terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Em Araguari, empreiteira não aparece, e moradora tem que varrer a rua


Fonte: Linha Dura Araguari, TV Vitoriosa.

Pitaco do Blog

O senso comum aponta que político só se lembra do cidadão comum em duas ocasiões. A primeira, é na hora de pedir voto. Bebe café frio em lata de extrato. Pega criança cagada no colo. Faz o diabo! A segunda, é na hora de entregar o carnê do IPTU, junto com as taxas de serviços públicos (limpeza, conservação, etc.). Chova ou faça sol, a fatura chega na casa do cidadão. Convenhamos: o senso comum não está muito errado.

Agora, na hora de prestar serviços públicos, o político se esquiva. Ninja, some na fumaça. Vaza na braquiária. O caso mostrado na reportagem, em que uma senhora realiza, gratuitamente, o serviço público de varrição na rua ao lado Cemitério, é emblemático. Mostra que onde os serviços públicos não chegam, os cidadãos, com sua generosidade (e até inocência), fazem as vezes do poder público.

Nesse ponto, a situação em Araguari é grave. As empreiteiras faturam altas quantias. Somente na gestão atual os contratos de limpeza de ruas e manutenção de áreas verdes totalizaram R$ 5,4 milhões. Mas, em troca dessa bolada, prestam serviços de má qualidade. Ruas sujas. Mato crescendo no asfalto. Tudo isso está ao alcance dos olhos de qualquer um. Tecnicamente, pode caracterizar superfaturamento.

Atualmente, a licitação para contratar esses serviços está suspensa pelo Tribunal de Contas. É a segunda vez que isso acontece. Como foi denunciado aqui, os preços que a Prefeitura queria pagar estavam acima dos valores de mercado.

É pau, é pedra, é o sujo caminho... Governos que pagam por serviços não realizados, na verdade, estão varrendo dinheiro público para os bolsos dos empreiteiros. Mesmo que esses bolsos estejam com grana saindo pelo ladrão, nenhum real ficará espalhado pelo chão. Será devidamente abocanhado por alguma mão grande antes mesmo de tocar o solo.

sábado, 13 de dezembro de 2014

São Pedro no banco dos réus

Diz a lenda que São Pedro é o responsável pelas chuvas. Juntando esse mito ao dogma da infalibilidade dos governantes araguarinos, ungidos pelo poder divino, chega-se à conclusão de que, realmente, o santo pluvioso é o verdadeiro responsável pelos buracos nas ruas de Araguari. Pedro não transformou água em vinho, mas transmudou ruas em fatias de queijo suíço. Por outro lado, nossos infalíveis gestores negam, bem mais que três vezes, a culpa pela má qualidade do asfalto e pela ausência de galerias pluviais. Resumindo: crucifiquem São Pedro! Soltem Barrabás, o assassino da eficiência e das prioridades públicas!

Buracos na Padre Anchieta (foto: Facebook) 







































Buracos na Belchior de Godoy (foto: Facebook).



Buracos na Av. Minas Gerais (foto: Facebook).













Buracos na Rua Padre Norberto (foto: Facebook).

Buracos na Rua Amazonas (foto: Facebook).







Sorteio natalino

De saco cheio! Tanta corrupção praticada na República. Em qualquer instância: federal, estadual, distrital e municipal. Com o saco cheio, mas comemorando os mais de quinhentos mil corajosos acessos ao blog, vesti, então, a fantasia de "Bom Velhinho". Hou, hou, hou... Bem-vindos, então, ao Natal do blogueiro que, como vociferam os maus governantes, não gosta de Araguari. 



Irei sortear de acordo com o resultado da Loteria Federal os seguintes brindes:

  • 1 (uma) bolsa de estudo para qualquer curso do Projur (para 2015, estão previstos, entre outros, os concursos para o Tribunal Regional do Trabalho, Prefeitura Municipal de Araguari e Secretaria de Educação, Universidade Federal de Uberlândia, etc.);


  • 3 (três) exemplares do livro "O Nobre Deputado", do juiz Marlon Reis, pra vocês descobrirem como funcionam os esquemas de corrupção montados por parlamentares, prefeitos e empresários (os políticos obviamente já sabem);
  • 1 (um) livro "O diabo está lá fora", de Miguel Patrício e Julio Quinan, baseado na história real do serial killer Orlando Sabino, que assombrou o Triângulo Mineiro na década de 70.
Regras do jogo:
1) participação gratuita;
2) sorteio pela Loteria Federal do dia 20;
3) cada participante receberá um número (dezena) para concorrer;
4) por uma questão de justiça, os ganhadores do primeiro sorteio não participarão do segundo, mas é possível a mesma pessoa ganhar mais de um prêmio no mesmo dia se coincidirem os números dos prêmios da LF;
4) os livros serão entregues na casa do ganhador, sem custo algum;
5) inscrições mediante comentários a este post ou via e-mail: marcos@observatoriodearaguari.com ou via comentários ao post no Facebook (favor informar, pelo menos, o nome completo) até as 18 horas de quarta-feira (17/12). Se sobrarem livros, novas inscrições até as 18 horas de sábado (20/12).

1º prêmio: uma bolsa de estudos Projur;
2º ao 4º prêmios: livro "O nobre deputado";
5º prêmio: livro "O diabo está lá fora".

Critérios: ganha aquele que tiver a dezena correspondente a cada prêmio. Exemplo: número sorteado: 17.325, o ganhador é o da inscrição 25.
Não sendo sorteada a dezena idêntica ao número de inscrição, ganha o que tiver a unidade correspondente. Nesse caso, se o número de inscritos for superior a 10 (dez), o prêmio será daquele que tiver a dezena com a mesma unidade mais próxima ao número sorteado. Acima ou abaixo, nessa ordem. Exemplo: número sorteado: 17.325, o ganhador será o que tiver o número de  inscrição mais próximo de 25, ou seja: 35 ou 15 ou 45 ou 05 ou 55 ou 65 ou 75 ou 85 ou 95 (o mais próximo exclui o(s) seguinte(s).

Obs.: atualizado dia 14/12 às 17h28, a fim de fixar a data única do sorteio para o próximo sábado, 20.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Vieno: moradores se sentem abandonados pelo poder público



Fonte: Linha Dura Araguari, TV Vitoriosa.


Pitaco do Blog

Os problemas do Vieno continuam sendo empurrados com a barriga. Pra começar, o loteamento foi feito de forma ilegal. Terrenos foram vendidos em ruas sem nenhuma infraestrutura. As ruas mal foram abertas. Nem cascalhamento foi feito. Muitas vezes, o cerrado brotava nas vias.

No bairro, só a cobrança do IPTU é infalível. Os carnês não atolam nem caem em buracos. Sempre chegam nas casas dos moradores.

Na gestão passada, algumas das velhas promessas começaram a sair do papel. Asfaltaram algumas ruas. Mas, como sempre, a falta de planejamento se fez notar. Asfaltaram, mas não construíram as galerias pluviais. Com a impermeabilização das vias asfaltadas, as lagoas do Vieno acabaram aumentando. 

A atual gestão fez várias promessas aos moradores do bairro. Entre elas, as galerias pluviais e o asfaltamento das demais vias. Até o momento, o que se viu é o retratado na reportagem: ruas desmoronando devido à ausência de galerias pluviais e à má compactação do solo após a construção de redes de esgoto (redes secas, uma vez que Estação de Tratamento de Esgoto do Bairro São Sebastião ainda não entrou em operação).  

Por fim, uma única boa notícia. Como visto na reportagem, os moradores estão perdendo o medo de botar a boca no trombone. Descobriram que prefeito e vereadores são servidores públicos e, por isso, devem atender às demandas da população. 

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

"Parabéns", Raul!

Prefeito apresentando aos moradores a nova e "eficiente" concessionária do transporte coletivo (foto: Gazeta do Triângulo).

Ontem (9), foi aniversário do prefeito. Mas, quem ganhou o presente foi a população. Não bastasse o péssimo serviço prestado pela Sertran, concessionária do transporte coletivo, o generoso prefeito resolveu aumentar o preço da passagem. O aumento foi de aproximadamente 14%. Nas linhas urbanas, o preço passou de R$ 2,10 para R$ 2,40. Para o Distrito de Amanhece, a passagem, que custava R$ 3,00, passou para R$ 3,40. A linha de Piracaíba pulou de R$ 7 para R$ 8. O aumento pegou muita gente de surpresa, uma vez que nem a Prefeitura nem a concessionária avisaram a população.

"Parabéns", prefeito! 

domingo, 7 de dezembro de 2014

Contrastes araguarinos



Enquanto o centro da cidade estará colorido pelas luzes de Natal, os usuários da Passarela do São Sebastião continuarão às escuras, correndo risco de vida ao tentar atravessá-la. 

Em julho deste ano, o Portal UIPI alertou para o problema. Denunciou o risco corrido pelos moradores dos bairros próximos. Mas, nada foi feito até agora. Tá na reportagem:
"Apesar de ter uma movimentação muito grande de pessoas, o isolamento da passarela torna a travessia muito perigosa. E durante a noite, a falta de iluminação piora a situação. Moradores afirmam que assaltos são frequentes, e que passar por lá é ainda mais arriscado para as mulheres que andam sozinhas."

A prova de que a iluminação do local não é prioritária está no gasto de R$ 470 mil com a decoração natalina deste ano (clique aqui) e na relação dos serviços executados recentemente com o dinheiro da Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública (COSIP), em que, conforme foto abaixo, constam os gastos de R$ 287 mil com a decoração natalina de 2013, mas não aparece a iluminação da Passarela do São Sebastião. 

Clique aqui e leia a reportagem completa sobre a Passarela do São Sebastião.

sábado, 6 de dezembro de 2014

Dinheiro gasto com decoração natalina é suficiente para comprar dois caminhões utilizados na troca de lâmpadas


Enquanto em Araguari os governantes irão gastar R$ 470 mil para decoração natalina (foto acima), outros municípios investiram o dinheiro da contribuição de iluminação pública (CIP) na aquisição de equipamentos para prestar os serviços de iluminação pública. A cidade goiana de Jataí, por exemplo, adquiriu, em julho deste ano, um caminhão com guindaste para realizar a troca de lâmpadas (foto abaixo). Gastou R$ 250 mil. 


Com o dinheiro "investido" no estranho contrato de locação de lâmpadas e enfeites natalinos, somado aos gastos com a iluminação do Palácio dos Ferroviários, feita por funcionários da própria Prefeitura, praticamente daria para Araguari comprar dois caminhões com guindaste, como esse da foto. Cada município faz o seu planejamento. E escolhe o que é prioritário na hora de gastar o dinheiro suado do contribuinte.

Para bancar esse tipo de gasto supérfluo, o honesto prefeito Raul Belém, com a prestimosa ajuda dos nobres vereadores, irá aumentar o valor da CIP. Resta ao contribuinte achar tudo muito bonito e pagar. Sem tugir nem mugir. 

Clique aqui e leia a reportagem sobre a aquisição do veículo para reparos na iluminação pública em outra cidade.

Clique aqui e leia a reportagem do Gazeta do Triângulo, noticiando o aumento da CIP, embutido no projeto de lei que o prefeito encaminhou à Câmara.

Com dores, paciente, espera por cirurgia há um ano



Fonte: TV Vitoriosa.



PITACO DO BLOG

Em Araguari, a vida não imita a arte. Ao menos não imita a propaganda comprada pelos governantes, com dinheiro público, para enganar os menos atentos. Nas peças publicitárias, a saúde pública está uma maravilha. Coisa de primeiro mundo. Araguari, por exemplo, seria uma ilha de excelência no mar do caos. Entretanto, volta e meia, a realidade vem à tona. Escancara-se diante dos nossos olhos quando não nos atinge frontalmente. A reportagem mostra, justamente, mais um desses casos. Fratura exposta das mazelas da saúde pública.

A vítima da vez é o senhor Raul Zeferino. Se tivesse o sobrenome "Belém" talvez sua sorte fosse outra: já teria realizado a cirurgia pela qual aguarda há mais de um ano. Por sorte, o seu sobrenome significa "pessoa dedicada a Deus". É nessa condição e graças à ajuda divina, que ainda se acredita ser possível resolver o seu problema, amenizando-lhe as dores. Impossível mesmo é realizar uma cirurgia moral nos nossos governantes. Esses, definitivamente, não têm conserto. Só o diabo pra lhes dar um jeito!


sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

TCE libera licitação do viaduto do São Sebastião


De acordo com o Gazeta do Triângulo:

"O processo licitatório para a construção do viaduto que ligará o bairro São Sebastião às demais regiões da cidade será retomado. O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG) liberou nesta semana o projeto sem restrições para ser iniciado imediatamente. A informação foi repassada pelo secretário de Planejamento e Habitação, Nilton Eduardo Castilho.

A obra, anunciada em junho do ano passado foi suspensa, uma vez que, segundo o TCE, alguns itens estariam acima do valor aceitável de mercado. O secretário garantiu que o Tribunal adota esse procedimento por cautela, quando considera alguns itens incorretos, como no caso do índice de Bonificações e Despesas Indiretas.
"

Leia a reportagem na íntegra clicando aqui.

Pitaco do Blog

Ainda não tive acesso à decisão do TCE/MG. A licitação foi suspensa por duas vezes. Na primeira, o TCE/MG verificou falhas na publicidade do edital e nas planilhas de custos. Na última, o principal questionamento era a respeito da exigência de um índice contábil bastante elevado, condição que afastaria concorrentes. Ao que parece, o TCE/MG autorizou o prosseguimento da licitação, mas proibiu a Prefeitura de eliminar empresas que não alcancem esse índice contábil.

Pegadinha luminosa


Hoje à noite, logo após a chegada do Papai Noel e o acendimento das luzes natalinas na Praça Getúlio Vargas, o prefeito Raul Belém e seus assessores irão até a Passarela do São Sebastião inaugurar a nova iluminação pública, que dará maior segurança aos moradores do São Sebastião e bairros adjacentes que passam pelo local.
Atualização: os eventos foram adiados para segunda, 8, mas a pegadinha continua valendo. A Passarela do São Sebastião continua sem iluminação pública, e os usuários do local, sem segurança.

sábado, 29 de novembro de 2014

São Sebastião: serviço mal feito provoca afundamento em rua


Fonte: Linha Dura Araguari (TV Vitoriosa".


PITACO DO BLOG

No final de 2012, foi concluída a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do São Sebastião. Mas, em Araguari, existe uma grande distância entre a conclusão de uma obra e a sua entrada em funcionamento. O Hospital Municipal mostra bem essa diferença. Pois bem, enquanto a ETE não entra em operação, os moradores daquele bairro e dos adjacentes continuam usando fossas domiciliares. Mas, não é só isso! A reportagem acima mostra a "qualidade" do serviço feito pela Prefeitura. Poucos meses após a colocação da rede (seca) de esgoto, a Rua das Candeias está simplesmente afundando, devido ao mau serviço prestado pelo município.  

Bem-vindos à cidade do prefeito iluminado!



Os governantes e suas "prioridades"... Na mesma semana em que vem à tona a notícia de que a cidade perdeu R$ 977 mil de recursos federais para construção/ampliação/reforma de unidades básicas de saúde, a Prefeitura, sempre "zelosa" com o dinheiro público, concluiu a licitação para alugar a decoração natalina por "apenas" R$ 470 mil. Ano que vem tem mais aluguel! Bem-vindos à cidade do prefeito festeiro e iluminado! Decoração natalina é prioridade. O resto (saúde, educação, iluminação pública, transporte coletivo, etc.) pode esperar.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

São Sebastião: moradores reclamam das más condições de rua


Fonte: TV Vitoriosa.

Pitaco do Blog
As imagens falam por si sós. Serviços mal feitos. Estação de tratamento de esgoto pronta há dois anos, mas que, até hoje, não entrou em funcionamento. Fatos infelizmente rotineiros em Araguari.

Justiça obriga município goiano a informar nomes de médicos nas unidades de saúde

091213
Desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, manteve decisão de primeira instância obrigando município a identificar as unidades e os profissionais de saúde.
Cidade onde existe Ministério Público, as coisas funcionam um pouco melhor. O município goiano de Jataí terá de fixar placas de identificação em todas as suas unidades de saúde, além de determinar aos profissionais da área que usem crachás de identificação. As placas deverão conter o nome do responsável pelo serviço (diretor, coordenador, chefe), o nome dos profissionais que prestam atendimento de saúde (médicos, odontólogos, psicólogos, etc.) e o respectivo horário de trabalho, as ações e os procedimentos disponíveis.

A propósito, lembro-me de que, em Araguari, na gestão passada, o então vereador Raul Belém defendeu algo parecido nas unidades de saúde locais. Ele pretendia que fossem divulgados os nomes dos profissionais que estavam atendendo nessas unidades e os respectivos horários de trabalho de cada profissional. A ideia não vingou à época. Nem agora. Parece que, ao assumir o cargo de prefeito, o então vereador esqueceu-se de alguns dos seus projetos.

Quanto ao Ministério Público em Araguari, a frase inicial do post já diz tudo. Infelizmente, a instituição não vem atendendo às expectativas da sociedade, sobretudo nas áreas de fiscalização da gestão e da saúde públicas. 

Clique aqui e leia a reportagem completa sobre o assunto.

Clique aqui e leia a decisão judicial do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás obrigando o município goiano a identificar as unidades e os profissionais de saúde.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

São Judas: transporte coletivo gera reclamações



Fonte: TV Vitoriosa.

Pitaco do blog

Mais do mesmo. A má qualidade do serviço de transporte coletivo é notória. Só os governantes não veem.
Tudo isso é fruto da falta de planejamento. Da incompetência. E, por que não dizer, dos fortes indícios de má fé dos nossos gestores.
Todos se lembram como ocorreu a contratação da atual concessionária. As suspeitas são muitas. Falamos aqui da estranha participação da Procurador-Geral do Município, senhor Leonardo Borelli, na contratação sem licitação da empresa Sertran. Condutas indicativas da ocorrência de fraudes na escolha da nova concessionária. Suspeitas suficientes justificar a investigação criminal dos fatos, mas que não conseguiram atrair a atuação da inoperante Promotora de Justiça Leila Benevides.
Tudo que começa mal tende a terminar mal. No serviço público é assim também. Uma empresa contratada dessa forma estranha, dificilmente, irá se submeter ao poder público e prestar um bom serviço à sociedade. Se é que os nossos governantes estão realmente preocupados com os usuários do transporte coletivo.

Clique nos links e veja alguns posts sobre as suspeitas de irregularidades na contratação da Sertran:


Transporte coletivo: sobram dúvidas e faltam verdades



Caso Sertran: vereadora suspeita da atuação do procurador-geral