terça-feira, 13 de julho de 2010

O Poder é Midiático

No mês de fevereiro, a Prefeitura gastou somente com a empresa André Franco Produções e Publicidades a "modesta" quantia de R$ 29.964,67, destinados ao pagamento de serviços de publicidade e propaganda.
Para que você, leitor, possa extrair suas próprias conclusões, trago alguns valores gastos em fevereiro na área de saúde pública para comparação:
- litrotripsia (tratamento de cálculos renais) = R$ 11.180,00
- manutenção de equipamentos hospitalares = R$ 9.768,00
- terapia renal substitutiva = R$ 8.863,44
Minha conclusão: os três gastos com saúde acima totalizam R$ 29.811,44, abaixo, portanto, do que foi gasto com publicidade e propaganda pelo Poder Executivo. Em outras palavras, a Prefeitura poderia até duplicar esses importantes serviços de saúde se reduzisse os gastos com propaganda, muitas vezes desnecessária. 

4 comentários:

Anônimo disse...

Governo que não investe em obras para a população, investe em propaganda. Macarar os fatos....é uma tend~encia dos corruptos.

Aristeu disse...

Propaganda é vital para a Prefeitura, senão como o povo saberá dos seus feitos? Será que estes doentes renais sopram aos quatro ventos que a Prefeitura deu a cobertura necessária? A mídia virou um filão desmedido, principalmente porque arte não tem preço. O correto deveria estipular-se um teto para as propagandas, lógico que abaixo da saúde.

Edilvo Mota disse...

Calma, pessoal.

A comissão de saúde da câmara municipal certamente está acompanhando atentamente os fatos, com a diligência de costume.

Edilvo Mota disse...

Em tempo: alguma notícia sobre o Conselho Municipal de Saúde?