quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Todos são iguais, mas alguns são mais iguais que os outros

Interessante notícia publicada no Correio Braziliense de hoje (http://www.correiobraziliense.com.br/impresso/ ) nos dá conta de que os nossos nobres Deputados Federais estão tentando burlar a fila de distribuição do remédio Tamiflu, usado no combate à gripe suína. Se não fosse trágico, seria até engraçado o pedido, uma vez que justamente aqueles que têm espírito de porco é que estão querendo fugir da gripe suína.
Vejam:

Câmara tenta furar fila

Deputados pedem 1.500 kits de Tamiflu, mas Secretaria de Saúde local avisa que não vai liberar

Rodrigo Couto

Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press
Agora, com a gripe, a Câmara pede que os turistas lavem as mãos ou utilizem o álcool antes das visitas guiadas


Com medo da Influenza A (H1N1), mais conhecida como gripe suína, a Câmara dos Deputados decidiu pedir 1,5 mil kits de tratamento do Tamiflu (fosfato de oseltamivir) — remédio indicado para o tratamento da doença — ao Ministério da Saúde. A solicitação foi entregue pessoalmente ao ministro José Gomes Temporão pelo presidente da Casa, deputado Michel Temer (PMDB), na terça-feira, durante a comissão geral que debateu a nova gripe. Procurada pelo Correio, a pasta informa que recebeu o pedido da Câmara. No entanto, esclarece que é de responsabilidade das secretarias dos estados e do Distrito Federal a distribuição do fármaco.

Em ofício entregue ao ministro da Saúde, a Câmara argumenta que a grande circulação de visitantes de todo o país e do exterior, além dos funcionários, que chega a ultrapassar a marca de 26 mil pessoas por mês, é um fator que faz da Casa um local suscetível à nova gripe. “Antes desse pedido, instalamos 60 dispensers com álcool em gel pelos corredores, incluindo os plenários e o salão verde, e passamos a oferecer informações sobre a doença aos nossos visitantes”, disse Rômulo Lima, coordenador de Administração de Edifícios da Câmara.

Apesar de a assessoria de imprensa da Câmara dizer que o Governo do Distrito Federal (GDF) vai repassar os kits de Tamiflu, a Secretaria de Saúde do DF adiantou que não houve qualquer pedido e que o remédio não será entregue à Casa. A assessoria do órgão salientou ainda que o medicamento será distribuído apenas aos pacientes que se enquadrarem no protocolo do Ministério da Saúde — febre igual ou superior a 38º, tosse, dores de garganta e muscular. Ainda de acordo com a secretaria, o fármaco não vai ser remetido a nenhum órgão, seja qual for.

Um comentário:

Aristeu disse...

Esses caras precisam de tamiflu quando estiverem em campanha política, no meio do povo - Único instante de aglomerações de suas vidas.