sábado, 5 de fevereiro de 2011

A Imprensa e o Neófito

O acesso à imprensa convencional, falada, ouvida ou escrita, tem como contrapartida uma extravagante censura, uma perda de autonomia, ligada entre outras coisas, ao fato de que o assunto é imposto, de que as condições da comunicação são impostas, que, sobretudo, a limitação do tempo impõe ao discurso limitações que o abaterão, tornando-o viciado e corrompendo seu conteúdo. Tal censura é exercida também no receptor, ouvinte, leitor e telespectador, passando antes, claro, pelo próprio jornalista. Há intervenções políticas e econômicas.


A breve introdução do texto serve como gancho para discutirmos aqui, a democratização da informação que a internet proporciona, enquanto os meios de comunicação tradicionais têm ainda cordão umbilical com a ideologia dominante dos coronéis e seus capachos de segundo escalão. O amplo debate que a rede proporciona, assusta e enfurece àqueles que nunca participam de discussões, pois hes falta sempre argumentos. Os donos do poder e seus bajuladores se frustram em não poder levar suas perseguições ao âmbito virtual, que ainda é livre e cada vez mais acessível.

Comunicadores do mundo virtual são vistos com ódio e desprezo pelos donos do poder, pois não há como controlar blogueiros e internautas, e estes escrevem sobre a precariedade do governo livremente, sem preocuparem com a perda da esmola ofertada pelo coronel. A falta de argumento é tão notória, que neste blog que vos escrevo, ninguém tem a coragem de escrever uma nota que seja contra-argumentado os fatos descritos aqui. Estes contra-argumentos são feitos na imprensa oficial paga pelo governo, desta forma perdendo sua validade e deixando rastejar sua credibilidade no pó da bajulação.

Chamam por neófito o blogueiro, então neófito também serei. Na botânica, neófito é o mesmo que planta pequena, um broto. Somos neófitos a partir do momento que inovamos e fazemos brotar novos meios de protestos e denunciando as calamidades praticadas pela atual administração municipal. Somos neófitos por que inovamos em não bajular, mas sim esclarecer a sociedade dos fatos que sabemos e vivemos dentro do âmbito público municipal. Ah sim, sou um neófito esclarecido.

Nossos governantes e seus bajuladores de plantão utilizam da simplicidade dicotômica, posso por que sou (esquecem que estão). Portanto, qualquer tipo de opinião contraria manifestada, chega a eles como ofensa pessoal. Não conseguem analisar, sequer sua condição de sujeito público, vinculados a crítica e sugestão por parte dos seus administrados e governados. Causa-lhes desconforto o embate. O efeito causado pela critica é análogo à criança que perde o fôlego com um susto, mas nossos marmanjos perdem é o argumento, afinal eles “são” e não “estão”.

Para terminar cito Michel Foucault, que imagino se o SR. Djair já o leu:

“O debate é como uma luta de espadas, onde as lascas das lâminas, se fundidas, podem fazer outra espada.”

Wellington Colenghi,
Servidor Municipal

Contato: mailto:wellingtoncolenghi@yahoo.com.br

37 comentários:

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 5 de fevereiro de 2011.

Prezado Colegha,

Você está se superando... e a cada postagem, surpreendendo!

( E pensar que um Cidadão destes, neófito, leva a vida - honrosamente - a caçar mosquitos... )

Temos mesmo que evoluir.

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Anônimo disse...

texto muito bem elaborado, pelo amigo e companheiro de trabalho Wellington Colenghi, como escreve bem, hein! muito consciente! parabéns parceiro muito sucesso!!!

Alessandre Campos disse...

O assédio moral é a velha prática de um novo modelo de "mobbing" que pode concretizar-se de diversas formas, que, a título ilustrativo, podem ser: a marginalização do sujeito mediante a hostilidade e a não comunicação; críticas contínuas a seus atos; a difamação; a atribuição de tarefas que inferiorizam e são humilhantes ou, ao contrário, difíceis demais de cumprir, sobretudo quanta propositadamente não acompanhada de instrumentos adequados; o comprometimento da imagem do sujeito perante seus colegas, clientes, superiores; transferências contínuas de um escritório, departamento a outro, etc.
Servidor publico, denuncie toda e qualquer prática de assédio moral ou "mobbing".

Edilvo Mota disse...

Tenho orgulho de ter sido (ainda que entrando pela janela - porém, saindo pela porta da frente) companheiro de trabalho do Wellington Colenghi e de tantos outros agentes sanitários lotados na Secretaria Municipal de Saúde.

Nossa convivência foi um mar de rosas? Claro que não. Especialmente num quadro de histórica falta de priorização da Saúde Pública e de reconhecimento ao trabalho dos servidores municipais, que sempre perdem vez na fila para comissionados não concursados, oriundos de palanques e claques, de esquemas de aliciamento de eleitores.

Entretanto, pautamos de ambas as partes, durante 39 meses, nossa convivência no respeito ao contraditório e no diálogo.

Wellington Colenghi expressa, num texto bem elaborado, sereno e consistente, o pensamento e o sentimento dos servidores da Saúde (e creio que da maioria dos demais servidores públicos municipais).

Contra o autoritarismo, a coragem;

Contra a intolerância, a serenidade;

Contra a truculência, o sorriso;

Contra a perseguição, a inteligência.

Por certo, os ensinamentos de Gahdi estão servindo para uma outra espécie de independência: a libertação de cidadãos do jugo de grupelhos políticos, que hão de sucumbir ante a resistência pacífica e a insistência no respeito às leis e à democracia.

Amigo Colenghi, mais uma vez receba minha manifestação de respeito e admiração.

antonia disse...

Colenghi, fiquei muito triste com a grande injustiça que cometeram com você e demais companheiros, porém fico muito feliz por saber que isto aconteceu por vocês lutarem pela categoria e não apenas em benefício próprio, como é o que esperam de surpervisores em qualquer lugar, que estes neguem seus colegas de trabalho em troca de uma função gratificada.

Débora funcionária Pública disse...

Valeu colenghi, seu texto ficou maravilhoso... uma vantagem vc não foi pago para falar à verdade.ficou 1000000000000000,parabéns!!!!!!!!!!!!

Débora disse...

Parabéns também o Edilvo Mota, pelas suas colocações à respeito ao nosso amigo,colenghi,força ,coragem e determinação.

Marcos Lander disse...

Esse quiprocó não aceita críticas. E quando ele escrevia só criticando. Pimenta no fiofó dos outros é suco de grosellha mesmo.

Marcos disse...

Colenghi, agradeço pelo apoio e por se inserir entre os neófitos inconformados com os rumos que a gestão do município vêm tomando.
O seu texto é bem claro e dispensa maiores comentários. Deveria ser lido cuidadosamente pelos políticos araguarinos. Não existe um pensamento único na cidade. Não se pode concordar com todo e qualquer ato somente pelo fato de ter sido praticado pelo governo. Por isso, a classe política terá que se acostumar com as divergências de opinião. É a democracia.
A propósito, hoje pela manhã, conversei por quase meia hora com o Prefeito no programa Tribuna do Povo,na Rádio Onda Viva. Deixei claro que a minha intenção não é questionar pessoas, mas sim os atos ilegais ou prejudiciais aos cidadãos. Aproveitei para falar sobre os absurdos praticados contra os funcionários de carreira e contra o próprio serviço público. Disse a ele que os ocupantes de cargos efetivos precisam ser valorizados.
Bem, ele defendeu a sua gestão e fez várias promessas de que vai apurar alguns fatos noticiados no blog e na imprensa em geral. A conferir.
Por fim, quero dizer a você e aos demais servidores que compartilham deste espaço comigo que não desistam da luta por melhoria das condições de trabalho, pela valorização das carreiras, por melhorias salariais. Não se presta serviço público de qualidade se os servidores não forem valorizados. Espero que vocês não se intimidem com as ameaças e retaliações dos poderosos.
Este espaço público, como o próprio nome diz, estará sempre à disposição de todos. Concordando ou não com minhas opiniões, serão sempre bem-vindos.

Aristeu disse...

Que legal, gente! Na rádio é mais fácil falar com o prefeito que na prefeitura.

Colenghi disse...

Marcos,
Infelizmente nós servidores já chegamos ao extremo de não acreditar no Prefeito, que juntamente com seu vice, prometeu-nos vários benefícios, e sequer, respeito nos deram.
Solicito a você a possibilidade de publicar o histórico das negociações que o Prefeito e o Juberson fizeram com nossa categoria, estamos fazendo uma compilação e textualizando-as. Desta forma, creio que os leitores entenderam o por quê de tanta luta que minha categoria promove. Das promessas dos candidatos às perseguições por parte da atual gestora e suas diretoras. Se for possível publicar evio-lhe o texto assim que compilarmos as informações, pois são muitas e necessito de consulta a alguns companheiros.
Falando em luta, alguns outros segmentos já começam a acordar, creio que a partir da próxima semana já teremos novidades em relação à cobranças de outras categorias. Darei a notícia no blog assim que tiver novidades.
No mais quero agradecer à você, à meus companheiros de trabalho, que nunca tive a chance de agradecer, visto o desrespeito com que fui tirado da rotina de trabalho com meus colegas. Obrigado.
Ao Edilvo, que È COMPANHEIRO até hoje e a todos os leitores.
Necessário dar uma alfinetada lembrando que se a Gestora da Saúde, soubesse um pouco sobre movimentos sociais historicamente constituídos, ela saberia que criar MÀRTIRES é um grande problema ao despotismo.
Abraço à todos.

Anônimo disse...

Ao ler este texto sinto-me constragida. Tínhamos supervisores que lutavam junto conosco como o wellington e agora, dá até tristeza.
Sem diálogo, sem companheiros e sem assistência. sabem por que? Por que os novos supervisores só sabem andar de carro, nada mais.

Edilvo Mota disse...

SE... a Cãmara Municipal de Araguari fosse realmente soberana, independente e comprometida com o interesse público, já estaria agindo com rigor, na apuração de tanta denúncia de irregularidade.

MAS... com as cadeiras compradas de forma descarada na campanha de 2008 (a exemplo das anteriores) não existe compromisso com o eleitorado, que em grande parte vendeu o voto e a alma. Portanto, negócio concluído, nada haveria a cobrar e nem contas a prestar.

Restam, então, um simulacro de poder, uma conivência criminosa com mandos e desmandos; e muito discurso vazio, muito requerimento inócuo, muito rabo preso a contratos e acordos inconfessáveis.

O modelo representativo vigente inicia seus estertores e, um dia, o Egito será aqui.

Edilvo Mota disse...

http://eticaraguari.blogspot.com/

O Alessandre Campos criou este blog "ÉTICA ARAGUARI" e a primeira postagem é a minuta de um projeto de Lei de Iniciativa Popular, propondo Emenda à Lei Orgânica do Município, para vedar o NEPOTISMO.

Estima-se que serão necessárias 4.169 assinaturas (5% do total do eleitorado de Araguari).

Se nós quisermos REALMENTE fazer algo, bastará assinarmos a proposta e divulgá-la.

Depois, encaminhar o projeto de lei à Câmara Municipal e ver ser os "representantes do povo" irão cumprir sua obrigação; ou se, mais uma vez, irão se curvar ao Executivo e aos interesses pessoais.

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 6 de fevereiro de 2011.

Prezado Edilvo,

(...)
O modelo representativo vigente inicia seus estertores e, um dia, o Egito será aqui.
(...)

E não é que os deuses agiram antecipadamente, orientando nosso dita-dor a esconder nossas pedras sob capa de betume ?!

Em tempo (Merece um tópico específico hein Marcos ?!):

Ética Araguari !!! Lei de Inicitiva Popular.

Nossa Lipo...

... para enxugar as gorduras mórbidas de ARAGUARI.
http://eticaraguari.blogspot.com/

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Ianis disse...

Tá aí, Edilvo. Postamos juntos. Inconsciente coletivo agindo.

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Anônimo disse...

O assédio moral é a velha prática de um novo modelo de "mobbing" que pode concretizar-se de diversas formas, que, a título ilustrativo, podem ser: a marginalização do sujeito mediante a hostilidade e a não comunicação; críticas contínuas a seus atos; a difamação; a atribuição de tarefas que inferiorizam e são humilhantes ou, ao contrário, difíceis demais de cumprir, sobretudo quanta propositadamente não acompanhada de instrumentos adequados; o comprometimento da imagem do sujeito perante seus colegas, clientes, superiores; transferências contínuas de um escritório, departamento a outro, etc.

Caro Alessandre, vc já trabalhou no combate a dengue nessa atual gestão?

Alessandre Campos disse...

Caro Anônimo (6/2/11 - 12:57) (saia do anonimato e verá que será mais feliz), não trabalhei no combate a dengue, mas já fui vítima da dengue e é uma doença terrível. Trabalho na Secretaria de Planejamento e vivencio o que todos os funcionários públicos concursados vivenciam nesta gestão.

Ética Araguari. Contra o Nepotismo!
http://eticaraguari.blogspot.com/

Anônimo disse...

Ontem numa emissora de rádio da cidade,o senhor prefeito continua a adotar a velha tática dos 54% da lei de responsabilidade fiscal como forma de justificar sobre a impossibilidade de aumentar o salário dos servidores públicos do municipio. Já são 3 anos com esse mesmo discurso instrumentalizado. Lei de responsabilidade fiscal senhor prefeito vigora no país todo, mas apenas aqueles municipios com falta de organização e planejamento que a usa como desculpa para não melhorar as condiçoes de trabalho e salarial dos seus servidores.
A vitória do senhor Marcão e Jubão nas últimas eleições foram condicionadas com loteamento de secretárias e inúmeros outros favores políticos que elevaram consideravelmente o número de cargos de confiança, assim o "Novo Modelo" de administração governa em favor de grupos -oligarquia - e não da sociedade araguarina. No entanto, o absurdo foi saber ainda em campanha que os candidatos a vereadores da chapa coligada seria gracejado com um cargo na prefeitura. Isso é vergonhoso! O senhor prefeito garantiu em palanque que acabaria com as empreiteiras, sabemos que estas consomem grande fatia de recurso desnecessariamente, e uma maneira ética e salutar era abrir uma frente de concursos públicos como forma de dar maior transparência a gestão. Após a eleição esqueceram da promessa e não apenas garantiu a continuidade das mesmas como também estimulou a criação de outras para pagarem favores de campanha. Vexatório!!!
Então está mais que claro senhor prefeito que o senhor sempre recorrerá a esse argumento pífio dos 54% por não dar conta de levar a cabo as reformas necessárias. Seus secretariados e tantos outros diretores que constituem o seu governo, não tem nenhuma afinidade ideológica que pensa em favor de uma araguari grande e desenvolvida, pelo contrário, fazem parte do governo apenas para satisfazerem seus propósitos e interesses pessoais, enquanto a sua administração senhor prefeito caminha a passos largos para o abismo! No final a imagem queimada é a sua senhor prefeito por mostrar pusilaminidade no ato de administrar.

Anônimo disse...

Levi Siqueira depois que a UNITRI quebrou teve perda financeira, não tem habilidade como advogado e tende a sugar o máximo como secretário de administração. Fez parte do mesmo grupo que levou e ex-prefeito Milton Lima a perder seus direitos políticos por 8 anos.

Silvio Póvoa faliu sua própria loja comercial em seguida é nomeado secretário de obras e é responsavel direto pela primeira crise do governo no caso dos eucaliptos.

Iara Borges já cansou de falar que não tem aptidões partidárias, que não é política, então pouco importa com os rumos do governo. Quando fez parte do grupo do ex-prefeito Marcos Alvim ao assumir a direção do PSF não conseguiu nenhuma melhoria na saúde primaria, visto que hj temos uma sociedade mais doente, o que mostra que a atual gestora do SUS do municipio não teve habilidade ainda como gestora do PSF.

Djair, já asssumiu o governo passando vergonha com seu autoritarismo bairrista que não aceita o contraditório que é a base da democracia.

Anônimo disse...

Essa frase do filosofo francês Michel Foucault exprime o movimento dialético que é o movimento das contradições cuja superação é o surgimento do novo, mas esse novo já leva em si o germe da sua própria superação que no curso ideológico são as refutações e questionamentos.
Certeza, o senhor Djair de espirito conservador e autoritário não leu Foucault. Se leu não entendeu.
Deve ter aprendido algo da escola positivista, cuja limitação filosófica exerceu influencia no seu comportamento autoritário.
Para concluir, se para o pensador Hegel, o Estado é uma das mais altas sínteses do Espírito objetivo, o qual sintetiza numa realidade coletiva, para o senhor Djair que já até fez parte do governo do Mãe Preta e agora no atual governo, a coisa pública é tratada como a mais alta manifestação de interesse próprio, mamar... mamar... e mamar nas tetas do governo para ser feliz. E o povo? Oras! Que se lasque!!! Ass: Aldo

Marcos disse...

Anônimo das 16:45, essa conversa de que não pode conceder benefícios aos servidores por causa do limite da LRF é balela.
No primeiro ano de governo, numa só tacada, o governo Marcão aumentou os gastos de pessoal em 19%, passando de R$ 48 milhões para R 58 milhões/ano. Isso quer dizer que as despesas de pessoal passaram de 40% da Receita Corrente Líquida (parâmetro da LRF) para 48%, ou seja, num só ano o município passou a ficar a apenas 6% do limite da LRF. Antes, estava a 14%.
Questionado pelo André Queijinho a respeito, o prefeito afirmou que concedeu aumentos ao pessoal da área de educação e que contratou médicos para o PSF. Respondi que, mesmo nao tendo todos os dados em mãos, esses aumentos não são capazes de justificar essa elevação de 19% em só ano.
Enquanto não receber outras informações, permaneço com a minha ideia de que esse aumento foi originado, principalmente, do acréscimo do número de comissionados, de temporários e estagiários.
Mais sobre o assunto esta no seguinte post http://observatoriodearaguari.blogspot.com/2011/02/governo-mentiroso.html

Anônimo disse...

Senhores e senhoras, nunca devemos esquecer, que por tras destes desmandos da SRa Iara Borges, esta a Ex vereadora Eunice Mendes.
Estão esquecendo aqui, de juntar a figura dela ao goveno do Marcão, esquecem tambem, que a iara eh peixe dela e protegida da atual sec de Educação.
A ida dela para a pasta de educção eh uma manobra para desvincula r a imagem del dos deslizes cometidos, aumento de IPTU, sandices da Iara, etc..
Nunca esqueçamos disso.
Servidor, em 20012, Eunice Jamais.

Anônimo disse...

A situação de vocês é da seguinte forma:
Funcionários magoados com a retirada da gorda gratificações, vomitando resmungos num blog de 5º categoria.
Se trabalhassem realmente, certamente a Iara Borges não os teria retirado, ela é justa.
Quanto á eunice, surgiro que pensem antes de falar dela, não há pessoa mais nobre que a secretária de educação e ex vereadora.
Ela é chique, e em etiqueta vocês deixam a desejar.
Se o autor do texto trabalhasse tão bem quanto escreve, talvez não estivesse nessa situação.

Anônimo disse...

Parei na Iara é justa.

Antonia Arruda disse...

Caro anônimo das 15:49, realmente a covardia é seu nome e o medo seu sobrenome se está falando bem dos ditos "atuais poderosos" se indentifique, a justa Iara que pede nomes de funcionários que foram reinvidicar correção no pagamento de salário mínimo, que não é assunto de sua pasta no entanto quebrando a hierarquia de qual ela tanto gosta e tambèm impedindo os agentes de tirar férias por falta de pessoal o qual a culpa tambem deve ser "nossa", Eunice´realmente é muito chique até mesmo quando aprova um aumento de 100% até o ano de 2013 se não me engano nos tributos tudo isso de forma aleatória, bom talvés caro anônimo vc não tem tributos para pagar ou ainda não os paga, visto que gosta tanto de bajular se identifique, meu nome é Antonia Arruda e o seu? Crie coragem e lembre-se de uma frase de uma grande mulher "PREFIRO MORRER DE PÉ QUE VIVER DE JOELHOS" (DOLORES PARRULHA),Acredito que VC prefera aquela outra do dito popular, "MELHOR PUXAR SACO QUE PUXAR CARROÇA". Pois sei quem é você.

ROSE disse...

Gorda gratificação? Você além de covarde, visto que não tem coragem para se identificar (viver em cima do muro lhe possibilita mamar nas tetas da administração pública seja lá quem for o prefeito, pois cada um que é eleito está lá você mamando nas tetas gordas do dinheiro público)ainda é hipocrita, olhe-se no espelho e veja quem realmente recebe "gordas gratificações" para ficar PUXANDO O SACO.
E eu também sei quem você é. Se identifique. Qual é o medo?
A Iara não é justa? E a Eunice não é muito chique? Então se identifique pois elas ficarão eternamente gratas. Você não acha?
XI!!!!! Esqueci. Você não pode se identificar, pois diante dessa sua defesa fervorosa sua situação não seria muito agradável no caso de nas próximas eleições algum rival politico dos coelhos for eleito não é. E você como um verdeiro parasita não pode ter seu nome ligado a defesa tão fervorosa ao ex.
Mas eu fiquei curiosa. Você poderia descrever com mais detalhes as qualidades de JUSTA e de CHIQUE qualificadas, respectivamente a IARA e a EUNICE.

Anônimo disse...

Não tenho bem certeza, mas ser Amante é tão bom?A cidade toda já sabe amante do poder,beijin anônimo realmente sua funcão é puxa saco do poder,não ganha tão bem assim tadinho prefiro limpar minha casa para ficar chique,do que mostrar para sociedade (chique por fora,podre por dentro)assunto aqui não é concurso de beleza e SIM COMPETÊNCIA e compromisso com à cidade ser honesta com o povo que confiou como vereadora e mas, se está lá por que?infelizmente nossa cidade existe compra de votos me ofereceram mas sou chique não vendi meu voto.O blog de quinta é visitado todos os dias por vereadores e puxa saco do poder executivo assim como vc,se quiser discutir vida pessoal te garanto sei muito não sou chique,mas honesta para ter meu cargo tem um ditado: (quem diz o quer ouve o não quer).Agora somos de quinta e vc é de sexta?

Anônimo disse...

Foi jogada pela cidade toda uma carta eu guardei,vou ler um pedaço A ELEIÇÂO para a presidência da câmara,que nojo.manipulada(comprada)pelo prefeito coelho afinal precisava dar um presente a Amante,outra parte da carte A relação Maecos Coelho e Eunice sem gracinha Mendes é uma vergonha,pois ela consegue tudo que quer do babaca,Se ele nega a sem gracinha consegue impor ais berros. E o que dizer das caixas de bombons que o bobão manda para a sua amante na cãmara,é ridículo para uma mulher casada(adultera) essa carta se encontra comigo foi jogada pela cidade,por que não descobriram quem escreveu até agora? Araguari cidade da hipocrisia!!! guardei à carta se é verdade não sei mas ninguém mas apurou o assunto pergunto anônimo por que?

Claudimir (Com a cara e coragem) disse...

Eu já estava até preparado para responder o "anônimo bajulador" mas depois que vi que o mesmo(a)foi humilhado(a) por três fiquei até com pena.

OBS:Eu fui um que perdi a "gorda gratificação" isso tá me deixando tão triste. Buá..buá...buá...

Anônimo disse...

A carta que foi jogada conti...jornal correio jornaleco mantido(financeiramente)pela prefeitura que tem como laranja uma pessoa que sempre viveu de favores políticos e de corretor sexual (alcoviteiro)Astério nem se pode se classificar como ser humano,tamanha é sua falta de caráter,VAMOS ANÔNIMO VC NÂO É HOMEM E PUXA SACO POR QUE? NÃO FOI INVESTIGADO CLARAMENTE PARA À POPULAÇÃO FOI POR FALTA DE ETIQUETA?FOI VOMITADO PELA CARTA,OU NÃO FOI TRABALHADO COM COPETÊNCIA? OU RECEBERAM GORDAS GRATIFICAÇÕES? PARA PARAR COM O CASO É APENAS UMA PERGUNTA?TENHO MAS GUARDADAS SE PRECISAR ESTAREI TE PERGUNTANDO,NÃO QUERIA CHEGAR Á ESSE NÍVEL GANHAMOS TÃO POUCO,MAS VC COMEÇOU ME RESPONDA QUERO SABER SOU UMA CIDADÃ PAGADORA DE IMPOSTOS.HUMILDE SEM NOBREZA MAS HONESTA SEM ETIQUETA,MAS ÉTICA.

Anônimo disse...

Marcos, com todo respeito nossa discussão é nossa cidade ARAGUARI mas se Anônimo quiser atacar problema pessoal eu não me calo,desculpas mas tenho essa carta em mãos foi jogada pela cidade,boa noite!!! quero lembrar seu blog não é de quinta se não estariam aqui se manifestando,obrigada!!

Paulo César Morais disse...

Valeu Colenghi pelo texto.

segundo a Wikipédia "Neófito vem do latim novus, nova, novum, e do sânscrito návah"

interessante que o "governo" Marco Coelho tem como slogan "Um novo modelo de Administração", podemos falar em Neófito Modelo de administração, então. Porém de novo nda tem, apenas velhas práticas que nos remetem a antigos coronéis, que depois viraram nomes de ruas e avenidas dessa cidade (já notaram quantos coronéis emprestam seu nome a logradouros?).

Nunca vi tanto descaso com o funcionalismo e com os serviços que atendem a população.

NO Zen-budismo há um princípio chamado Mente de Principiante. é manter a mente sempre aberta e pronta para a aprender e olhar as coisas sob novos ângulos. então devemos ser neófitos sim, e assim: com mente de princpiante. Porque de Velhos coronéis a cidade já está cheia. abraço aos neófitos.

Paulo César Morais

Anônimo disse...

Saude no poder!!!

Ta na hora de assumirem o poder de defender TODOS os funcionários.


SUCAN no SINdiquatro...

Anônimo disse...

[url=http://buyaccutaneorderpillsonline.com/#269]accutane online[/url] - buy accutane online , http://buyaccutaneorderpillsonline.com/#7785 buy cheap accutane

Anônimo disse...

[url=http://buyaccutaneorderpillsonline.com/#19931]buy accutane[/url] - accutane without prescription , http://buyaccutaneorderpillsonline.com/#3571 cheap accutane

Anônimo disse...

[url=http://buyaccutaneorderpillsonline.com/#19002]accutane no prescription[/url] - buy cheap accutane , http://buyaccutaneorderpillsonline.com/#5106 buy accutane online