sábado, 25 de julho de 2009

Minha Casa, Minha Vida

Sistema de aquecimento solar será incluído no Minha Casa, Minha Vida

Agência Estado

Publicação: 25/07/2009 13:24


O uso de sistemas de aquecimento solar nas casas do programa Minha Casa, Minha Vida pode começar a sair do papel. A utilização de placas solares, que chegou a ser cogitada como item obrigatório dos projetos, será opcional e deve chegar a apenas uma parte das 1 milhão de casas que o governo pretende construir. Esta semana, o governo criou um grupo de trabalho para definir os critérios para instalação dos aparelhos e apressar as negociações com as construtoras para que as placas sejam incluídas ainda nas primeiras casas do programa. O grupo tem representantes dos ministérios do Meio Ambiente, de Minas e Energia, das Cidades, além da Caixa Econômica Federal, do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) e empresários do setor.


Leia mais em http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia182/2009/07/25/politica,i=129645/SISTEMA+DE+AQUECIMENTO+SOLAR+SERA+INCLUIDO+NO+MINHA+CASA+MINHA+VIDA.shtml

Pitacos do blog:
1º é ecológica e economicamente correta a idéia de se aproveitar a energia solar, economizando a hidrelétrica;
2º por outro lado, antes de se preocupar com esse tipo de economia, faz-se necessário atentar para outros detalhes do "Minha Casa, Minha Vida":
- tem que se acabar com as máfias que se formaram com o intuito de lesar as pessoas que necessitam desses imóveis (aqui, em Brasília, a mídia veicula, diariamente, notícias dessas quadrilhas, algumas com infiltrações no próprio governo);
- antes de colocar energia solar no imóvel, é preciso construir moradias decentes e não "casinhas de pombo", como vemos por aí. Assim, para começar, o imóvel e o terreno devem possuir um tamanho compatível com um lar onde a família possa viver com dignidade;
- igualmente, deve ser dada a estrutura mínima ao local onde essas moradias serão construídas. De que adianta uma casa com energia solar, se não for servida dos mínimos serviços: água, esgoto, luz, asfalto, galerias pluvias;
- na mesma linha, não pode conceber que um conjunto habitacional seja construído afastado de tudo, sem os mínimos equipamentos urbanos por perto: comércio, escola, postos de saúde, igrejas, posto policial, etc.
Essas considerações, com certeza, não esgotam o tema, mas foram as que me vieram à cachola no momento.

2 comentários:

Aristeu disse...

Então o Programa deveria ser totalmente de mão beijada, do jeito que brasileiro gosta: Minha casa, Minha vida, Minha cesta básica, Meu teto solar, meu salário, meu esgoto, Minha Saúde, Minha Educação, Meu gás ou minha lenha, Minha segurança, Minhas férias... bem, isto não, pois depois de todas estas benesses o brasileiro implorará por uma nati-aposentadoria.

Anônimo disse...

NÃO MALDIGA O DESESPERO DE QUEM NÃO TEM MEU AMIGO CERTAMENTE VÔCE JÁ TEM A SUA-E VEJA BEM O TEMA É-MINHA CASA MINHA VIDA- O NOME DO PROJETO BEM O DIZ.ÊLES CERTAMENTE ANSIAM POR SUAS CASINHS PRÓPIAS COMO TÔDOS QUE NÃO TEM ANSEIAM
NADA PESSOAL ABRAÇOS