quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Justiça determina o bloqueio dos bens dos nove vereadores de Fronteira

Por MGTV TV Integração

de Fronteira

Eles são acusados de usarem a verba indenizatória de forma irregularA justiça determinou o bloqueio dos bens dos nove vereadores de Fronteira, acusados de usarem a verba indenizatória de forma irregular, entre janeiro de 2009 e setembro de 2010, gerando um prejuízo de aproximadamente R$ 570 mil aos cofres públicos do município. Os vereadores já estão afastados do cargo desde terça-feira (07) e a justiça eleitoral fará ainda nesta semana a nomeação dos suplentes para que a Câmara volte a funcionar.


Relembre o caso: MP denuncia farra com o dinheiro público na Câmara de Vereadores de Fronteira

Duas ações tramitam na justiça contra os vereadores de Fronteira. Uma no âmbito civil, que pede condenação por improbidade administrativa, onde as penas são perda dos direitos políticos e devolução do dinheiro, e outra ação na vara criminal, que pode resultar até mesmo na prisão dos parlamentares.

Leia também: Justiça determina que plenário e gabinetes de Fronteira sejam lacrados

Fonte: Portal Megaminas

Pitacos
Apenas para lembrar, em Araguari já aconteceu algo semelhante. Houve punição? E os envolvidos?
Bem, punição houve, uma única vez, para um grupo de vereadores que se utilizou de laranjas e notas frias. Foram condenados por improbidade administrativa (suspensão dos direitos políticos e devolução dos valores desviados). Hoje, está em andamento um processo para receber o dinheiro surrupiado dos cofres públicos.
Quanto aos envolvidos, alguns sumiram da vida pública (graças a Deus!). Outros, mais sortudos, continuam por aí. Um ocupa cargo na Prefeitura. Outro aparenta ser proprietário de jornal que tem bons contratos com a Prefeitura. O que era servidor público se aposentou e recebe proventos pagos pelo município (não é aquela merreca paga pelo INSS).
Como a Câmara de Vereadores nunca primou pela transparência dos seus atos (inclusive na atual legislatura), não custa deixar uma pergunta para os senhores. Será que esse tipo de maracutaia nunca mais ocorreu em Araguari? Reflitam...

3 comentários:

Aristeu disse...

Jurisprudência, jurisprudência, jurisprudência...

C R A D disse...

Uma luz no fim do túnel


Aqui em Araguari tudo acontece de forma surpreendente e espetacular.
A "Farra do Boi" acontece nos entraves do poder público e mesmo assim a impunidade reina.
E, ao que tudo indica, tais episódios não aconteceram apenas no passado, mas atualmente continuam dando o "ar da graça".
O Atual Modelo de Administração é falho? Também deixa a desejar? Sim. Mas não está sozinho nessa. A população araguarina parece que se acomodou pois, mesmo sentindo-se lesada pela atual gestão, permanece na inércia e aceita tudo de "bom grado".
Sendo assim, todos tomam consciência do que está acontecendo de fato mas nada fazem porque ja estão habituados a aceitarem todas as justificativas advindas do poder publico.
Vamos à "Revolução" meu povo!
Não podemos aceitar que o nosso município seja lesado em detrimento de ações torpes e criminosas que prejudicam toda a população.
Manifestem-se, façam valer seus direitos!
Não podemos mais abaixar a cabeça e aceitar que fatos escabrosos como esses (como por exemplo, o desvio de verbas) se tornem meramente mais um fato corriqueiro que, por falta de punição, caia no esquecimento.
Não importa quem são os envolvidos. Sejam eles, "laranjas", Diretores, Secretários, Prefeito, Vice, e até mesmo Vereadores, todos terão que prestar esclarecimentos à Justiça e também à População.
Não podemos aceitar a impunidade. Vamos lá meu povo, se não houver "Justiça", façamos tudo com as próprias mãos", mas não aceitemos que a corrupção lese os nossos direitos.
Façamos a "Revolução".

Cácia com c disse...

Temos um grande exemplo no Egito quase um mês e o presidente renunciou, é de arrepiar a ideologia daquelas pessoas, dá vergonha de continuar sendo parasita respirando o ar sem nada fazer e deixar para se orgulhar.