sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Assembléia de servidores municipais movimenta praça Getúlio Vargas

A praça Getúlio Vargas ficou movimentada no final da tarde da última quarta-feira, 23, quando o Sindicato dos Trabalhadores e Empregados em Serviços Públicos Municipais de Araguari (Sintespa) realizou assembléia geral para discutir a situação do funcionalismo no município.
Conduzida pelo vereador Sebastião Joaquim Vieira, que também é presidente do Sindicato, a assembléia teve como principal objetivo deliberar a respeito da possibilidade de haver a paralisação das atividades do funcionalismo por um dia. “Entendemos que esta é uma forma de reivindicar o reajuste salarial de 25,9353% equivalente à inflação e o aumento real no salário base. Os servidores de Araguari estão há cinco anos sem recomposição das perdas e sem reajuste salarial. Por isso, nada mais justo que nos mobilizarmos para reivindicar aquilo que é nosso direito”, disparou.
Segundo a organização, mais de 400 pessoas compareceram à reunião em
que foi discutida pauta de reivindicações do funcionalismo
Satisfeito com o número de funcionários presentes no movimento, Sebastião Vieira informou que na próxima terça-feira, 1º de março, os servidores irão à Câmara Municipal para também reivindicar uma posição do Legislativo. “Houve um compromisso por parte dos vereadores, inclusive do presidente da Câmara, em interceder junto ao Executivo para que algo seja oferecido aos servidores. A Câmara assumiu a responsabilidade de convidar o prefeito Marcos Coelho e o secretário de Administração Levi Siqueira para comparecerem à sessão e falar sobre o assunto. Os servidores estarão no plenário da Casa para acompanhar as discussões. Caso nada seja resolvido, possivelmente haverá uma paralisação”, informou.
Neste sentido, o sindicalista destacou que o impasse poderá acarretar o travamento da pauta da Câmara, a exemplo do que ocorreu em 2006. “Os vereadores se comprometeram a não votar nenhum projeto até que a situação dos servidores seja resolvida. O Executivo precisa dar uma posição, falar o que é possível e o que não é possível fazer. Em 2006, o grupo dos seis vereadores que faziam oposição ao então prefeito Marcos Alvim travaram a pauta e após muita luta conseguimos o Plano de Carreira do funcionalismo. A expectativa é de que dessa vez o Poder Legislativo também se posicione e auxilie na solução do impasse”, acrescentou Sebastião Vieira.
Ainda durante a assembléia, foram discutidas questões relacionadas ao Plano de Saúde dos servidores e à concessão de Vale-Alimentação. Posteriormente, os servidores participaram de uma passeata no centro da cidade em protesto às “promessas de campanha que não foram cumpridas”. “Nossa intenção é ser valorizados e ter melhores condições de trabalho que, consequentemente, irão se refletir no atendimento ao público. Não se trata de questão política ou pessoal. Os servidores querem, além da revisão do Plano de Cargos e Salários da Administração Direta, Indireta e do Magistério, o cumprimento de promessas importantes como a redução dos gastos com empreiteiras e cargos de confiança”, finalizou o presidente do Sintespa.
Fonte: Gazeta do Triângulo

Pitaco do blog
Confesso que me causou bastante estranheza o fato de o Sindicato não ter adotado, antes, uma postura mais firme em relação a pontos mais relevantes da pauta de reivindicações dos funcionários, a exemplo da concessão do vale-alimentação, da edição de lei fixando a data-base da categoria (visando a recomposição salarial anual) e da redução dos gastos com empreiteiras.
Antes tarde do que nunca. Ainda há tempo para reduzir os prejuízos que a classe vem sofrendo ao longo dos anos. Por isso, a mobilização da categoria é fundamental.

30 comentários:

Aristeu disse...

Na Praça Manoel Bonito seria mais impactante...

Edilvo Mota disse...

Jornal Diário de Araguari, coluna "Curtas":

"NAVALHA

A CURTAS apurou que o Prefeito teria solicitado a cada secretário uma lista de cargos de confiança que não estariam correspondendo, para dispensa. A medida seria tomada como forma de reavaliação individual de cada um. Espera-se qeu isso realmente seja feito. Mas também é preciso que o número de cargos seja reduzido, pelo menos à metade. Com isso, vai sobrar dinheiro para investir."

OBS: Racionalização e controle de custos são premissas básicas na boa gestão corporativa, independentemente do "modelo" adotado.

Marcos disse...

Quer dizer que o prefeito vai sacudir a árvore e derrubar vários jabutis? Só acredito vendo...

Alessandre Campos disse...

A vontade de muitos secretários é passar a navalha na garganta de muitos funcionários concursados, principalmente aqueles que não são subservientes ou bajuladores.

Débora disse...

Débora disse...
Pessoal vamos acordar cargo de confiança me falou, a dupla Jubão e Marcão vão concorrer à reeleição, ainda falou com din din,ACORDA ARAGUARI!!!!!!!!!!

25 de fevereiro de 2011 18:48

Claudimir disse...

Dou meu maior apoio a candidatura de Marcão e Jubão para as eleições do próximo ano. Ficaria um pouco preocupado caso o atual governo apoiasse outro candidato para a sucessão, pois assim poderia eludir a população com o discurso da renovação.

Anônimo disse...

ta mais queimados que tudo,aumentando os impostos do jeito que aumentou,quem vai votar numa dupla destas ?só se for bobo............
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

ANTONIA disse...

Agora pessoas ligadas a impressa "marrom" e aos administradores, tentam denigrir a imagem de uma certa categoria, O ESTRANHO É QUE NA ULTIMA TERÇA ESSA CATEGORIA LEVOU APENAS TRES PESSOAS E O PLENÁRIO ESTAVA CHEIO, É OU ESSAS PESSOAS ESTÃO ACIMA DO PESO OU O "RADIALISTA" ESTÁ TENTANDO ENGANAR AS PESSOAS POR TER RELAÇÕES NÃO MUITO DIGNAS COM A ATUAL..........

ANTONIA disse...

EM TEMPO ACHO QUE NÃO PRECISO DIZER QUEM É ESTE SER CLARO, E SÓ LEMBRANDO NA PRAÇA NA ULTIMA QUARTA FEIRA TINHAM MAIS DE 300 PESSOAS ETA CATEGORIA GRANDE ESTA......................

CÁCIA COM C disse...

SABE ALESSAANDRE O QUE ESSAS PESSOAS ACHAM PIOR É O FUNCIONÁRIO QUE É HONESTO E NÃO SE VENDE DESTA FORMA NÃO TEM COMO ELES TENTAREM COMPRAR COM ALGUMA VANTAGEM. POR ISSO NOS ODEIAM TANTO.
hOJE ME DISSERAM QUE UM CERTO RADIALISTA ESTAVA FALANDO DE NÓS NA RÁDIO E POR "COINCIDENCIA" POUCO ANTES ELE FOI VISTO COM DUAS SECRETÁRIAS DA ADMINISTRAÇÃO DAÍ DÁ PARA IMAGINAR NÉ POVÃO.

Maria Apaerecida disse...

Claudimir fiquei preocupada vc apoiar o NOVO MODELO DE ADMINIDTRAÇÃO,não entendi vc.

Débora disse...

Eu já ouvi falar eu só falo BEM se me pagar,ENTAUMMM,jornalista também eu escrevo BEM se me pagar o pior que à cidade sabe,eles recebe depois fala,bobão né marcão,ACORDA!!!!!!!!

Anônimo disse...

ACORDA MARCÃO!!! À CIDADE JÁ SABE À IMPRENSA DIZ TE APOIAR NA MÍDIA POR QUE VC PAGA,DEPOIS CONVERSA COM O POVÃO E FUNCIONÁRIOS DESCE O PAU EM VC.

25 de fevereiro de 2011 22:57

Dilson Martins disse...

Marcos;

A atual diretoria do sindicato não trabalhou até agora a nosso favor.

A entidade foi de grande valia para a carreira de advogado do ex presidente (Cristiano). Sem esquecer que este juntamente com o apoio do vice e atual presidente (sebastião) contribuíram para a reestruturação da Procuradoria do Município, criando cargo e reajustando salários.

Neste momento o vereador sindicalista esqueceu que existia outras desestruturadas carreiras. Poderia, como fez no passado abster de votar. Isto em protesto a ausência de benefícios às outras carreiras.

Será que alguém é ingênuo bastante para acreditar que foi coincidência este cargo vir a servir o próprio ex presidente? Duvido muito!

Pouco tempo antes da saída silênciosa do ex presidente, o Vice e atual presidente esteve em um programa de rádia e disse não haver uma diretoria atuante e que caso o presidente não modificasse seu comportamento este (vice) tomaria o sindicato e/ou abandonaria o mesmo.

E O presidente (Cristiano) licencia por motivo de saúde e tempo depois renuncia. Assume o vice presidente (Sebastião).

Marcos,

Dada a total falta de comunicação ofical do nosso sindicato e o desaparecimento da diretoria dos locais de trabalho dos servidores. Muitas desfiliações ocorreram. Mesmo assim, não tive notícia de nenhum membro da diretoria ter manifestado publicamente qualquer tipo de insatisfação.

Percebo pelas reuniões da total falta de grupo dentro do meu sindicato. Acredito que uma só pessoa não consegue democraticamente representar centenas. Ainda mais, se este não aceita críticas.

Na minha opinião, nós servidores é que estamos empurrando e obrigando este "diretório sindical" a agir. Isto, em razão da nossa revolta e indignação para com este governo e principalmente, pelas crescentes perdas salariais e desobediências aos nossos direitos.

Gostaria muito de tecer elogios aos meus representantes sindicalistas. Infelizmente acho que ainda não fizeram por merecer.

Ninguém da diretoria está obrigado a nos servir e representar. E desta maneira, enquanto lá estiverem, teram que receber respeitosamente qualquer crítica construtiva.

Desta forma, caros colegas servidores da prefeitura de Araguari.

Continuemos pressionando tanto nosso sindicato quanto nosso patrão. Vamos todos até a Câmara Municipal de Araguari, às 17:30hs do dia 01/03/2011 - terça feira conduzir pessoalmente os nossos interesses, o futuro de nossas carreiras.

Dilson Martins disse...

Corrigindo:

Ninguém da diretoria está obrigado a nos servir e representar.

Para:

Ninguém foi obrigado a ir para a diretoria do sindicato nos representar. E desta maneira, enquanto lá estiverem, terão que receber respeitosamente qualquer crítica cosntrutiva.

Marcos disse...

Dilson,
Realmente, vc está coberto de razão. O Sindicato fugiu das suas responsabilidades de representante do funcionalismo, para servir a interesses meramente pessoais de algumas pessoas.
Como disse, é muito estranho o Sindicato não ter exigido judicialmente a revisão de salários, direito que está previsto na Constituição e que poderia ser conseguido facilmente na Justiça.
Além disso, me causou surpresa o fato de, até hoje, estar enrolada a questão do auxílio-alimentação. A meu ver, o ex-presidente usou de medida incorreta e mais demorada para resolver a questão. Que eu saiba, o Sindicato não recorreu junto ao TCE-MG nem fez gestões junto à Prefeitura para que revogasse a licitação destinada a contratar a empresa fornecedora dos cartões-alimentação. Essas medidas eram muito mais simples e eficazes, a meu ver. Isso para não falar na indecência que é o valor do auxílio-alimentação que seria pago aos servidores.
Essa reestruturação de Procuradoria foi mais uma picaretagem do atual governo. Pena que tenha contado com a ajuda do ex e do atual presidente do Sindicato. É mais uma lei totalmente inconstitucional do município de Araguari. Está servindo mais uma vez para abrigar apaniguados nos cargos de procuradores, que deveriam ser providos por meio de concurso público.
Espero que vocês continuem na luta e que afastem do sindicato essas pessoas que estão mais preocupadas com o próprio umbigo do que com a obtenção de melhorias para todo o funcionalismo.

Edilvo Mota disse...

Oposição assim, qualquer um quer...

Colenghi disse...

Maria Aparecida, Claudimir foi ironico. Nós servidores torcemos para o Marcão e o Jubão recandidatarem, por que vai ser a maior derrota dos ultimos pleitos.
Ao ser procurado por um colega nosso, Marcão disse desconhecer a insatisfação dos agentes sanitários.
Ou ele é alienado ou faz de bobo.

Anônimo disse...

marcão e juberson como cidadão Araguarino, não votei neles e nunca voltarei.eu acho que eles não vai pagar esse mico, porque será a maior derrota da vida deles.

Anônimo disse...

Dilson, você esqueceu de citar além do ex-presidente o nosso "colega" Carlos.Ele saiu do sindicato para ser cargo de confiança do marcão.

Anônimo disse...

Senhoras, senhores
Não esqueçamos de uma possível candidatura de Eunice Mendes, fiel escudeira de Marcão poderá voltar, com aqueles santos em que ela tinha 18 aninhos.
A rainha do Photoshop não deve ser esquecida, pois
ela é responsável pelas mancadas tanto quanto o proprio prefeito.
Lembro ainda, que a ex vereadora é madrinha da gestora e direoras da saúde, portanto ex supervisores, caso não saibam, voces forma retirados do cargo a mando dela.

Anônimo disse...

Por falar em Secretaria de saude...relembremos alguns fatos...

ARAGUARI, TRIÂNGULO MINEIRO – Marido, filhos e até os vizinhos. Todos estão revoltados. O motivo, segundo eles, foi à morte estranha da aposentada Maria Abadia Rosa.

A família reclama que pediu para que o médico de plantão do Pronto Socorro da cidade de Araguari fizesse o procedimento para a internação de dona Maria, que não estava passando bem.

Segundo a filha da aposentada, o médico disse que não havia motivo para a internação. Uma semana depois, dona Maria, que tinha diabetes, não resistiu e morreu.

De acordo com o marido dela, houve demora no atendimento e a família pretende responsabilizar o médico e a direção do Pronto Socorro pela morte. O caso foi mostrado pela equipe da TV Vitoriosa que procurou os responsáveis pelo hospital, mas, eles não quiseram se pronunciar a respeito da morte de dona Maria abadia Rosa.

Maria Aparecida disse...

Eu fiquei sabendo que será a dupla Marcão e Jubão,Marcão com dinheiro e Paju pelo Carisma,Eunice sem graçinha Mendes como vereadora,eu tenho muito medo...a votação como deputado jubão saiu bem,e o povao de periferia aceita qualquer troco,estou preocupada mas ontem fui à um salão percebi a rejeição vamos começar a trabalhar.Me falaram que vem um aumento para adoçar nossa boca,cenas dos próximos capitulos,bom domingos à todos.

Anônimo disse...

Aumento...
Fiquei sabendo é que o prefeito foi no SINTESPA pedir a ata da reuniao para ver quem assinou, quem esteve presente na quarta na praça. È o tal do empresa´rio no poder, isso que dá!

Anônimo disse...

sintespa!Que sintespa?Não vejo o presidente e muito menos os diretores.Dias e dias passam e este movimento está mais parado que acidentado tetraplégico e apenas respirando porque conta com a ajuda de aparelhos.O que existe de manifestação hoje é mérito exclusivo dos servidores.Sindicato como o sintespa creio que todo prefeito gostaria de ter. Ajuda a aprovar projetos, não incomoda com indagações e ou perguntas difíceis e ainda produz pessoal técnico barato para compor o governo.O sintespa pelo menos está arrumando a vida de alguns. Porém, o prefeito que se cuide, este pessoal que traiu e está traindo os servidores se vende por bem menos de trinta moedas.

Colenghi disse...

Anonimo
do dia 28 as 21 e 28

Não é com ataques rasos que irá conseguir se eleger não. O SINTESPA não é lá essas coisas, é cheio de defeios e amadorismo sindical. Isso é fato. Mas é o que temos.
Servidor Municipal não reinvidica, gora que parece tomu iniciativa, mas sempre foi dormente.
Não defendo o SINTESPa, mas também não caio em discurso de ex diretores que abandoram o mesmo tentando cargos com a atual administração, assim como fizeram o Cristiano e o Carlos, segundo informações.
Precisamos é de gente nova lá, com pensamento cravado na luta de classes, e não pessoas contraditórias de pouco discurso e com nenhum cohecimento dos movimentos sociais.
precisamos d ealguém que entenda que a luta de classes é o motor da História.
Chega de tentativas de aproximação com o patrão.
Não defendo o SINTESPA como alguns dizem, porém nõ tolero depredarem mminha capacidade de raciocínio. Hà muitas flhas, e mis ainda, há oportunistas se aproveitando destas falhas.

Poeta De Vanguarda disse...

RUDImetares radialistas,
BRASILEIROS de nenhuma imparcialidade. No LIMIar de seus lamuRIOs, tocante é vossa bajulação.
Quiçà sua fonte palaciana secar, certamente atrás do próximo fornecedor correrão. O bajulado de hoje, é o mal prefeito depois de 2012.
Salada de frutas podres, indigesta fétida, onde nenhum nós temos estomago para sentar e comer.
Linha dura não existe, apenas com cerol. Cerol que corta opiniões, e as pipas de outros, mas nunca as do palácio.

Dilson Martins disse...

Anônimo do dia 28 de fevereiro de 2011 21:28

Peço licença para fazer das suas, as minhas palavras.

Acrescento, no entanto, considerações particulares das quais não espero apoio mas sim o devido respeito.

Sempre estive presente em todos os chamados de reunião ou mesmo de empreitada do nosso sindicato. Inclusive, quando diretor, indo sozinho desempenhar trabalhos dos quais ninquém dispunha a fazer.

Nunca aceitei e deixarei calarem minha voz e, sempre manifestei minhas ideias e críticas abertamente perante os meus companheiros.

Nunca utilizei de ameaças para impor minha vontade e pensamento. Aliás, nunca me envolvi em briga corporal.

Sempre respeitei a decisão da maioria e me submeti a ela. Isto, até o limite de minha consciência. O que resultou na minha saída (renúncia) e imediata volta ao meu cargo de origem (Departamento de Tributos - Sec. da Fazenda).

Não conseguimos eleger nosso candidato a prefeito (Justino), no entanto, fomos felizes ao eleger para a vereança com o maior número de votos um funcionário público da prefeitura e também sindicalista. Vale lembrar que vislumbrávamos, em um futuro próximo, transformar o mesmo em prefeito de nossa cidade.

Após anunciar pesoalmente ao presidente a minha renúncia, reuniões foram feitas no intuito de reverter minha posição.

Infelizmente, as mudanças urgentes e necessárias não ocorreram e os fatos seguintes vieram confirmar os meus alertas: desfiliações, desarticulação do movimento sindical, falta de interatividade dos membros da diretoria, ausência do presidente nos departamentos e na mídia.

Tendo feito das palavras do anônimo as minhas afirmo que estas não são rasas e inconsistentes! Não é produto de imaginação!

Os fatos falam por se só. Apenas não atuo próximo da entidade, junto aos atuais membros por não acreditar e concordar com os discursos e ações do presidente. Que dado o silêncio dos demais, também devem ser os mesmos.

O que não me impede de tecer as críticas pertinentes do meu juízo. Afinal, estão diretores e presidente para a mim respeitosamente responder e ao meu bel prazer trabalhar.

Minha idéia de sindicalismo e liderança resume em todal envolvimento com os problemas e desejos dos companheiros, na busca diária por maiores adesões (união), na transparencia e publicidade dos atos e ações. ser a voz, olhos e membros dos que represento e mesmo assim, estar preparado para toda e qualquer cobrança e crítica.

Nunca deixei e deixarei de ser sindicalista. Nunca tive medo de agir sozinho e sempre adorei trabalhar em grupo. Gosto de ser provocado e não tenho vergonha ou receio de pedir desculpas. Se pontuar falhas é característica ruim para uma pessoa, espero ter muitas destas ao meu lado.

Desculpe , caro anônimo, o meu desabafo. Mas, como disse são considerações particulares das quais não espero apoio, mas sim, o devido respeito.

Vascão do pastel disse...

Em Caeté surgiu hoje o comentário de Jubersun, aqui conhecido como Pajú, candidato a prefeito de Caeté em 2012... Caeté ou Araguari ??? http://capitalnanet.blogspot.com/

Anônimo disse...

Deus que me livre em nenhuma das cidades...tem dó..né