe corrigir a tabela em 4,5%, abaixo da inflação no período. Se usarmos o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) mais 1%, podemos diminuir a defasagem na tabela. A proposta atual aumenta mais a carga tributária", disse.
Ao lado de colegas que o criticam e fazem piada do seu jeito espartano, ele atua na comissão pela reforma política com cinco propostas: acabar com a reeleição para cargos majoritários e limitação de uma recondução em cargos legislativos; voto distrital; fim do voto obrigatório; abertura para revogação de mandatos de eleitos que não cumpram seus compromissos e campanha e financiamento público de campanha, com possibilidades idênticas para todos os partidos. "Tem de ganhar pelo conteúdo, e hoje é uma competição para arrecadar", avalia.
Da mesma forma que fez na Câmara Distrital, onde não faltou em nenhuma sessão ordinária ao longo de seu mandato, Reguffe participa da Comissão de Defesa do Consumidor no Congresso. Defende o fim da assinatura básica de telefone, água e luz.  Os planos de saúde também atraem a antipatia do pedetista. "Precisam ser fiscalizados", afirmou. Simpatia ele só se permite ter em público pelo catolicismo –frequenta missas todos os domingos– e pelo Flamengo. "Nenhum dos dois é por demagogia", brinca. "Nem o resto."

Transcrito do Uol. Clique aqui para ler a reportagem completa, inclusive os requerimentos do parlamentar.

Pitaco do Blog
Acompanho o trabalho do Reguffe desde quando ele apresentava um programa de opinião e entrevistas num canal de TV UHF. Sempre foi crítico do modo brasileiro de fazer política e de administrar a coisa pública.
Votei nele para deputado distrital. Em nenhum momento, me arrependi disso. Desde o início do mandato, ele cumpriu o que prometeu durante a campanha eleitoral.
Continuo acompanhando o trabalho dele na Câmara Federal. Conheço as dificuldades que vem enfrentando ao contrariar um sistema político sujo e perverso. Eu sei que é difícil - senão impossível - existirem outros Reguffes, mas fico torcendo para que um pouco desses exemplos de conduta se multiplique na vida pública brasileira.

Impaciência?!

"Curtas", Diário de Araguari, 14/04:
"VENENO
Parece que a paciência do Prefeito está esgotada. Outro setor que também poderá sofrer mudanças é o da Saúde. Consta que alguns papéis estariam parados por lá, incluindo a construção de um Posto de Saúde desde 2009. Sem contar que deveria ter alguém com dedicação exclusiva para cobrar agilidade da UFU em relação a laudo para transferência do Pronto-Socorro para início da construção da UPA. Só que os documentos que comprovam a dispensa de licitação para contratação da UFU chegaram na terça-feira à cidade, dando andamento ao processo."
Pitaco do Blog
Prefeito impaciente? Desde quando? Há 27 meses? Há meia hora? Impaciência sem ação = ZERO.
Ora, impacientes estamos nós, cidadãos araguarinos, que sofremos as consequências dos péssimos serviços públicos de saúde. Especialmente, aqueles que já perderam parentes por causa da má qualidade dos serviços de saúde em Araguari entenderão perfeitamente o que estou falando.
CHEGA DE INCOMPETÊNCIA E ESPERTEZAS!!! QUEREMOS UMA CIDADE DECENTE!

"Desculpas esfarrapadas"

Na semana passada, o  Presidente da Câmara de Vereadores, Rogerinho, e o ex-Prefeito Marcos Alvim, em entrevista à Rádio Vitoriosa, tentaram explicar a aprovação das contas de 2008. Relembrando o fato, a Câmara aprovou, no apagar das luzes de 2010, as contas do ex-Prefeito. Na ocasião, "derrubou" o parecer do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE/MG), que opinou pela reprovação das contas em face o ex-Prefeito ter deixado de aplicar R$ 623.108,82,00 em manutenção e desenvolvimento da educação (clique aqui para ler a postagem).
Acredito que ambos não explicaram satisfatoriamente essa aprovação feita de forma sorrateira, às vésperas do Natal, quando a esmagadora maioria da população sequer sabia desse julgamento.
Primeiro, porque a derrubada do parecer foi um ato eminentemente político. Vale dizer, o lado jurídico foi solenemente ignorado. A alegação de Rogerinho de que a Câmara apenas acatou o parecer da Assessoria Jurídica da Câmara não quer dizer absolutamente nada. Como sabe, os pareceres, em regra, são feitos de acordo com a vontade dos chefes. Além disso, não é juridicamente sustentável defender que o art. 212 da Constituição Federal, que criou a exigência de um gasto mínimo na educação, vale para todos os municípios mineiros e brasileiros, menos para Araguari.
Segundo, porque, independentemente de o ex-Prefeito ter afirmado que fez inúmeros gastos na educação, o fato contábil e jurídico o contradiz. Segundo o TCE/MG, ele não gastou o mínimo exigido pela Constituição Federal em manutenção e desenvolvimento do ensino. Vejam que aqui nem se discute a qualidade dos gastos (se houve superfaturamento de preços, por exemplo). Examinou-se, apenas, o atendimento de um requisito mínimo: gastar 25% da receita de impostos e transferências na manutenção e desenvolvimento do ensino. Esse "mínimo" não foi feito.
Por fim, as piores consequências dessa decisão ainda estão por vir. Com efeito, de agora em diante, todos os prefeitos estarão, expressamente, autorizados a descumprir os limites mínimos de gastos constitucionais. Suas contas sempre serão julgadas regulares. Assim, além de não gastarem o mínimo em educação (25%), o atual e os futuros prefeitos poderão, por exemplo, deixar de gastar o mínimo de em saúde (15%).
"Parabéns" à Câmara por ter dado autorização prévia para qualquer prefeito burlar a Constituição Federal.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Secretário-adjunto de Saúde é exonerado do cargo

Rodrigo Póvoa tem domicílio eleitoral em Uberlândia

Na manhã de ontem, 13, o prefeito Marcos Coelho (PMDB) exonerou o secretário-adjunto de Saúde Rodrigo Póvoa Naves que ocupava interinamente o cargo de secretário de Saúde, pelo descumprimento do artigo 80 da Lei Orgânica do município. O assunto veio à tona após Rodrigo ter sido convidado e logo após convocado a participar de uma sessão ordinária da Câmara Municipal para explanar sobre problemas inerentes a saúde em Araguari.
Após ter se recusado a comparecer alegando a falta de informações sobre que assuntos específicos ele relataria, os vereadores Werley Macedo (PDT), Wesley Lucas de Mendonça (PPS), Sebastião Joaquim Vieira (PRP) e Raul Belém (PV), solicitaram ao detentor da pasta sua documentação, tais como ato de nomeação, documentos pessoais e relatório das tarefas executadas. Após apresentados tais documentos, foi verificado que ele tem domicílio eleitoral em Uberlândia desde 2008, causando assim um grande mal-estar na administração municipal.
“Com base no relatório enviado por Rodrigo Póvoa ficou confirmado que ele exercia todas as funções de secretário e sendo assim, ele teria conhecimento das suas ações e obrigações, além disso, após ser convocado pela Câmara, ele deveria ter comparecido, mostrando assim total desrespeito ao legislativo municipal,” afirmou Werley Macedo.
Procurado pela reportagem, o secretário de Governo Leonardo Borelli afirmou que o secretário-adjunto foi exonerado, mas que exercia um ótimo trabalho frente a secretaria de Saúde. “O governo está sendo bastante solidário a ele, uma vez que  realizava um ótimo trabalho frente a sua pasta e a exoneração é motivo de muita tristeza para o Executivo”, relatou Borelli.
Para finalizar o secretário de Governo reafirmou que seu desligamento somente foi realizado pelo descumprimento da Lei Orgânica do município e que a perda será sentida pelo governo municipal.
Transcrito da Gazeta do Triângulo, edição de 14/04/11.
Pitaco do blog
Pesava sobre Al Capone a autoria de diversos assassinatos. Contudo, ele somente foi preso pelo fato de sonegar imposto de renda. O que isso tem a ver com o caso Rodrigo Póvoa?
A resposta é simples. O ex-secretário foi exonerado pelo fato de ter domicílio eleitoral em Uberlândia. Apesar de a exigência de domicílio eleitoral estar prevista na Lei Orgânica do Município, convenhamos que esse não é um pecado mortal. Se ele morasse no Oiapoque ou no Chuí, tudo bem. Ficaria materialmente impossível trabalhar em Araguari. Mas em Uberlândia...
Motivos maiores para o afastamento do ex-secretário-adjunto estariam, a meu ver, no fato de ele ser sobrinho do prefeito (nepotismo) ou em irregularidades na gestão da Secretaria Municipal de Saúde.
Dessa forma, guardadas as devidas proporções entre os pecados cometidos, o ex-secretário Rodrigo Póvoa virou uma espécie de Al Capone araguarino.

O Prefeito Marcos Coelho pediu à Câmara autorização para contratar a retransmissão de sinal digital

Prefeitura vai gastar 220 mil reais, que serão convertidos na veiculação pela emissora de mídia de interesse de Araguari


O Prefeito Marcos Coelho pediu autorização à Câmara para contratar com a TV Integração a retransmissão do sinal digital da emissora de Uberlândia para Araguari, numa parceria que prevê o pagamento pela Prefeitura de 220 mil reais em 24 parcelas, contando-se o prazo da assinatura do respectivo Convênio, os quais serão convertidos na veiculação de mídia de interesse do Município de Araguari pela Tv Integração.

O valor que a Prefeitura vai gastar (220 mil reais) é igual ao custo de implantação do sistema e difusão do sinal digital na cidade de Araguari, que corresponde ao valor cobrado pela emissora (TV Integração) por 31,25 minutos de mídia no horário do Jornal Nacional. Assim, a Prefeitura poderá veicular mídias de seu interesse, em diferentes horários, até consumir o total equivalente a 31,25 minutos de mídia no Jornal Nacional. É como se a Prefeitura contratasse apenas a veiculação de mídia e recebesse em contrapartida ou reciprocidade, além da mídia contratada, a retransmissão do sinal digital.

Segundo o Prefeito Marcos Coelho o objetivo do negócio é oferecer à população local “maior qualidade na retransmissão do sinal” pela Tv Integração, afiliada da rede Globo de Televisão, bem como inserir Araguari na mídia televisiva. Com a implantação do sistema e retransmissão de sinal digital de televisão, Araguari entrará para o seleto grupo das trinta cidades do País que recebem sinal digital de televisão, colocando-se à frente de diversas capitais, bem como de muitas cidades de maior porte.

A retransmissão de sinal digital de Uberlândia para Araguari será feita através de sinal no canal 30 de UHF, através do emprego de técnica de rede de freqüência única, com imagem de alta definição, com resolução seis vezes superior à do sinal analógico.
Transcrito do Correio de Araguari, edição de 14/04/2011
 
Pitaco do blog
O assunto não é novo. A intenção de fazer esse estranho contrato com a Rede Integração já havia sido noticiada antes (clique aqui para ler). O tema ressurge agora com força total.
Não discuto os benefícios do recebimento do sinal de TV digital. É uma melhoria, sem dúvida. Questiono, isto sim, a forma como se pretende fazer isso. O ajuste proposto beneficia claramente uma empresa em detrimento de outras disponíveis no mercado. Isso, para mim, viola a igualdade de tratamento que deveria ser dada a todos que queiram contratar com o município. Tem mais: pagar com publicidade a instalação de antena digital na cidade é desvio de finalidade. As finalidades da publicidade estão previstas na Constituição (divulgação de matérias de interesse público). Vale dizer: para cumprir o ajuste, o município vai ter que "inventar" motivos para veicular publicidade e propaganda na Rede Integração.
Pior: mostra a falta de prioridades. Por exemplo, por que, em vez de acordo para trazer a TV digital para a cidade, o senhor prefeito não manda elaborar um proposta para trazer alguns cursos superiores da Universidade Federal de Uberlândia para Araguari? Ora, a falta de ensino superior público e de qualidade é uma das maiores carências da cidade. Se o município conceder benefícios parecidos com os que vêm dando à iniciativa privada, com certeza a UFU irá se sensibilizar com o pedido.
Por fim, proponho uma aposta aos senhores. Todos sabemos que, na próxima semana, a Prefeitura não funcionará a partir de quarta-feira. Assim, eu aposto que esse acordo será aprovado pela Câmara na sessão de terça-feira, na calada da noite. Na quarta, os vereadores "desaparecerão", e a população ficará a ver navios.

Irregularidades podem levar ao bloqueio de recursos e ao descredenciamento de equipes de Saúde

 Médicos e Agentes Comunitários de Saúde não cumprem carga horária e visitas domiciliares – Algumas equipes estão incompletas

Araguari poderá sofrer bloqueio de recursos para a saúde, além do descredenciamento de equipes de Saúde da Família, devido ao descumprimento da jornada integral de 40 horas semanais por alguns médicos, ausência de médicos, médicos que não atendem consultas à tarde, nem fazem visitas domiciliares na medida necessária, além de outras irregularidades também graves, como baixo índice de visitas domiciliares realizadas pelos Agentes Comunitários de Saúde, com alguns respondendo processos administrativos, mas recebendo (em casa) sem trabalhar, gerando transtornos nos serviços e indignação nos profissionais enfermeiros, que trabalham junto com os Agentes Comunitários. São irregularidades apontadas pelo Gerente Regional de Saúde, Dr. Daltro Catani Filho, e pela Coordenadora do Núcleo de Atenção Primária à Saúde, Luzimar Rosa Abraão Dib Ishimura em ofício encaminhado ao Prefeito Marcos Coelho.

Podem ser suspensos os repasses financeiros do PAB (Piso de Atenção Básica) Variável, referente às equipes de Saúde da Família ou de Saúde Bucal, bem como o incentivo do Projeto Estruturador “Saúde em Casa” repassado pela SES/MG (Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais).

São fatos que remontam a anos passados, mas que vêm se agravando, tendo ocorrido denúncias anônimas recentemente contra médicos que não cumprem suas cargas horárias. De 2007 para 2008 a quantidade de internações hospitalares pela rede de saúde pública em Araguari que poderiam ter sido evitadas cresceu de 27,19% para 34,04%. Já haviam outros problemas, como baixa cobertura de 1ª. consulta odontológica, baixa cobertura de 7 consultas de pré-natal, alto índice de internações por AVC (Acidente Vascular Cerebral) e diabetes etc.


Deverá ser realizada uma reunião de emergência entre os dias 18 e 26 de abril com o Gerente Regional de Saúde, Dr. Daltro Catani Filho, e a Coordenadora do Núcleo de Atenção Primária à Saúde, Luzimar Rosa Abraão Dib Ishimura, para estabelecer medidas para regularização imediata das “inconsistências” nos serviços de saúde pública de Araguari, sob pena de “bloqueio dos recursos” e “descredenciamento de equipes da Saúde da família”. Uma missão árdua para o Dr. Elpenides Barbosa, Secretário Municipal de Saúde interino.
Transcrito do Correio de Araguari, edição de 14/04/2011

Pitaco do Blog
Esse quadro já foi retratado aqui em postagens e em diversos comentários de leitores. Não é novidade. A Saúde Pública em Araguari agoniza. Enquanto isso, aqueles que deveriam fiscalizar simplesmente se omitem. Parece impossível controlar o desempenho de alguns profissionais de saúde. Eles fazem o que querem. Nós pagamos a conta e o pato.
Sempre as "Curtas". Na edição de 8/4, está escrito:
MÃO NA MASSA
O Governo estaria projetando um choque na administração para o mês de aniversário da cidade. O trabalho será intenso em cima das realizações da administração, já que mesmo satisfeitos, por exemplo, com a pavimentação em ruas calçadas e a nova iluminação, alguns não sabem identificar isso como ato da administração. Na iluminação pública, foram gastos cerca de R$ 4 milhões, mas o crédito fica com a Cemig.
Pitaco do Blog
     Já vimos esse filme antes, né? "Novo modelo de administração", "choque de gestão", "choque na administração"... O que virá depois?
    Acho que o governo deveria seguir o conselho do Senador Aécio Neves. Não foi ele que, em seu primeiro discurso no Senado, falou que o país necessita de um "choque de realidade"? 
    A sugestão do Senador cai como uma luva para os administradores araguarinos. Eles precisam sair às ruas, visitar os Postos de Saúde e o PSM, usar o transporte coletivo, enfim, ir ao encontro de um tal de "povo". Só assim vão entender o que está acontecendo. Infelizmente, parecem viver num mundo fictício, irreal. Seus corações e mentes andam muito longe, mas muito longe mesmo, de algo chamado "realidade". Não adianta procurar os cidadãos somente na hora de comprar votos. Pode ser que nem todos queiram vender a esperança de dias melhores.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Honestidade Inabalável e rapidez

As "Curtas"  do Diário de Araguari, edição de 8/4, trouxeram a seguinte informação:


CORRERIA

Com fama de honestidade inabalável perante a sociedade e até perante a oposição, o Prefeito M. Coelho, em contato com a CURTAS, demonstrou insatisfação com pontos de seu governo, e destacou que sua paciência acabou, sem dar detalhes. Ele estaria cobrando pessoalmente e diariamente, na agência da Caixa Econômica, maior agilidade na liberação dos projetos de obras do seu governo.
Pitaco do Blog
Agora, vai! Os projetos não vão conter mais erros grosseiros (como a ausência de rampas de acessibilidade, por exemplo) e serão todos rapidamente aprovados pela Caixa e pelos órgãos concedentes de repasses.  Logo, logo, o Ginásio Poliesportivo estará reformado e a Estação de Stevenson, devidamente restaurada... Vamos aguardar.
Sobre a "fama de honestidade inabalável" do Chefe do Executivo, não tenho nada a dizer. Apenas trago para a reflexão dos leitores o que consta do Ofício 215/2011 GAB/PREF., enviado pelo Poder Executivo à CLI da Saúde, por meio do qual o senhor Prefeito, em ato de solidariedade aos gestores da Saúde, afirmou que: “...sou anuente a todas as medidas adotadas com relação à gestão da saúde pública do Município...”.
Cada um que tire suas próprias conclusões...

segunda-feira, 11 de abril de 2011

A criação do Serviço de Inspeção Municipal

Sob ameaça explícita de ser processado por improbidade administrativa pelo Ministério Público, o senhor Prefeito Marcos Coelho, em entrevista à Rádio Vitoriosa, afirmou que já assinou projeto de lei criando o SIM - Serviço de Inspeção Municipal. Para implantar esse órgão, informou estar prevista a criação de 5 (cinco) cargos.
As dúvidas que ficam são as seguintes. A primeira: por que só agora, depois do leite derramado, é que o Poder Executivo resolveu agir? Vale lembrar que o SIM de Uberlândia já está em funcionamento desde 1993, ou seja, nesse aspecto, Araguari vive um atraso de 18 anos em relação ao município vizinho.
A segunda pergunta: esses cargos criados são comissionados ou efetivos (concursados)? A dúvida se justifica pelo fato de o município estar "povoado" de comissionados exercendo cargos e empregos que deveriam ser ocupados por concursados. Além disso, há a previsão de realização de concurso público em breve. Será que o senhor Prefeito determinou ao Secretário de Administração que inclua os cargos do SIM nesse concurso?
A terceira e última pergunta: não seria viável o município consorciar-se à cidade de Uberlândia nessa área? Explicando, a Constituição Federal permite que os municípios firmem entre sim consórcios públicos ou convênios de cooperação visando à gestão associada de serviços públicos. Como o SIM de Uberlândia está em estágio muito mais avançado, Araguari poderia se beneficiar caso fosse feito esse ajuste com o município vizinho.
É isso.

domingo, 10 de abril de 2011

Curso gratuito: "Controle Social e Cidadania"

De 08 a 15/04/2011, ou enquanto houver vagas, estarão abertas inscrições para o curso virtual "Controle Social e Cidadania", oferecido pela Controladoria-Geral da União.
Serão ofertadas 1000 vagas para todo cidadão interessado em saber mais sobre como acompanhar a gestão pública, especialmente as lideranças locais, conselheiros e representantes sociais.
O curso é gratuito e as inscrições podem ser feitas no site http://www.escolavirtual.cgu.gov.br/ .

Procon: inoperância deliberada?

As "Curtas" do Diário de Araguari, edição de 8/4, afirmaram:
PROCON

O consumidor de Araguari pode estar totalmente ferrado. Há informações discretas que a ordem no Procon é para realmente não multar ninguém, ou seja, passar a mão na cabecinha dos maus comerciantes. Se isso é feito em busca de voto, fica pior ainda. Qual é o maior número, o dos comerciantes ou o dos consumidores? A resposta é óbvia, além de ser obrigação legal.
Pitaco do blog
Será esse um dos motivos do sono eterno do Procon? Araguari parece terra sem lei: cartéis deitam e rolam na fixação dos preços dos combustíveis, maus comerciantes fornecem produtos impróprios para o consumo, etc.. Enquanto isso, o Procon ZZZ...
A propósito, informações por mim recebidas dão conta de que esse tipo de intervenção indevida não é uma novidade em Araguari. Citam o caso ocorrido no início de 2009, quando o então Secretário de Saúde, Dilson Martins de Deus, e o Prefeito Marcos Coelho trataram pessoalmente de interferir no trabalho
na Vigilância Sanitária Municipal, para "aliviar a pele" de um empresário amigo.
Em rigor, esse tipo de "intervenção" explica um pouco da inoperância de alguns órgãos do Poder Executivo.

Fora da realidade

Na sessão de 15/03, o vereador Hamilton Júnior apresentou requerimento ao senhor prefeito solicitando que estude a possibilidade de colocação de painéis fotográficos dos locais turísticos do Município no Terminal Rodoviário Presidente Tancredo de Almeida Neves.
A medida pode parecer interessante. Contudo, existem inúmeras outras prioridades relativas àquele terminal. Antes de maquiar a Rodoviária, é preciso, efetivamente, cuidar das suas instalações. Seria muito melhor se o nobre vereador, que não deve se utilizar do transporte coletivo urbano ou interurbano, se preocupasse com o excesso de pombos e de cachorros que "moram" no terminal. Que tal, por exemplo, exigir que o Poder Executivo disponibilize transporte coletivo eficiente para quem quer acessar o terminal? Por que não utilizar os espaços abandonados na parte superior do terminal para instalar alguma repartição pública pertinente? Por que, enfim, não revitalizar o terminal?
Como se vê, é tudo uma questão de saber escolher o que é prioritário ou não.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Produtos de origem animal são recolhidos em Araguari

As Vigilâncias Sanitária Municipal e Estadual estão recolhendo produtos de origem animal do comércio em Araguari. A determinação é do Ministério Público Estadual. Os comerciantes não estariam cumprindo normas de manipulação e venda dos produtos.
Uma pequena fábrica de espetinhos está parada. Toda a carne e mais 40 quilos de queijo provolone que Lúcio Flavio da Cunha comprou foram apreendidos. Prejuízo de R$5 mil. “Os produtos que tinham eram novinhos, tinham acabado de ser feitos. Aí chegaram e pegaram parecendo que era lixo. Falaram que iam jogar tudo fora, que eu não podia vender este produto”, conta o micro empresário.
Lúcio Flavio mostrou o número do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) fornecido, segundo ele, há cinco anos. “O que me pediram eu fiz. Agora se mudaram alguma coisa, deveriam ter falado”, acrescentou.
Desde terça-feira (05), açougues, supermercados e mercearias de Araguari são alvo de uma fiscalização sanitária. Foram recolhidos cerca de dez mil ovos, mais de sete toneladas de carne e mais de três mil de queijo.
A fiscalização foi feita a pedido do Ministério Público com o apoio das Vigilâncias Estadual e Municipal. Já foram três dias de trabalhos e eles apreenderam somente na manhã desta quinta-feira queijos, leite, linguiça, manteiga. Tudo sem inspeção.
“O Ministério Público fez a notificação, mas o município não forneceu subsídio para o lojista, para o ambulante e para o supermercadista adequar a norma. Então, faltou orientação”, reclama o comerciante Diego Marcel. Diego é dono de um supermercado que parou de vender produtos manipulados no açougue. A sala de desossa da carne foi climatizada. Ainda falta um espaço separado para fazer quibes e almôndegas. O que tinha para vender foi apreendido. “Nós vamos suspender a fabricação e manipulação para adequar à norma do Ministério Público e Vigilância Sanitária”, completou.
O secretário de Saúde interino de Araguari, Rodrigo Póvoa Naves, explicou que todo material recolhido foi encaminhado para dois lugares. Carnes para uma fábrica de rações e queijo, ovos e outros alimentos para o aterro sanitário. “Os produtos não têm laudo. Não tenho como afirmar que os produtos estavam ou não em boa qualidade. A única coisa que sabemos é que não estavam de acordo com as normas. E se não estão de acordo com as normas, os selos referidos, eles foram apreendidos”, explicou.
A reclamação dos comerciantes é quanto à ausência do SIM, o que, segundo eles, facilitaria a fiscalização e liberação para a venda. O procurador geral do município, Leonardo Henrique de Oliveira, diz que o órgão está em processo de criação. “Resta ainda, que a Secretaria de Agricultura municipal nos entregue na Procuradoria os últimos elementos para a criação deste órgão de fiscalização”, disse Leonardo Henrique.
O presidente da Associação de Compras do Triângulo, Silvio Presley dos Reis, reconhece a necessidade de cumprir a lei, cobra a implantação do SIM e reclama da falta de critério dos funcionários da Vigilância. “O que está havendo é muita divergência entre a fiscalização estadual e a municipal. Há um procedimento em um estabelecimento e há um procedimento em outro estabelecimento. O que a gente precisa saber é realmente quais são as adequações”, explicou.
Ainda segundo Sílvio Presley dos Reis, há alguns anos a Prefeitura forneceu o selo de inspeção municipal. A reportagem da TV Integração percorreu os locais para onde a Prefeitura disse que teria levado os produtos apreendidos. Na fábrica de ração a reportagem foi informada que a carne já teria sido moída. No aterro sanitário, funcionários disseram que o material já havia sido enterrado. Mas na portaria do local não havia registro da entrada de caminhões com os produtos recolhidos.
 
Transcrito do site Megaminas

Sarney cobra segurança em escolas

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AM), cobrou na manhã desta quinta (7) ações do governo para garantir a presença maior de forças policiais nas escolas, além da inclusão no currículo escolar da questão da segurança pública.  Sarney classificou de “terrorismo” o assassinato de crianças na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, no Rio. “De certo modo, isso é um ato de terrorismo quando a gente procura atingir pessoas civis. O que não é da nossa tradição atos dessa natureza. Precisamos parar de uma vez com isso para que isso não floresça”, afirmou.
Fonte: Blog do Cláudio Humberto (clique aqui para ler)

Pitaco do blog
Do fundo do meu coração, senhor Sarney ceda alguns dos seus seguranças (pagos por nós) para as escolas públicas ou renuncie a alguns benefícios indevidos (aposentadoria, custeio de mordomias, etc.), doando o dinheiro economizado para a área de segurança pública. Essas medidas valeriam mais que discursos oportunistas.

A linguiça, o terror fiscal e a omissão municipal

Têm causado celeuma na cidade as atividades de fiscalização dos estabelecimentos que produzem e/ou fornecem produtos in natura  ou artesanalmente elaborados (carnes, ovos, linguiças,  massas de quibe, etc.). Eu não podia deixar de dar meu pitaco sobre o tema.
O que o Estado está fazendo é exercer o seu poder de polícia, que se resume, no caso, a verificar as condições dos produtos que estão sendo fornecidos aos consumidores.
Entretanto, convém lembrar, um dos atributos desse poder de polícia é justamente a proporcionalidade/razoabilidade. Em palavras mais simples, ao fiscalizar, os agentes estatais devem agir com bom senso e moderação. Não é isso o que se vê nessa operação realizada em Araguari pela Vigilância Sanitária e Procon estaduais. O que se percebe são exageros: apreensão de grande quantidade de alimentos - em boa parte aptos a serem consumidos -, a fixação de um prazo curto para adequação dos estabelecimentos, a insuficiente prestação de informações para essa adequação, etc.
Não podemos ser contra a apreensão de produtos com data de validade vencida, mal armazenados ou estragados. Contudo, não podemos aceitar generalizações absurdas. O simples fato de um produto ser in natura ou artesanal não quer dizer que vá fazer mal à saúde das pessoas. Nesse caso, a fiscalização, antes de punir, deve conscientizar e orientar os produtores. Banir determinadas atividades arraigadas na nossa cultura é, simplesmente, um absurdo. Isso só gera incertezas, insatisfação e desempregos.
Agora, um ponto interessante. Tudo isso só está acontecendo dessa forma porque o Poder Executivo local não cumpre o seu papel. Se Araguari possuísse um sistema de fiscalização desses produtos, a situação poderia ser outra e os prejuízos dos produtores e comerciantes, com certeza, seriam bem menores. A propósito, convém perguntar. Quando será criado o Serviço de Inspeção Municipal? Para quê serve o Procon de Araguari?

Às escuras

Recebi uma reclamação feita por um ilustre leitor. Horácio Póvoa, contador e responsável pelo ressurgimento da Alvorada FM, está inconformado com a quantidade de lâmpadas queimadas pelas ruas da cidade.
Para que não voltemos à Idade das Trevas, reproduzo aqui a pertinente reclamação do leitor/blogueiro:

Tem-se a impressão que voltamos aos tempos de racionamento de energia (tempos do apagão).

Basta percorrer as ruas da cidade a noite e depara-se com um número excessivo de luzes queimadas, em todos os bairros, em inúmeras ruas.
Em alguns locais constata-se duas ou três luzes queimadas no mesmo quarteirão.
Exemplo ?
Rua Brasil Aciolly, entre Praça da Casa da Cultura e Olegario Maciel.
Rua dos Portadores, antes da Av. Belchior de Godoy.
Av Minas Gerais, em vários pontos.
Av. Batalhão Mauá, em vários pontos.
Av. Cornelia R. Cunha, em vários pontos.
Av. Mato Grosso, em vários pontos.
Rua Pires do Rio, B.Jockey Club.Esses foram alguns pontos que me recordei agora, mas basta um pequeno passeio pela cidade para constatar isso.
E venho reparando isso há alguns meses.
Tem locais que tem meses que passo e vejo que continua do mesmo jeito.
Afinal, de quem é a responsabilidade?
A Cemig deveria ter uma equipe para detectar e resolver esse problema ou a Prefeitura deveria tomar providências?
Ou ainda, isso seria responsabilidade do consumidor?
Abraço a todos.
Horácio Póvoa
Contador
Araguari/MG

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Imprensa sensacionalista?

Tem causado repercussão na cidade a forma como o Jornal Diário de Araguari noticiou a morte de uma pessoa em acidente na BR-050, na chegada da cidade. O Jornal estampou em primeira página a fotografia  da vítima ensanguentada, antes de ser removida para o IML.
A propósito desse fato, trago o texto escrito pela leitora Sandra, do Bairro Paineiras.
Causa e efeito??? Ação e reação??? Eu diria apenas que é Deus: DESCONGELANDO CORAÇÕES!
A terceira lei de Newton: “Não há causa sem efeito, não há efeito sem causa”. Tal lei nos ensina que: para toda força aplicada de um objeto para outro objeto, existirá outra força de mesmo módulo, mesma direção e sentido oposto. Em outras palavras, a lei de ação e reação nos diz que para cada ação existirá uma reação.
A lei de Deus: "Amar e respeitar seu semelhante". Não se justifica dentro das leis de Deus nenhuma ação má de um irmão perante outro. Jesus foi bem claro quando disse: "É necessário que o escândalo venha, mas ai daquele por quem ele vier".
Não nos permitamos ser os agentes do mal com a desculpa de que esse mal será benéfico a outrem. O mundo carece de amor, de amor pelo mal, do amor que modificará as posturas más. Quanto ao "escândalo", ele virá de forma natural. Ninguém é chamado para executá-lo.
A vida não perdoa você colhe o que plantou e deita-se na cama que arrumou...
Seja pela ciência, pela religião ou pelo ditado popular: TUDO O QUE AQUI SE FAZ... AQUI SE PAGA!
Espero sinceramente que isso não seja visto como uma critica negativa, mas sim como conselho a todos os jornalistas de nossa cidade que em sua grande maioria são meus amigos.
Isso pode fazer vender mais jornais ou aumentar a audiência das rádios e TVs. No entanto, se nos colocarmos no lugar das famílias dessas pessoas,
Vamos ver o quanto é sofrido ver um ente querido estraçalhado, mutilado e ensangüentado, sendo que somente a perda de um filho, pai, irmão, amigo... já é um dor incalculável.
Quero com isso apenas mostrar que dinheiro e fama não é tudo nessa vida. Somos todos mortais e eu não quero folhear um jornal ou assistir um noticiário na TV e reconhecer, em um corpo mutilado, um amigo meu ou um familiar. Essa não seria, com certeza, a imagem que eu gostaria de guardar de ninguém a quem aprendi a amar.
Na verdade, essa não é a imagem que quero guardar de ninguém, seja amigo ou inimigo, mesmo porque eu não quero ser vista como inimiga de ninguém.
Sei também que serei julgada por esse desabafo e só posso dizer que sinto muito, mas não escondo os meus sentimentos, sejam eles quais forem.
Sandra Lúcia Ferreira

Moradores reclamam do atendimento em Posto de Saúde


Fonte: Jornal da Vitoriosa

"Central de Entulhos" ou "Lixão"?



Este é o retrato da "central de entulhos" do Bairro Independência. Na verdade, por causa da omissão do Poder Público, que não executa as fiscalizações devidas, o local transformou-se num verdadeiro "lixão".
Vale lembrar que, nem mesmo sob a "pressão" do Ministério Público, o município vem agindo. Talvez esteja na hora de os promotores ajuizarem diretamente ações visando a obrigar o município a cumprir o seu poder de polícia (fiscalização). Parece que a assinatura de termos de ajustamento de condutas (acordos com o município) não está surtindo os efeitos esperados, uma vez que os agentes públicos costumam, simplesmente, ignorá-los.
Enquanto isso, os moradores continuam sofrendo com os transtornos e os danos ambientais causados por aqueles que indevidamente jogam todo tipo de lixo no local e pela omissão da Prefeitura. A continuar assim, o próximo passo será o surgimento de barracos nas proximidades, uma vez que os lixões acabam atraindo os catadores de material reciclável.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Pizza às vésperas do Natal



A Câmara, por meio da Resolução nº 008/2010,  aprovou as contas de 2008
do ex-prefeito Marcos Alvim
     Às vezes,  minha inocência me assusta. Santa ingenuidade, Batman!
    Em janeiro, questionamos aqui o fato de a Câmara ainda não ter examinado o parecer prévio emitido pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE/MG), que opinou pela reprovação das contas de 2008 do Governo Marcos Alvim. O motivo da reprovação, segundo a visão técnica do TCE/MG, está no fato de ex-prefeito não ter investido o mínimo exigido em educação. O ex-prefeito deixou de aplicar R$ 623.108,82 na manutenção e desenvolvimento do ensino. Se o parecer fosse mantido pela Câmara, o ex-prefeito poderia ficar inelegível por até 8 anos.
     Olha a pizza, aí! Não é que, no apagar das luzes do ano de 2010, a Câmara de Vereadores editou  resolução aprovando as contas do ex-prefeito, derrubando, assim, o parecer do TCE/MG. É essa a informação lacônica lançada no site daquela Casa (vide foto acima).
     Esse fato só comprova a tese de que existe mesmo um certo "código de ética" entre os políticos. Para manter a regra da impunidade, muito raramente eles jogam um boi às piranhas. Nesse caso, não foi preciso esse tipo sacrifício. Salvaram a pele do ex-prefeito mesmo sabendo que, além da irregularidade apontada pelo TCE/MG, existem outras que ainda estão sendo investigadas pelo Poder Judiciário.
     A comprovar a existência desse "código de ética" na política, temos o interessante fato de que a autoria do projeto de resolução que retirou uma das "guilhotinas" do pescoço do ex-prefeito partiu justamente de vereadores que, hoje, apoiam o prefeito Marcos Coelho. Teoricamente, esses senhores seriam oposição ao ex-prefeito. São eles Rogério Bernardes Coelho, Luiz Antonio Lopes e Rafael Scalia Guedes. Interessante notar, ainda, que os vereadores de oposição ao atual governo, que tanto defendem a legalidade e a moralidade, também silenciaram. Seriam todos farinha do mesmo saco?
Clique aqui e vejam o andamento do processo de prestação de contas no site do TCE/MG;
Clique aqui e leiam o parecer prévio pela reprovação das contas de 2008 do governo Marcos Alvim;
Clique aqui e vejam no site da Câmara de Vereadores a notícia da aprovação das contas de 2008;
Clique aqui e leiam a inocente postagem deste inocente blogueiro, que, em janeiro deste ano, ainda não sabia da aprovação das contas, ocorrida em dezembro de 2010.