sábado, 6 de fevereiro de 2010

Combate à Corrupção

MCCE ao acesso de todos
O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) está em diversas comunidades virtuais na internet. A idéia é que, além do site oficial, esses novos espaços contribuam para divulgação da rede e estimule cada vez mais a participação da sociedade em ações de combate à corrupção eleitoral.
Por ser uma rede social, o MCCE precisa também do apoio dos cidadãos e cidadãs interessados em mudar a realidade política do país. Para isso, o Movimento oferece vários canais de interação e através dos quais a sociedade pode conhecer e se atualizar sobre as ações do Movimento. Orkut, Facebook, Twitter são espaços virtuais onde o MCCE já está presente. Além do site oficial WWW.mcce.org.br
De acordo com o membro do MCCE, Márlon Reis, responsável pela atualização dessas redes, são mais de 10 mil pessoas que já manifestaram o propósito de interagir por meio das comunidades na internet. A expectativa é que esse número continue a crescer, expandindo também ações de combate a corrupção eleitoral pelo país como: a compra de votos e o uso eleitoral da máquina, ou mesmo manifestando apoio e cobrando a aprovação do projeto da Ficha Limpa, que hoje tramita na Câmara dos Deputados.
Em 2010, quando o Brasil terá novas eleições, esses espaços virtuais serão importantes ferramentas nas mãos dos eleitores, que devem ficar atentos ao passado de seus candidatos/as, assim como ter orientação de como agir e o que fazer para prevenir a corrupção eleitoral.
Para fazer parte, acesse:
No Facebook: http://www.facebook.com/group.php?gid=91633340771
No Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=5065228
No Twitter: twitter.com/fichalimpa


MCCE Lei 9840 [mailto:mcce9840@gmail.com]
Fonte: MCCE

3 comentários:

Aristeu disse...

Este Sr Márlon Reis é Juiz e então gostaria de saber quantos políticos ele condenou com o martelo na mão que é muito mais poderoso que o mouse.

Edilvo Mota disse...

Eu, com minha paupérrima e ridícula campanha eleitoral, tive a clara percepção do quanto o povão tá "preocupado" com "propostas de trabalho", "ética", "transparência", etc.

Não foram poucos os episódios de pedido de dinheiro, pagamento de conta de luz, sacos de cimento...

A ironia e o desdém com que o eleitor trata candidato sério, deixa na gente a sensação de que somos, de fatos, uns panacas.

Marcos disse...

Caro Edilvo, esse tipo de comportamento do eleitor é, digamos, justificado. Por falta de consciência política e, muitas vezes, por extrema necessidade,o eleitor quer mesmo é satisfazer suas necessidades básicas.
É claro, o justificado não é necessarimente o correto. É apenas uma questão de circunstâncias.
O que não se pode admitir é que políticos fomentem esse tipo de situação. Infelizmente, é isso o que vem ocorrendo não só em Araguari, mas Brasil afora.
De qualquer forma, é dignificante saber que existem ainda candidatos sérios que querem o bem de todos e não apenas se eleger por meio desse tipo de escambo.