quinta-feira, 8 de julho de 2010

Elefante cada vez mais branco

Hospital Municipal de Araguari continua sem ser usado pela população

8 julho, 2010

Construído há seis anos, o Hospital Municipal de Araguari nunca foi usado pela população. Foi inaugurado oficialmente em janeiro de 2009, mas o Ministério da Saúde nunca autorizou a abertura. O motivo: irregularidades na execução da obra e na estrutura. Enquanto isso, quem sofre é a população.
Fechado com arame nos portões e trancas nas portas e janelas. Dentro do hospital tem equipamentos parados que seriam usados em atendimento de urgências e emergências e até internações com 60 leitos. Mas a obra teve irregularidades apontadas pelo Ministério da Saúde na execução e estrutura. Muros desbotados e grades enferrujadas. Nem parece que desde o início da obra, em 2001, foram gastos R$4 milhões na construção do Hospital Municipal de Araguari. Alguns moradores o chamam até de elefante branco.
Com o branco, também foram embora as cores do dinheiro do povo. Pelo menos quem mora no bairro pensa assim. Com o hospital parado, alguns atendimentos sobrecarregam o Pronto Socorro. E para piorar, a Vigilância Sanitária da Gerência Regional de Saúde de Uberlândia interditou, provisoriamente, um equipamento de raio x, um de mamografia e o consultório odontológico do Pronto Socorro da cidade. Foram solicitadas adequações. Quem não tem hospital municipal, ficou sem recurso no Pronto Socorro. A secretária de saúde, Iara Cristina Boarges, diz que está tentando a liberação pelo menos de parte dos equipamentos do hospital com o Ministério da Saúde.
Nesta quarta-feira (07), por telefone, a secretária de saúde disse que aguarda para segunda-feira (12) uma resposta da Vigilância Sanitária do Estado sobre a liberação dos exames de raio x em casos de emergência dentro do Pronto Socorro. Segundo Iara Cristina, foi feito um projeto de reforma do local, mas que depende de verbas estaduais. Quanto aos exames de mamografia, estão sendo realizados em clínicas particulares, mas que o município já está providenciando um outro local para instalar o mamógrafo e o aparelho de raio x para exames que não sejam considerados de urgência. Sobre o consultório odontológico, disse que as adequações exigidas pela vigilância já estão providenciadas.
Fonte: www.megaminas.com

3 comentários:

Aristeu disse...

Só uma pergunta: Se o Hospital Municipal funcionar a pleno vapor, quem deixará de lucrar muito? Estes são os culpados de tal letargia.

Anônimo disse...

Esse hospital não funciona por causa da politicagem,se abrir só após as eleiçoes,ele fechado é melhor esse prefeito não consegur nem manter um pronto socorro imagina um hospital... saúde de araguari está no CTI,UTI,e SOCORRO...

Anônimo disse...

Pergunto: De que adiantou a mudança de gestor na saúde? Pronto socorro na mesma, a lenga lenga do hospital municipal, idem.A única coisa que vi notícia sobre a "nova" secretaria, é que ela mandou rezar uma missa de ação de graças em sua posse, depois.....