domingo, 13 de março de 2011

Mudança no trajeto da BR-050

A Câmara Municipal de Uberlândia realizará Audiência Pública, no dia 17 de março, para discutir a criação de uma “força tarefa”, cujo objetivo é reivindicar a correção do traçado da duplicação da BR 050, entre Uberlândia e Araguari. Pretende-se eliminar, nesse trecho, seis curvas consideradas perigosas. O evento contará com a participação dos vereadores de Uberlândia e Araguari, de técnicos, da população e demais autoridades. 
O grande número de acidentes ocorrido nesse trecho da rodovia, por si só, já justifica a realização dessa Audiência Pública e a tentativa de modificar o traçado da duplicação já em curso.
Convém que a população araguarina, grande usuária da rodovia, e as entidades representativas dos diversos segmentos sociais (ACIA, CDL, OAB, etc.) participem efetivamente dessa mobilização que, se bem sucedida, poderá preservar várias vidas.

4 comentários:

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 13 de março de 2011.

Prezado Marcos,

Partindo-se da premissa de que a menor distância entre dois pontos é uma reta, e nosso grande problema são exatamente as curvas entre estas duas localidades, vejo aí um impasse...

De qualquer maneira, conte com as Entidades citadas APENAS para tornar esta distância maior - e claro, espero - MAIS SEGURA para os usuários da Rodovia-da-Morte Triangulina, ainda administrada por um Ilustre e Honorário Cidadão Araguarino. Prata da casa.

Analisando aqui:

Quantos anos, quantas vidas, quantos Pleitos, quantos discursos, quantos conlúios & conchavos - afinal, QUANTUM nos custará mais essa Novela ?!

Penso que Araguari-Uberlândia EXCLUSIVAMENTE pela BR-365 deixaria todos muito mais felizes...

Fonte GMAPS:
http://tinyurl.com/4cdfoau

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

EFGoyaz disse...

É um milagre. Há quantos anos se fala disso e nenhuma autoridade se move. Será que tem alguma relação com o afastamento do Superintendente Molinero do DNIT em Uberlândia? De qualquer forma, me lembro que esse assunto da geometria da BR-050 é anterior à construção das usinas de Capim Branco. Mesmo que não dê em nada já vale a discussão. Os assuntos devem sim ser postos à baila. Parabéns à quem teve iniciativa. Com toda certeza sabemos que não partiu da Câmara dos Vereadores de Araguari.

Aristeu disse...

Marcos, o Observatório está ficando importante demais pra ficar na virtualidade. Eu te proponho transformarmos aquele seu armazém contíguo à sua casa na Vila Goiás em um Observatório "Físico". Vamos mostrar a cara e deixar que olhem nos nossos olhos e descubram nossas verdadeiras intenções por uma Araguari melhor e consequentemente o universo que nos cerca. Do armazém a gente faz um escritório com impressoras (podemos até editar panfletos e quiçá um jornal, seu grande sonho. Com internet bem banda larga, cafezinho... Um verdadeiro Clube de cidadãos voluntariosos. A casa pode servir para abrigar visitantes e tantas outras necessidades. Vislumbro até uma casa aberta 24 horas. Cada um, conforme seu tempo, cumpriria uma escala de acordo com a disponibilidade. Eu poderia ficar, por enquanto, um dia por semana. O Edilvo ficaria uma hora, por exemplo, o Yanis, o Alessandre, você quando estivesse lá e... Sonho demais, mas recuso a acordar.

Aristeu disse...

Esta sim seria a casa do povo!