domingo, 19 de setembro de 2010

Matutando...

$anta Ca$a
Enriquecida com dinheiro público, a Santa Casa de Araguari cresce a olhos vistos. O espetáculo do crescimento era inevitável. Difícil é explicar como o poder público cede funcionários, repassa equipamentos e injeta dinheiro na instituição. Uma verdadeira caixa-preta...
Refém
Essa bondade do poder público pode piorar ainda mais a qualidade dos serviços de saúde pública. É que o município tornou-se refém da Santa Casa. Irrigada com recursos públicos, a instituição passou a ditar as regras a serem seguidas pelo município. Por exemplo, se paralisar o atendimento pelo SUS, a saúde pública entra em total colapso. 
Novo modelo cultural
Caminha a passos de tartaruga a reforma do prédio do antigo Cine Apolo, realizada pela FAEC. Não é fácil explicar essa opção de pagar aluguel e custear a reforma de um imóvel de terceiros. No setor privado, não existem atitudes tão bondosas como esta...
Novo modelo cultural
A Presidente da Comissão de Análise e Seleção de Projetos Culturais do Programa Municipal de Incentivo à Cultura de Araguari, Maíra de Ávila Francisco e Alves, afastou-se do cargo. Na carta de renúncia, publicada no Diário de Araguari, teceu severas críticas à gestão da cultura no município. Afirmou que, na área cultural, a estrutura política é "arcaica e autoritária". Essa afirmação aplica-se, também, a diversos setores da Administração do município.

2 comentários:

Aristeu disse...

O que mais parece é que esta casa nem é santa nem tem misericórdia,,,

Anônimo disse...

Um inferno, isso sim!