quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Matutando...

Privatização da SAE
Ninguém sabe se a SAE será ou não privatizada. O que se pode afirmar, com certeza, é que a autarquia não está cumprindo bem a sua função. Utilizada como cabide de empregos e enfraquecida por más gestões, a qualidade dos seus serviços vem caindo consideravelmente. Vale lembrar que, no Brasil,  abandono é indício de iminente privatização.

Bolsa-Família
Satanizado por alguns durante a campanha presidencial, o programa de transferência de renda às famílias em condição de pobreza e extrema pobreza vem trazendo muitos benefícios à cidade. Em Araguari, mais de 5.700 pessoas são beneficiárias do Bolsa-Família. Somente neste ano, a União transferiu diretamente para essas pessoas a quantia total de R$ 2.707.792,00.

Ainda, o Bolsa-Família
Esses dados nos obrigam a algumas reflexões. Primeiro, sem o benefício, o nível de desenvolvimento da cidade, nos últimos anos, seria o mesmo? Segundo, se esse benefício federal fosse pago, via Prefeitura, quanto se perderia na burocracia e corrupção municipal?

Perdendo o trem
 Termina em 31 de dezembro a vigência do convênio para a restauração da Estação de Stevenson. Em 2 de julho de 2008, a União liberou R$ 487.500,00 para execução da reforma. Ao que tudo indica, vai ser necessário, mais uma vez, prorrogar o prazo de vigência do convênio. Desse jeito, o movimento naquela estação vai continuar parado...

2 comentários:

Aristeu disse...

Eu não acredito em estatais, na saúde pública, nem na segurança ou educação... Que se privatize tudo!

Marcos disse...

Aristeu, nós já somos privados. Privados de saúde pública, de segurança, de educação e do nosso dinheiro, que desaparece, qual bolha de sabão, nas mãos do Estado.