sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Ataques injustos

Lula ironiza Serra e ataca TCU, Judiciário e bispo que fez greve de fome

Em ataque direto ao presidenciável José Serra, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quinta-feira (15/10) que o governador paulista começou a se preocupar com o Nordeste apenas por conta da campanha eleitoral do ano que vem. A informação é dos jornais Folha de S.Paulo e O Estado de S. Paulo. Lula ainda criticou a ação do TCU (Tribunal de Contas da União), cujos embargos a obras federais vêm provocando reações no governo, e chamou o Judiciário de "irresponsável". Por fim, criticou também o bispo de Barra (BA), dom Luiz Flávio Cappio, que fez greve de fome contra a transposição do Rio São Francisco.


Pitaco do aprendiz de blogueiro

É lamentável ver um chefe de governo jogar para a plateia e criticar a atuação do Tribunal de Contas da União. O que o nosso Presidente queria? Que a Corte de Contas referendasse todas as falcatruas feitas em licitações e na execução de contratos de obras públicas? Definitivamente, não é esse o papel dos órgãos de controle externo.

Trabalho em um tribunal de contas e posso afirmar, com toda segurança, que essas cortes são extremamente brandas com os fiscalizados, sobretudo quando se trata de agentes políticos (presidentes da república, governadores, etc.). Isso ocorre, em regra, por causa da nefasta influência política dos Poderes Executivo e Legislativo sobre os tribunais de contas (na indicação de Ministros e Conselheiros, por exemplo).

Se o controle externo fosse estritamente técnico, a situação seria bem diferente. Nesse caso, não ouviríamos um Presidente da República falar esses disparates, sobretudo porque ele já teria sido retirado do poder, como mandam as regras democráticas e republicanas no caso de governos envolvidos em sérios casos de corrupção.

Um comentário:

Aristeu disse...

O que causa espanto é dizerem que Lula tem a língua presa!