sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Vereadores protestam contra tentativa de manipulação da opinião pública por rádios e políticos

Emissora de rádio local e políticos de oposição são acusados de mentir à população sobre aumento do IPTU e taxas de serviços urbanos

Na última reunião da Câmara Municipal, realizada terça-feira, 18, os Vereadores da base de apoio do Governo dominaram o uso da palavra em Plenário, atirando diversas cobranças contra o próprio Prefeito Marcos Coelho e alguns repórteres de emissora de rádio local.
Segundo o Vereador Tiboca, alguns radialistas locais estão se perdendo na irresponsabilidade, com afirmações sem qualquer fundamento, totalmente inverídicas, tentando jogar a população contra o Prefeito e os Vereadores da situação, especialmente no caso do suposto aumento do IPTU e taxas correlatas, que nem sequer foi totalmente regulamentado, mas se diz abertamente que houve aumento de até 300%.
O Vereador Luiz Antº Lopes entrou no debate para apresentar casos concretos de impostos e taxas que são cobrados pela Prefeitura em valores tão irrisórios, que nem sequer cobrem os custos de confecção de carnês e demais expedientes de cobrança. Luiz “Porcão” Lopes também acusou manobras de vereadores da oposição, com apoio de radialistas locais, que tentam jogar a população contra o Prefeito e Vereadores da situação, quando estes, segundo Porcão, agiram com responsabilidade, cumprindo o dever do legislador de fazer justiça fiscal, sempre lembrando as distorções que existem no sistema tributário de Araguari, que permite cobrar tributos menores que seus próprios custos de cobrança, o que, segundo Porcão, também ocorre em outros setores da tributação, como no caso de alguns segmentos de profissionais liberais.
Transcrito do Correio de Araguari
Pitaco do blog
De fato, em Araguari, as posturas das emissoras de rádio são ditadas pelos seus proprietários. Como, infelizmente, no Brasil, os políticos são os donos dessas concessões, elas (as emissoras) mudam de opinião ao sabor dos ventos. É preciso, portanto, tomar bastante cuidado no que ouvimos por aí.
Contudo, essa realidade, por si só, não dá razão aos dois edis.
Primeiro, porque os argumentos e conclusões dos radialistas atacados não são tão incorretos (haverá sim aumento da carga tributária). Basta comparar os preços dos impostos e taxas nos dois códigos, o velho e o novo, para se concluir pela existência de aumentos. As majorações eram tão exageradas que a própria situação aceitou negociar e postergá-las.
Segundo, porque toda a celeuma foi causada pelos próprios vereadores da situação. Em nenhum momento, eles convocaram a sociedade para discutir o projeto. Ora, se ele foi aprovado na calada da noite, é possível concluir que havia algo (de ruim) a ser escondido da população.
Terceiro, porque a gestão atual está tão ruim que não é preciso ninguém "jogar a população" contra ela. O próprio prefeito encarregou-se de jogar por terra a sua credibilidade. A aprovação do novo Código, por exemplo, foi um verdadeiro suicídio político, um coelhicídio.
Então, conclui-se que os vereadores da base aliada não possuem argumentos que justifiquem toda essa indignação. Para mim, esses discursos mostram apenas que o novo modelo de administração, com a sua lerdeza característica, resolveu sair da defensiva em que foi encurralado pela opinião pública. Começou mal...

5 comentários:

Edilvo Mota disse...

TRANSPARÊNCIA, PUBLICIDADE, RESPEITO AO CONTRIBUINTE.

Com essas medidas simples, adotadas ANTES da votação do projeto, os vereadores teriam justificado a pecha de "representantes do povo" e dado mostras de maturidade republicana.

De quebra, dariam (enfim!) uma demonstração de respeito ao contribuinte que mantém, pagando impostos municipais, estaduais e federais, a porca (sem qualquer trocadilho) gorda e sorridente.

Talvez seja esperar demais, num sistema que escolhe os seus através da compra de votos....

Edilvo Mota disse...

Repórter tendencioso... cada político tem o(s) seu(s)

antônia disse...

Agora eles reclamam da mídia tedenciosa mas quando é em benefício deles bem que gostam, infelizmente aqui grande parte da impressa realmente é de quem paga mais e mudam de opinião a todo tempo, basta mudar o "patrocinio" penso que a impressa deveria ser totalmente imparcial.
Bom agora a respeito das reclamações dos vereadores é bom eles começarem a pensar que o povo cansa de ser palhaço de político e da proxima vez discutem o assunto com seus eleitores, pois quando mexe no bolso a população acorda!!!!!!!!!!!

Aristeu disse...

Viva! A mídia do bem! O antibiótico contra os parasitas!

Wilson José Prado disse...

Fazem bobagem e agora a culpa é das emissoras de rádio e dos radialistas. Fácil jogar a culpa nos outros. E mais, agora tem a coragem de dizer que não votaram aumento do IPTU.