terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Escola Isolina é selecionada para participar da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

Escrito por Talita Gonçalves
Depois de garantirem o 3º lugar na IV Feira de Ciências da Educação Básica de Minas Gerais - FECEB-MG, da Universidade Federal de Minas Gerais em 2010, alunos da Escola Estadual Isolina França Soares Tôrres estão entre os finalistas que irão participar da FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia da USP, a maior do gênero desenvolvida no país. Sua 9ª edição acontecerá de 22 a 26 de março, no Campus da USP em São Paulo.


Foto: Divulgação
A equipe da escola Isolina, durante participação na FECEB em 2010

A escola conquistou a premiação com o projeto “Saneamento básico – tratamento de esgoto por zona de raízes” na categoria “Água”, coordenado pela professora de biologia Maria Marta Aguiar, formado pelos alunos Júlia Machado Dias, Letícia Gonçalves de Carvalho, Lucas Oliveira Santos e Nicolas Kayan Corrêa Pereira. Agora, irão competir na FEBRACE com este mesmo trabalho. Devidamente inscritos, os representantes da Escola Isolina irão competir com estudantes de várias partes do país.


Clique aqui e leia a reportagem completa no Gazeta do Triângulo
Clique aqui e leia a postagem  sobre a premiação anteriormente recebida pelo grupo de alunos.


Pitaco do blog
É sempre motivo de orgulho ver o nome de Araguari sendo divulgado positivamente lá fora. Esse sentimento torna-se ainda mais forte quando vejo o trabalho da Escola Isolina Soares, da professora Maria Marta e de seus alunos produzindo bons frutos, também, além das fronteiras do município.
As boas notícias não param por aí. A equipe do Isolina deverá participar, com este mesmo projeto, da 63ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que acontecerá em Goiânia, no período de 10 a 15 de julho de 2011, no campus da Universidade Federal de Goiás.
Boa sorte à equipe!

4 comentários:

Edilvo Mota disse...

Tomara que nenhum político espertalhão tente capitalizar para si o mérito da professora e de seus alunos.

Aristeu disse...

Edilvo,

Esta professora é mais uma "De Paulo".

Marcos disse...

Edilvo, para capitalizar o mérito, até é possível aparecer algum político.
Agora, para utilizar esse sistema de tratamento de esgotos, não deve aparecer nenhum interessado. É que o preço dele é muito menor que os normalmente utilizados pelos municípios brasileiros. Por que será?

ANTONIA disse...

É BOM DE VEZ EM QUANDO OUVIR ALGO DE BOM ACONTECENDO EM ARAGUARI, MELHOR AINDA É VER UMA ESCOLA PÚBLICA A FRENTE, DESTA FORMA PENSO QUE AINDA VALE A PENA A EXISTENCIA DE PROFESSORES "EDUCADORES" E NÃO APENAS "CONTEUDISTAS".