sábado, 13 de novembro de 2010

Incompetência escancarada

     Em 4 de janeiro deste ano, o jornal do governo, Correio de Araguari, noticiou a reforma parcial do Ginásio General Mário Brum Negreiros. Segundo a reportagem, estaria liberada para esse fim a quantia de R$ 476.666,66, sendo R$ 433.333,33 reais, oriundos de emenda parlamentar do então Senador Wellington Salgado, e R$ 43.333,33, decorrentes da contrapartida do município.
     Na ocasião, o "imparcial" períódico trouxe explicação do Secretário de Esportes, Horácio Nascimento, no sentido de que, apesar de os recursos serem insuficientes para uma ampla reforma, o município faria "partes das reformas necessárias, completando-se os trabalhos mais tarde, quando se conseguir novos recursos". O jornal afirmou, ainda, que a "liberação dos recursos depende de complementação de documentação pela Prefeitura junto à Caixa.".
     Pois bem, até agora, nada foi feito a não ser a colocação de vistosas placas em frente ao Ginásio, anunciando a reforma.  
     Pairam dúvidas. Quais motivos impediram o início das obras?. Seria mais um caso de incompetência explícita do governo municipal? Será que, de janeiro a dezembro, não transcorreu tempo suficiente para a Prefeitura complementar a documentação junto à Caixa Econômica Federal? Será que o município está tão rico a ponto de desprezar recursos conseguidos a duras penas junto ao governo federal? 
     Com a palavra os representantes do novo modelo de desadministração...

Um comentário:

Aristeu disse...

Complementação de documentação parece ser uma tarefa fácil de realizar, mas não é. Não conheço as exigências, mas devem ser iguais àquelas dos contos de fada onde deveria vencer um dragão e derrotar um gigante para se resgatar uma princesa.