sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Governo gasta menos de um terço da verba de prevenção a desastres em 2010

O período de chuvas começou e dezenas de municípios já declararam situação de emergência. Apesar disso, os desembolsos efetuados pelo principal programa de prevenção a desastres naturais, sobretudo decorrentes de chuvas, correspondem a apenas R$ 139,1 (31%) da verba integral autorizada para uso em 2010, orçada em R$ 442,5 milhões. Se considerado os recursos comprometidos em orçamento para pagar futuros projetos (empenhos, no jargão orçamentário) o valor sobe para R$ 277,3 milhões, o que corresponde a 63% de execução...Leia mais

Pitacos do Blog:
Normalmente, no final do ano, somos bombardeados por notícias de enchentes em grandes cidades e deslizamentos de encostas no litoral. Os governos são encarregados de minimizar e até de evitar esses problemas. Não realizando sequer as despesas previstas para prevenção desses desastres, os governantes deveriam ser considerados culpados pelas mortes e destruição decorrentes desses eventos.

Um comentário:

Aristeu disse...

Desastre? Se for grande desastre faz-se campanha televisiva de doação e pronto, tudo resolvido, até eleva-se a auto-estima de caridade do brasileiro.