quarta-feira, 2 de junho de 2010

JK e Dona Sarah recebem ilustre visita

Há cerca de 1 hora, o mestre Aristeu, que veio buscar fogo na capital federal, foi recebido pelo Presidente e digníssima esposa em frente ao Memorial JK.

Um comentário:

Aristeu disse...

A única coisa que posso afirmar é que deu vontade de rachar o corpo de bronze do Juscelino pra tirar-lhe o coração certamente de ouro. Quanto ao pouco tempo em Brasília realmente fui buscar fogo: o fogo do abraço de um filho que me aquecerá por muito tempo, a labareda de um ombro amigo que energizou-me por completo. Tempo também suficiente para contemplar uma ligeira chama do sorriso da dona Rosa, mas que não se apaga. Um pouco mais e teria derretido-me, pois Brasília é brasa e não se mora!